Sonda da NASA aperta órbita em preparação para a missão Marte 2020

Centro de Voo Espacial Goddard da NASA

Impressão de artista da sonda MAVEN e do limbo de Marte.

A missão MAVEN (Mars Atmosphere and Volatile Evolution) da agência espacial norte-americana, já com 4 anos, está a embarcar numa nova campanha para apertar a sua órbita em torno de Marte.

A operação vai reduzir o ponto mais alto da órbita elíptica da sonda de 6200 para 4500 km acima da superfície e prepará-la para assumir a responsabilidade adicional de servir como satélite de retransmissão de dados para o rover Mars 2020 da NASA, que será lançado no ano que vem.

“A sonda MAVEN fez um trabalho fenomenal, ensinando-nos como Marte perdeu a sua atmosfera e fornecendo-nos outras informações científicas importantes sobre a evolução do clima marciano,” disse Jim Watzin, diretor do programa de Exploração de Marte da NASA.

“Agora estamos a recrutá-la para ajudar a NASA a comunicar com o nosso próximo rover marciano e com os seus sucessores.”

Embora a nova órbita da MAVEN não seja drasticamente mais pequena do que a sua órbita atual, mesmo esta pequena mudança melhorará significativamente as suas capacidades de comunicação. “É como usar o seu telemóvel,” comentou Bruce Jakosky, investigador principal da MAVEN da Universidade do Colorado, em Boulder, EUA. “Quando mais perto estivermos de uma torre, mais forte é o sinal.”

Um forte sinal de comunicações não será o único benefício de uma órbita mais íntima. Aproximando-se cerca de 1500 km, o orbitador MAVEN também vai completar uma volta em torno do Planeta Vermelho com mais frequência – 6,8 órbitas por dia terrestre vs. as 5,3 anteriores – e assim comunicar com os rovers marcianos mais vezes.

Enquanto não está a realizar retransmissões, a MAVEN continuará a estudar a estrutura e a composição da atmosfera superior de Marte. “Estamos a planear uma vigorosa missão científica bem para o futuro,” comentou Jakosky.

A missão MAVEN foi desenhada para durar dois anos no espaço, mas a sonda ainda está a operar normalmente. O seu combustível pode durar até 2030, de modo que a NASA planeia usar as capacidades de relé da MAVEN o maior tempo possível.

O orbitador transporta um transcetor rádio de frequência ultra-alta – semelhante aos transportados noutras sondas marcianas – que permite a transmissão de dados entre a Terra e os rovers ou módulos de aterragem em Marte. A sonda MAVEN já serviu, ocasionalmente, como contato de comunicação da NASA com o rover Curiosity.

Nos próximos meses, os engenheiros da MAVEN irão usar uma técnica de navegação conhecida como aerotravagem – é como aplicar os travões num carro – para aproveitar a fricção da atmosfera superior do Planeta Vermelho e assim diminuir gradualmente a velocidade da nave, órbita a órbita. É o mesmo efeito que sentiria ao colocar a mão de fora da janela de um carro em movimento.

Com base no rastreamento da nave pela equipa de navegação no JPL da NASA em Pasadena, no estado norte-americano da Califórnia, e na Lockheed Martin em Littleton, Colorado, os engenheiros começaram a diminuir cuidadosamente a parte mais baixa da órbita da sonda na atmosfera superior marciana ativando os propulsores.

A nave vai orbitar Marte nesta altitude mais baixa cerca de 360 vezes ao longo dos próximos dois meses e meio, desacelerando levemente a cada passagem pela atmosfera. Embora possa parecer um processo demorado, a aerotravagem é a maneira mais eficiente de mudar a trajetória da sonda, explicou Jakosky: “o efeito é o mesmo como se tivéssemos disparado os nossos motores um pouco a cada órbita, mas, desta forma, usamos muito pouco combustível.”

Felizmente, a equipa tem ampla experiência em operar a sonda nestas altitudes mais baixas. Em nove ocasiões anteriores ao longo da missão, os engenheiros da MAVEN mergulharam o orbitador até à mesma altitude para aerotravagem a fim de obter medições da atmosfera marciana.

Como resultado destes “mergulhos profundos” e outras medições, a NASA aprendeu que o vento solar e a radiação despojaram Marte da maior parte da sua atmosfera, mudando o clima inicial do planeta de quente e húmido para o ambiente seco que vemos hoje. A MAVEN também descobriu dois novos tipos de auroras em Marte e a presença de átomos de metal carregados na sua atmosfera superior que nos dizem que inúmeros detritos atingem Marte, o que pode afetar o seu clima.

// CCVAlg

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Coreia do Sul organizou um espetáculo de luzes para agradecer e incentivar o uso de máscara

A Coreia do Sul tem sido dos países com maior sucesso no combate à pandemia de covid-19. Com receio de uma segunda vaga, o Governo organizou uma forma incomum de agradecer aos profissionais de saúde …

Desgostos e namoriscos com humanos. Aquário de Quioto expõe complexas relações dos pinguins num fluxograma

O Aquário de Quioto, antiga capital do Japão, tem um fluxograma onde expõe as relações dos seus pinguins. Entre diferenças de idade, desgostos de amor e até namoriscos com humanos, as relações entre estes animais …

O sangue azul do caranguejo-ferradura é fundamental para a vacina da covid-19. Mas há um problema

O sangue azul do caranguejo-ferradura pode ser um elemento muito importante para encontrar a vacina para a covid-19, mas há um grande senão. O sangue azul do caranguejo-ferradura (Limulus Polyphemus) é a única fonte natural conhecida …

Jovem guarda-redes russo atingido por raio durante um treino

Ivan Zakborovsky, um jovem guarda-redes russo, está em coma induzido. O clube já revelou que o atleta não corre perigo. Ivan Zakborovsky, um guarda-redes de apenas 16 anos do Znamaya Truda, da Rússia, foi atingido por …

Elegante, leve e com fibra de carbono. O Tyr quer ser diferente de todos os outros caiaques

Embora os caiaques com assento se tenham tornado muito populares entre os pescadores, a maioria dos barcos é bastante tubular, pesada e de plástico. O Tyr da Apex Watercraft é diferente por ser elegante, leve …

2029 Majestic, a mota elétrica futurista com um design centenário

A 2029 Majestic é inspirada no modelo original de 1929, mas tem um motor elétrico e peças impressas em 3D. É o casamento ideal entre tecnologia e a tradição. Em 1929, Georges Roy criou a Majestic, …

Fernando Alonso regressa à Fórmula 1 com a Renault

O piloto espanhol Fernando Alonso vai regressar à Fórmula 1 depois de ter abandonado a modalidade em 2018. Assina agora um contrato de dois anos com mais um de opção. A escuderia Renault anunciou esta quarta-feira …

China reitera que não participará no diálogo EUA/Rússia para reduzir arsenal atómico

A China reiterou, esta quarta-feira, que não entrará nas negociações entre os Estados Unidos e a Rússia para um novo acordo que limite a quantidade de armas nucleares, e acusou Washington de “constituir uma ameaça”. Pequim …

Traumas na infância e um pai "sociopata". As revelações do livro da sobrinha de Trump

O livro de memórias de Mary Trump, sobrinha do Presidente norte-americano Donald Trump, já chegou às mãos de vários jornalistas nos Estados Unidos. A data de publicação está marcada para dia 14 de julho. No livro, …

Rússia detém antigo jornalista por acusações de traição

O ex-jornalista Ivan Safronov, assessor do diretor da agência espacial russa Roscosmos, foi detido esta terça-feira e acusado de traição. Esta terça-feira, as autoridades russas prenderam um antigo jornalista que trabalhava agora como assessor do chefe …