NASA descobre um pequeno “sub-Neptuno” três vezes maior que a Terra

A missão TESS da NASA descobriu um terceiro pequeno planeta fora do Sistema Solar, anunciaram cientistas esta semana na reunião anual da American Astronomical Society em Seattle.

O novo planeta, denominado HD 21749b, orbita uma estrela anã próxima a cerca de 53 anos-luz de distância, na constelação Reticulum. Parece ter o mais longo período orbital dos três planetas até agora identificados pela TESS.

HD 21749b viaja em torno da sua estrela em relativamente 36 dias, comparado aos outros dois planetas – Pi Mensae b, uma “super-terra” com uma órbita de 6,3 dias, e LHS 3844b, um mundo rochoso que gira em torno da sua estrela em apenas 11 horas. Todos os três planetas foram descobertos nos primeiros três meses de observações da TESS.

A temperatura da superfície do novo planeta é provavelmente cerca de 148ºC – relativamente fria, dada a proximidade da sua estrela, que é quase tão brilhante como o nosso Sol.

“É o planeta mais frio que conhecemos em redor de uma estrela tão brilhante”, diz Diana Dragomir, do Instituto Kavli de Astrofísica e Pesquisa Espacial do MIT, que liderou a nova descoberta. “Sabemos muito sobre atmosferas de planetas quentes, mas como é muito difícil encontrar pequenos planetas que orbitam mais longe das suas estrelas e, portanto, são mais frios, não conseguimos aprender muito sobre planetas menores e mais frios”.

O planeta tem cerca de três vezes o tamanho da Terra, o que o coloca na categoria de um “sub-Neptuno”. Surpreendentemente, é também 23 vezes mais massiva que a Terra. Mas é improvável que o planeta seja rochoso e, portanto, habitável. É mais provável que seja feito de gás, de um tipo mais denso do que as atmosferas de Neptuno e Urano.

“Achamos que este planeta não seria tão gasoso como Neptuno ou Urano, que são principalmente de hidrogénio muito inchado”, diz Dragomir. “O planeta provavelmente tem uma densidade de água ou uma atmosfera espessa.

Os investigadores também detetaram evidências de um segundo planeta, embora ainda não confirmado, no mesmo sistema planetário, com uma órbita mais curta de 7,8 dias. Se for confirmado como um planeta, pode ser o primeiro planeta do tamanho da Terra descoberto pela TESS.

Desde o seu lançamento em abril de 2018, a TESS, uma missão liderada pelo MIT, está a monitorizar o céu, setor por setor.

Ao longo de sua missão de dois anos, a TESS estudará quase todo o céu. O satélite passará o primeiro ano a inspecionar o céu no hemisfério Sul, passando depois para o céu do hemisfério Norte.

A equipa científica comprometeu-se a fornecer informações sobre 50 pequenos planetas com menos de quatro vezes o tamanho da Terra à comunidade astronómica, para continuar o acompanhamento, seja com telescópios terrestres ou o futuro Telescópio Espacial James Webb.

“Nós confirmamos três planetas até agora, e há muitos mais que estão apenas a esperar que o telescópio e as pessoas tenham tempo para confirmar”, diz Dragomir. “Está a ir muito bem e a TESS já está a ajudar a aprender sobre a diversidade destes pequenos planetas”.

MC, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Estrela hiper-fugitiva foi expulsa do disco da Via Láctea

De acordo com investigadores da Universidade de Michigan, uma estrela veloz pode ter sido ejetada do disco estelar da Via Láctea por um enxame de estrelas jovens. Os cientistas dizem que a estrela não teve …

Cientistas portugueses participam na criação do maior telescópio do mundo

O SKA, Square Kilometre Array, está já em construção e será o maior telescópio do mundo. Cientistas portugueses estão a participar no seu design e alguns dos testes serão feitos em território luso. A construção do …

Bolsonaro pondera não assinar qualquer acordo na próxima cimeira do clima

O Brasil está a considerar não assinar qualquer acordo climático na próxima COP25, anunciou este sábado em Santiago o Presidente brasileiro Jair Bolsonaro, após uma reunião que manteve no sábado no Palácio de La Moneda …

Portugal vs Sérvia | Massacre luso com pólvora seca

Segunda jornada do Grupo B da qualificação para o Euro 2020, segundo empate de Portugal, ambos em casa. Após o nulo ante a Ucrânia na primeira jornada, os campeões da Europa não foram além de …

O "homem-milagre". Carteiro português esteve morto 21 minutos e acordou a caminho da morgue

Declarado morto pelos médicos, depois de ter tido um ataque cardíaco, e "ressuscitado" 21 minutos depois, quando já ia a caminho da morgue, o português João Araújo continua a ser conhecido como o "homem milagre" …

Um dos fármacos mais promissores para tratar o Alzheimer falha nos testes em humanos

Uma onda de choque instalou-se na comunidade de pesquisa sobre o Alzheimer na sexta-feira, depois que a empresa farmacêutica Biogen anunciou a suspensão - na fase final em humanos - dos testes com o fármaco …

Gerente de agência de viagens deixou 84 clientes em terra. Em tribunal, foi absolvida

Paula chegou a tribunal acusada de burla qualificada por ter deixado 84 clientes da agência de viagens que geria no Montijo com as férias ou viagens estragadas em agosto de 2016. Chegou a ser detida …

Italiana de 91 anos distinguida pelos seus feitos na II Guerra Mundial. Aos 17 anos, salvou 38 pessoas

Gabriella Ezra, de 91 anos, vai receber a Estrela de Itália. O Estado decidiu homenageá-la depois de a embaixada italiana em Inglaterra, onde Gabriella vive, ter recebido uma carta do filho, Mark, de 65 anos, …

Moscovo enviou dois aviões com soldados e armamento para a Venezuela

Duas aeronaves russas aterraram no aeroporto de Caracas, este sábado, trazendo 100 soldados e 35 toneladas de armamento. As tropas chegaram sob supervisão do chefe do comando principal das forças terrestres russas, Vasilly Tonkoshkurov. A chegada …

Escolas retiram relógios analógicos das salas porque os alunos "não sabem dizer as horas"

As escolas estão a retirar os relógios analógicos das salas de aula porque os adolescentes não sabem ler a hora, disse um sindicato de professores do Reino Unido. Para remediar o problema e substituir os relógios …