Poderá ser necessário modificar o ADN dos astronautas para chegar a Marte

20th Century Fox

Matt Damon, “The Martian” (Ridley Scott, 2015)

A Agência Espacial Norte Americana tem uma proposta radical para levar humanos até ao Planeta Vermelho: modificar o ADN dos seus astronautas.

Entre os humanos mais corajosos do planeta, estão sem dúvida os astronautas, que já se aventuram no espaço em busca de descobertas científicas. Mas levar o Homem até outro planeta é um desafio ainda mais difícil – quer pelo elevado custo, quer pela dificuldade em criar formas de proteger o corpo humano em ambientes extremos.

Elon Musk, CEO da SpaceX, uma das empresas privadas que está na corrida a Marte, foi dos primeiros a alertar que a radiação cósmica vai afectar o cérebro dos astronautas. Outro dos problemas identificados é o aumento da probabilidade de ocorrência de cancros, devido à maior exposição dos astronautas à radiação.

Mas a agência espacial norte americana, NASA, tem agora uma proposta radical para levar o Homem até ao Planeta Vermelho: modificar o ADN dos seus astronautas para que eles se tornem mais tolerantes às viagens espaciais.

“Temos recolhido muito conhecimento em relação às viagens espaciais. Tratamentos com medicamentos parecem ser muito promissoras para coisas mais extremas, como as modificações epigenéticas. Mas isso levanta vários problemas éticos, pelo que estamos em fase experimental” diz Douglas Terrier, Director de Tecnologia da NASA.

Os cientistas sabem que os astronautas da Estação Espacial Internacional (EEI), em poucos meses em órbita, já são expostos a dez vezes mais radiação do que as pessoas na Terra, e a EEI está a apenas 408 quilómetros da Terra. Uma viagem de 54.6 milhões de quilómetros de distância até Marte é realmente muito mais perigosa.

A modificação do ADN dos astronautas, no entanto, é um recurso extremo que a NASA só deverá vir a aplicar em último caso, se não for possível encontrar melhores alternativas de adaptação dos seres humanos ao espaço – em especial a sua resistência à radiação.

Talvez fosse mais simples, por exemplo, construir naves mais resistentes à radiação, não?

20 COMENTÁRIOS

  1. “Talvez fosse mais simples, por exemplo, construir naves mais resistentes à radiação, não?”

    O autor deste artigo, em especial por causa dessa brilhante frase, não tardará a figurar nos quadros da NASA.

  2. Talvez tenham de trocar o cabeçalho da noticia para: A Agência Espacial Norte Americana tem uma proposta radical para levar HUMANOIDES até ao Planeta Vermelho

  3. Os dois comentários anteriores primam pelo desconhecimento. É de facto verdade e mesmo o último comentário da notícia é uma hipótese que anda a ser testada há muitos anos através de várias técnicas. Informem-se primeiro ou procurem estar a par das novidades nesta área e vão ver que muita coisa que parece estranha na realidade não o é.

  4. “Talvez fosse mais simples, por exemplo, construir naves mais resistentes à radiação, não?”

    Não … porquê? É um bom exercício para um jornalista.
    Dica: Massa, energia e Aurora Boreal.

  5. Com tantos “cientistas” a comentar, não compreendo porque é que após as vitórias do Euro de futebol e do festival da canção, ainda não houve nenhum Português a ganhar o Nobel da física ou da química.

RESPONDER

Além de um ícone da ciência, Marie Curie também foi uma heroína de guerra

Marie Curie foi, além de uma cientista conceituada, vencedora de dois prémios Nobel, uma filantropa que usou as suas competências na área da ciência para ajudar a salvar vidas na I Guerra Mundial. Se perguntarmos a …

Incêndios: Costa garante que "nada ficará como dantes", a ministra "não teve férias"

O primeiro-ministro pediu hoje consenso político para a aplicação das recomendações da comissão independente aos fogos de junho e prometeu que, no fim dos incêndios, o Governo assumirá totais responsabilidades na reconstrução do território e …

Mosteiro alemão com 900 anos vai fechar. Não há monges

Um antigo mosteiro na Alemanha, com quase nove séculos de actividade, está prestes a fechar as portas, devido a problemas financeiros e à escassez de monges. À medida que a Igreja Católica vê declinar significativamente o …

Furacão Ophelia com ventos de 150 Km/h faz três mortos na Irlanda

A Irlanda está em alerta vermelho com os ventos provocados pelo furacão a atingirem os 150 km/h. A tempestade provocada pelo furacão Ophelia causou esta segunda-feira a morte de três pessoas na Irlanda, segundo informações da …

Oposição venezuelana não aceita resultados das eleições regionais

O Conselho Nacional Eleitoral dá conta de que o PSUV, o partido no Governo, ganhou em 17 dos 23 Estados do país, nas eleições deste domingo. A aliança opositora venezuelana Mesa de Unidade Democrática (MUD) rejeitou, …

Número de mortos em atentado na Somália já ultrapassou os 300

O número de mortos do violento atentado terrorista registado no sábado em Mogadíscio, capital da Somália, já ultrapassou as três centenas, havendo, porém, a certeza que o total vítimas será ainda maior, indicou fonte médica …

Astrónomos detetam um novo tipo de ondas gravitacionais: "O princípio de uma nova era"

Segundo os cientistas, as novas emissões de radiação agora detetadas são consequência da fusão de duas estrelas de neutrões numa galáxia distante. Uma equipa internacional anunciou esta segunda-feira ter conseguido ver através da luz e das …

Sal no pão vai baixar ainda mais a partir de 2018

O teor de sal no pão vai baixar ainda mais a partir do próximo ano, de acordo com um protocolo que será assinado, esta segunda-feira, entre o Estado e a indústria da panificação e pastelaria. Segundo …

Falsos recibos verdes podem enfrentar "aumento de impostos desumano" em 2018

"Um aumento de impostos desumano", é o que antecipa o fiscalista Mendes da Silva sobre as mudanças no regime simplificado dos trabalhadores independentes, os chamados recibos verdes, que estão previstas no Orçamento de Estado para …

Bancos obrigados a comunicar mais cedo transferências para offshores

Os bancos serão obrigados a comunicar mais cedo à administração tributária a lista das transferências realizadas para contas sediadas em paraísos fiscais sempre que as movimentações ultrapassem os 15 mil euros. As declarações deveriam ser feitas …