Navalny condenado a nove anos de prisão por fraude e peculato

3

O dirigente oposicionista russo Alexei Navalny foi hoje considerado culpado de uma “fraude” que “envolve grandes quantias de dinheiro”, tendo sido condenado a nove anos de prisão.

Navalny foi condenado a nove anos de prisão e ao pagamento de uma multa de 1,2 milhões de rublos (cerca de 7 mil euros). A decisão foi emitida pelo Tribunal de Lefortovo, em Moscovo, esta terça-feira.

“Navalny cometeu fraude. Quer dizer: apropriação de bens alheios através do engano e do abuso de confiança”, disse a juíza Margarita Kotova, citada pela agência Interfax.

O opositor russo também foi ainda condenado por peculato e desrespeito pelo tribunal. Segundo o Expresso, em causa estava a alegada difamação de um veterano da II Guerra Mundial durante outra sessão em tribunal.

Os procuradores russos pretendiam transferir Navalny para um estabelecimento prisional de alta segurança durante 13 anos.

A juíza esteve presente na prisão onde Alexei Navalny se encontra detido desde que regressou à Rússia em janeiro de 2021, depois de ter estado em convalescença num hospital na Alemanha na sequência de envenenamento.

O russo foi alvo de uma tentativa de envenenamento com um agente novichok, mas conseguiu sobreviver depois de ter estado internado durante algumas semanas. Navalny acusa o Estado russo de ter orquestrado a tentativa de envenenamento.

O caso de fraude contra o oposicionista que fundou um centro de denúncia anticorrupção na Rússia está a ser julgado desde o ano passado.

Navalny era acusado de se ter apropriado das verbas destinadas a uma campanha eleitoral, utilizando-as para despesas pessoais. O dinheiro — quase 5 milhões de euros — pertencia à Fundação Anti-Corrupção, fundada por Navalny para denunciar a corrupção entre os mais ricos da Rússia.

Navalny cumpre, de momento, uma sentença de dois anos e meio num campo de reclusos, por acusações que diz serem forjadas com o intuito de o silenciar politicamente.

  Daniel Costa, ZAP //

3 Comments

  1. Os regime corruptos russo liderado por uma cambada de ladrões sem vergonha, acusaram e condenaram o opositor do regime ditatorial, autocrático , nazi e sabe-se lá que mais de fraude. Se não fosse tão grave dava para rir. Que condenação conveniente.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.