Navalny chega a colónia penal a leste de Moscovo

Yuri Kochetkov / EPA

O líder da oposição russa, Alexei Navalny

O principal opositor do Kremlin chegou, este domingo, a uma zona a cerca de 200 quilómetros a leste de Moscovo para ser transferido para uma colónia penal onde vai cumprir a sua pena, informou um órgão público.

Alexei Navalny chegou a um estabelecimento dos serviços penitenciários russos da região de Vladimir para cumprir sua pena”, indicou, em comunicado, a comissão pública de vigilância de Moscovo (ONK).

O secretário-geral da ONK, Alexei Melnikov, disse à agência de notícias russa Interfax que o opositor russo, condenado a dois anos e meio de prisão, seria colocado em quarentena antes de ser transferido para um dos estabelecimentos da região.

Segundo fontes entrevistadas pelas agências TASS e Ria Novosti, o adversário político do regime de Vladimir Putin será transferido para a colónia penal nº 2, localizada na pequena cidade de Pokrov, na região de Vladimir, na Rússia europeia.

Segundo os meios de comunicação social, trata-se de uma colónia do tipo “regime normal” com condições menos severas de detenção e que acomoda cerca de 800 presos.

Na última sexta-feira, o chefe dos serviços prisionais russos, Alexander Kalashnikov, garantiu que Navalny “foi transferido para o local onde deveria estar por decisão judicial” e que não estava sob “nenhuma ameaça à sua vida ou saúde”.

O opositor “cumprirá pena em condições absolutamente normais”, disse, garantindo que “se desejar, Navalny participará das atividades de produção”.

Legado da antiga União Soviética, a maioria das penas de prisão na Rússia são cumpridas em campos de prisioneiros, às vezes localizados longe de tudo. O trabalho dos reclusos, geralmente em oficinas de costura ou de fabrico de móveis, costuma ser obrigatório.

Na quinta-feira, advogados e familiares de Navalny anunciaram a sua saída do centro de detenção de Moscovo, onde estava preso desde que foi detido.

A justiça russa confirmou, na semana passada, a condenação do ativista anti-corrupção num caso de fraude de 2014 que o próprio, muitas organizações não-governamentais e políticos ocidentais denunciam como político.

Navalny foi detido, a 17 de janeiro, ao voltar da Alemanha, onde passara quase cinco meses a recuperar de um envenenamento. O opositor acusa o Kremlin de o ter envenenado.

Alexei Navalny, que também foi multado por “difamação”, aguarda vários processos judiciais, incluindo uma investigação por fraude, punível com dez anos de prisão.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Biden prepara-se para reconhecer massacre arménio como genocídio

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, está a preparar-se para reconhecer formalmente os massacres arménios do início do século 20 como genocídio, cumprindo assim uma promessa que fez durante a sua campanha, decisão …

Football Leaks. Consultor de cibersegurança aponta para ataque único à Doyen

A intrusão no sistema informático da Doyen terá resultado de um único ataque conduzido por uma pessoa e não várias, defendeu na quarta-feira o consultor inglês de cibersegurança contratado pelo fundo de investimento, no julgamento …

Cavaco Silva volta a estar ausente das cerimónias do 25 de Abril

O ex-Presidente da República já informou que não vai marcar presença na cerimónia comemorativa dos 47 anos do 25 de Abril, este domingo, no Parlamento, por continuar "a respeitar as regras sanitárias". Fonte oficial do gabinete …

No dia da Terra, os líderes mundiais juntaram-se para "passar à ação"

A Casa Branca organizou uma Cimeira de Líderes sobre o Clima, que decorre de forma virtual e durante dois dias. Começou esta quinta-feira, dia em que se comemora o Dia da Terra, e junta cerca …

Detido em Itália homem que terá fornecido arma ao autor do atentado de Nice em 2016

Um homem que teria fornecido uma arma ao autor do atentado com um caminhão na cidade francesa de Nice, em 14 de julho de 2016, foi detido na Itália, anunciaram na quarta-feira vários veículos de …

"Invisibilidade" do LGBTI nos Censos é alvo de críticas

A Associação ILGA Portugal - Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual, Trans e Intersexo e o Bloco de Esquerda estão a criticar os Censos 2021 devido à ausência de perguntas relacionadas com identidade de género, o que …

Rússia vai dar início à retirada de tropas perto da fronteira com a Ucrânia

A Rússia anunciou que vai iniciar, esta sexta-feira, a retirada das suas tropas concentradas perto da fronteira com a Ucrânia e na Crimeia anexada, referindo que os exercícios foram concluídos. "As tropas demonstraram a sua capacidade …

KPMG desconhecia problemas no BESA que justificassem reserva às contas

A KPMG Portugal afirmou, numa carta enviada à comissão de inquérito do Novo Banco, que desconhecia factos no BES Angola que pudessem levar a uma opinião com reservas às contas do BES. A KPMG Portugal desconhecia …

Ferro Rodrigues está "perfeitamente de acordo" com Marcelo sobre enriquecimento ilícito

O presidente da Assembleia da República (AR) concorda com o Presidente quanto à urgência de melhorar a lei contra o enriquecimento ilícito e diz que isso pode ser feito sem pôr em causa princípios constitucionais. Numa …

Índia regista subida drástica de infeções e mortes. EUA com 200 milhões de vacinas tomadas

O número de novas infeções pelo coronavírus dispararam na Índia, com a falta de preparação do Governo e a forma como a pandemia tem sido gerida apontadas como causas para a subida dos casos e …