Novo caçador de planetas passa pela Lua e capta 200 mil estrelas numa só imagem

NASA / MIT / TESS

Clique na imagem para a ver na íntegra

A imagem – de milhares de estrelas e, provavelmente, centenas de planetas – é apenas um teste das câmaras do novo caça-planetas da NASA.

O novo caçador de planetas da NASA, o TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite), está um passo mais perto de procurar novos mundos depois de concluir com sucesso um “flyby” lunar no passado dia 17 de maio.

A nave passou a cerca de 8000 quilómetros da Lua, o que proporcionou uma assistência gravitacional que ajudou o TESS a navegar em direção à sua órbita final.

Como parte do comissionamento das câmaras, a equipa científica captou uma exposição de dois segundos usando uma das quatro câmaras do TESS. A imagem, centrada na constelação do hemisfério sul de Centauro, revela mais de 200.000 estrelas. A orla da Nebulosa do Saco de Carvão está no canto superior direito e a brilhante estrela Beta Centauri é visível em baixo e para a esquerda.

Espera-se que o TESS cubra uma área do céu superior a 400 vezes o correspondente à imagem com as quatro câmaras durante a sua busca inicial de dois anos por exoplanetas. Uma imagem de qualidade científica, também referida como imagem de “primeira luz”, deverá ser divulgada em junho.

O TESS vai receber um impulso final de propulsores no dia 30 de maio para entrar na sua órbita científica em torno da Terra. Esta órbita altamente elíptica maximizará a quantidade de céu que o satélite pode visualizar, permitindo monitorizar continuamente grandes áreas do céu.

Espera-se que o TESS inicie as suas operações científicas em meados de junho, depois de atingir esta órbita e de completar as calibrações das câmaras.

Lançado a partir de Cabo Canaveral, no estado norte-americano da Flórida, no dia 18 de abril, o TESS é o próximo passo na busca da NASA por planetas para lá do nosso Sistema Solar, conhecidos como exoplanetas.

A missão observará quase todo o céu para monitorizar estrelas brilhantes e próximas em busca de trânsitos – quedas periódicas no brilho de uma estrela provocadas pela passagem de um planeta em frente da estrela. Espera-se que o TESS descubra milhares de exoplanetas.

O Telescópio Espacial James Webb da NASA, com lançamento previsto para 2020, fornecerá importantes observações de acompanhamento de alguns dos exoplanetas mais promissores descobertos pelo TESS, permitindo que os cientistas estudem as suas atmosferas.

// CCVAlg

PARTILHAR

RESPONDER

TAP escapa à nacionalização. Estado assume controlo com 72,5% da companhia

O Estado e os acionistas privados da TAP estão perto de chegar a acordo, devendo a companhia aérea escapar à nacionalização. Ainda não há fumo branco, mas o acordo sobre o futuro da TAP deverá …

Encontradas 115 crianças enterradas com moedas na boca na Polónia

Trabalhadores que construíam uma nova estrada na Polónia encontraram os restos de 115 corpos de crianças enterras com moedas na boca. Durante os trabalhos de construção de uma autoestrada em Jezowe, na Polónia, trabalhadores descobriram restos …

À frente de Figo, Futre e Ronaldo. Joelson é o terceiro mais novo de sempre a estrear-se pelo Sporting

O Sporting venceu esta quinta-feira na receção ao Gil Vicente, por 2-1, no jogo de encerramento da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol. A partida marcou também a estreia do jovem extremo Joelson …

Austrália pondera dar refúgio a quem abandone Hong Kong

O primeiro-ministro australiano disse esta quinta-feira que o Governo está a ponderar dar refúgio aos residentes de Hong Kong que desejem abandonar a ex-colónia britânica devido à nova lei de segurança nacional imposta por Pequim. Scott …

Vieira ainda sonha com Jesus (e a Libertadores pode ajudar no regresso)

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, não desistiu de voltar a colocar Jorge Jesus no comando técnico da equipa da Luz e, caso a Taça dos Libertadores não seja realizada, o regresso do treinador …

Marta Temido garante que não há descontrolo em Lisboa (mas assume falhas)

Em entrevista à RTP, a ministra da Saúde garantiu que não há "descontrolo" na evolução da pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, mas sublinhou que se trata de uma "situação de sobressalto, …

A genética ajuda a determinar o quão afetuosas são as mulheres (mas não os homens)

A genética desempenha um papel importante no nível de afetividade das mulheres, mas o mesmo não acontece entre os homens, concluiu uma nova investigação científica levada a cabo com gémeos. Na nova investigação, recentemente publicada …

Prémio para profissionais do SNS é "uma esmola". "Mais valia terem estado quietos"

Ana Rita Cavaco, bastonária da Ordem dos Enfermeiros, diz que a proposta que prevê prémios e mais férias para os profissionais de saúde é uma "afronta" para enfermeiros. Para a bastonária da Ordem dos Enfermeiros, a …

Tempo de espera para entrega de cartão de cidadão pode chegar a cinco meses

Para fazer o levantamento do cartão de cidadão é preciso fazer marcação e há balcões que só têm disponibilidade para entregar o documento no final do ano. De acordo com a edição desta quinta-feira do …

Físicos explicam por que as mudanças do campo magnético da Terra são mais fracas no Pacífico

Uma nova investigação levada a cabo por físicos da Universidade de Alberta, no Canadá, apresenta uma explicação para o facto de as mudanças no campo magnético da Terra serem mais fracas na região do Pacífico. …