Em greve de fome, Navalny é ameaçado de ser alimentado à força. Ativistas falam em tortura

O opositor russo Alexei Navalny afirmou hoje na rede social Twitter que as autoridades penitenciárias estão a ameaçar alimentá-lo à força para quebrar a greve de fome que mantém na prisão desde 31 de março.

“Ele pesa 77 kg”, lê-se na conta @navalny, sublinhando-se que perdeu oito quilogramas desde que iniciou a greve de fome.

“Face à seriedade da greve de fome, a administração [penitenciária] ameaça-o diariamente de alimentá-lo à força”, prossegue o texto.

A alimentação à força de um preso na Rússia é permitida por lei e pode ser feita por via oral, retal ou por intubação, sendo o “tratamento” visto por ativistas de direitos humanos como uma forma de tortura.

Navalny, preso por dois anos e meio por causa de um alegado caso de fraude amplamente visto como um pretexto para prendê-lo, ideia negada pelo Kremlin, parou de comer para denunciar as condições da sua detenção na colónia prisional de Pokrov, a cerca de uma centena de quilómetros de Moscovo.

O opositor acusa as autoridades de lhe negarem tratamento médico adequado para problemas nas costas que o fazem sofrer e interferem no funcionamento das suas mãos e pernas. Segundo os advogados, Navalny tem uma dupla hérnia discal.

Além disso, o opositor russo já disse que é “torturado” pela privação de sono, uma vez que os guardas prisionais o acordam várias vezes durante a noite.

As autoridades russas, por sua vez, rejeitam todas as acusações de Navalny, defendendo que o opositor está a receber todos os cuidados médicos de que precisa.

“Ele [Navalny] ainda não tem acesso a um médico”, lê-se no texto da mensagem publicada hoje no Twitter.

Navalny, profundamente crítico do Kremlin, sobreviveu a um envenenamento com um agente nervoso desenvolvido pelos militares soviéticos no verão passado e acusa o Presidente russo, Vladimir Putin, e os serviços de inteligência (FSB) de terem tentado eliminá-lo, o que é negado pelas autoridades russas, que têm recusado até agora investigar o incidente.

Ao regressar à Rússia, após cinco meses de convalescença na Alemanha, Navalny foi preso ao chegar ao aeroporto de Moscovo e rapidamente julgado e enviado para a prisão, por violar uma revisão judicial num caso anterior.

Navalny, com milhões de seguidores nas redes sociais, é especialista em investigações de corrupção, em que visa sobretudo as ligações entre Putin e vários oligarcas russos.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

“Quem não nasceu com o apelido Espírito Santo tem de ir à luta”, diz Gama Leão

João Gama Leão deixou uma dívida de mais de 300 milhões de euros ao Novo Banco através da Prebuild, um dos grandes devedores do banco. O empresário assumiu a responsabilidade pelos créditos em incumprimento, fez …

Avião da TAP retido na Venezuela regressa a Lisboa hoje

O avião da TAP que ficou retido na Venezuela por causa de uma carga de cocaína regressa nesta quinta-feira a Lisboa, assim como a tripulação, disse à agência Lusa fonte oficial da empresa aérea portuguesa. Segundo …

Marcelo convida Ramalho Eanes para presidir comemorações dos 50 anos do 25 de Abril

O presidente da República em funções, Marcelo Rebelo de Sousa, convidou o ex-presidente da República Ramalho Eanes para presidir as comemorações dos 50 anos do 25 de Abril. O convite dirigido ao general Ramalho Eanes, um …

Vacinas contra a covid-19 para menores de 16 anos podem ser aprovadas em breve

Vacinas contra a covid-19 para menores de 16 anos podem ser aprovadas em breve. Contudo, os especialistas têm dúvidas em relação à necessidade de vacinar os mais jovens. Atualmente há apenas uma vacina contra a covid-19, …

Netanyahu não conseguiu formar Governo em Israel. Segue-se Lapid

Esta quarta-feira, Reuven Rivlin, Presidente de Israel, chamou Yair Lapid, líder do partido Yesh Atid, para lhe entregar a responsabilidade de formar um Governo que consiga o apoio do Knesset (Parlamento). O partido de Yair Lapid, …

Almofada de prevenção contra a pandemia. Câmara de Lisboa quer pedir 20 milhões à banca

A Câmara Municipal de Lisboa quer contrair um empréstimo de 20 milhões de euros junto do BPI, uma almofada de prevenção para fazer face às despesas correntes emergentes do combate à pandemia de covid-19. O Público …

Resort Zmar

BES, falência e um fundo abutre. Resort Zmar "deve 60 milhões de euros ao Estado"

Os proprietários das casas privadas do empreendimento turístico Zmar, na Zambujeira do Mar, em Odemira, continuam a protestar contra o alojamento de imigrantes por causa da covid-19. Isto numa altura em que se revela que …

Há estranhas rádios-fantasma na Rússia (e exploradores entraram numa delas)

Aos 14 anos, um jovem comprou um rádio de ondas curtas e estava a testá-lo quando encontrou a transmissão errada - uma rádio fantasma. Imagine que é um entusiasta da rádio, sozinho à noite, a trabalhar …

Deputado do Bloco acusado de violência doméstica avança com queixa em tribunal

Catarina Alves, ex-namorada do deputado Luís Monteiro, acusa-o de violência doméstica. O bloquista nega as acusações e diz que vai apresentar queixa no tribunal. Luís Monteiro vai apresentar queixa contra a ex-namorada que o acusou de …

Gestão do Novo Banco vai receber bónus de 3,9 milhões em 2022

A equipa de administração do Novo Banco tem à sua espera um bónus de 3,9 milhões de euros no próximo ano. O banco registou prejuízos de 1.329 milhões de euros no ano passado. O Novo Banco …