12 anos depois, nasceu o primeiro bebé na ilha onde é proibido nascer

Este fim de semana, uma brasileira deu à luz uma bebé, na remota ilha de Fernando de Noronha onde, por falta de de estrutura hospitalar, os nascimentos não são autorizados.

O arquipélago Fernando de Noronha, no Brasil, tem 3.016 pessoas. Há 12 anos que não nasciam crianças nesta ilha, conhecida como o lugar onde é proibido nascer. O nascimento de crianças não é permitido, dado que o hospital local não possui as condições necessárias para que sejam efetuados partos.

No entanto, no sábado passado, uma mulher pôs fim aos longos 12 anos sem o choro característico de um recém-nascido: durante a madrugada, em sua casa, uma jovem de 22 anos deu à luz uma menina.

Para a mãe da criança, este nascimento foi uma autêntica surpresa. A jovem tinha feito um teste de gravidez, que deu negativo. Durante a gestação, não teve nenhum sintoma, pelo que não sabia que estava grávida.

“Se eu soubesse que estava grávida não teria minha filha aqui. Eu teria feito o pré-natal e tomaria as vacinas. Ainda bem que foram feitos os exames e não deu nada. Eu não arriscaria a minha vida nem da milha filha”, disse, citada pela Globo. A mulher tem uma outra filha, cujo parto foi feito fora da ilha, informa o Público.

O pai da bebé também se mostrou surpreendido com o nascimento. “Eu não sabia de nada, ela acordou a mãe e disse que estava com uma dor. Ligámos para a emergência, mas nem deu tempo para a ambulância chegar. Eu fiz o parto, acho que foi Deus“, contou.

Como não tinha carro, o pai da menina foi a pé com o recém-nascido ao colo até ao hospital. A mãe também foi para o hospital, mas de ambulância.

O Governo regional do arquipélago já confirmou este caso. “A unidade hospitalar de Fernando de Noronha realizou atendimento a uma criança recém-nascida, trazida pelo seu pai”, que ajudou a realizar o parto no domicílio, lê-se na nota divulgada pela administração da ilha.

Caso estejam grávidas, as habitantes da ilha precisam de se dirigir ao continente para o parto. A cidade mais próxima fica a 360 quilómetros de distância e chama-se, curiosamente, Natal.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. melhor :
    a noticia é que o pai foi a pé com o bebé ao colo e a mãe foi de ambulancia … podiam ter dado boleia, né ?
    ah. e aposto que a jovem de 22 anos, que até já tinha uma filha, teve o periodo mentrual normalmente durante 9 meses … fantástico

  2. Não ter menstruação pode ser normal pois eu há 5 anos que não tenho . Tudo dependo da pilula que a mulher esteja a tomar..o que me espanta é a barriga não aumentou? Estranho..

  3. É necessário ser uma pessoa bastante desinformada para não conseguir detectar nenhum dos sintomas associados a uma gravidez, por muito ligeiros que fossem.

  4. ca no meu trabalho só após 5 meses e porque calhou ir ao medico fazer exames sobe que estava gravida e não era o primeiro, e tinha há mestroação

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …

Portugal regista mais 2.447 casos e 27 mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 2.447 casos positivos e 27 mortes por covid-19. A informação foi divulgada, esta segunda-feira, no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico divulgado hoje revela que …

Testes rápidos devem ser aplicados em surtos em escolas ou lares

A Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2, hoje publicada, determina que em situações de surto em escolas, lares ou outras instituições devem ser utilizados preferencialmente testes rápidos no sentido de aplicar "rapidamente as medidas adequadas …