NASA confirma que “objeto espacial misterioso” é foguetão dos anos 60

Nasa

Centauro de 1964, antes de ser lançado

A NASA confirmou esta quarta-feira que um objeto espacial (até então conhecido como ‘2020 SO’) é afinal um impulsionador de foguetes Centauro da década de 1960 que já tinha feito várias órbitas próximas à Terra desde que foi lançado, há mais de 50 anos.

De acordo com a Interesting Engineering, o ‘2020 SO’ foi descoberto pela primeira vez em setembro por astrónomos que estavam à procura de asteroides próximos da Terra, usando o telescópio Pan-STARRS1 em Maui, no Havai.

Na altura, o objeto atraiu o interesse da comunidade científica devido ao seu tamanho e órbita incomum, mas uma análise mais aprofundada revelou que terá tido origem na Terra e que se aproximou várias vezes do nosso planeta ao longo das décadas.

Depois de comparar os dados recentes com os de missões anteriores realizadas pela NASA, Paul Chodas, diretor do Centro de Estudo de Objetos Próximos da Terra (CNEOS, na sigla em inglês), concluiu que o ‘2020 SO’ pode ser parte do foguetão Centauro usado na missão Surveyor 2 de 1966, daquela agência espacial à Lua.

Agora, observações espetroscópicas do objeto espacial no Havai confirmaram que é, na verdade, o foguetão propulsor do Centauro de 1966.

“Foi um objeto difícil de caracterizar”, explicou Vishnu Reddy, chefe da equipa de observação espacial da NASA.

“Conseguimos obter observações coloridas com o Grande Telescópio Binocular que sugeriram que o ‘2020 SO’ não era um asteroide“, acrescentou, explicando que também não mostraram uma combinação perfeita com o aço usado no Centauro.

No entanto, Reddy e sua equipa perceberam que a discrepância desses dados pode ser causada pelo facto de a comparação ter sido feita com o aço de laboratório, e não aquele que foi exposto às duras condições do espaço durante 54 anos.

“Sabíamos que, se quiséssemos comparar maçãs com maçãs, precisaríamos de obter dados espectrais do outro impulsionador de foguetão Centauro que está na órbita da Terra há muitos anos, para ver se correspondia ao espectro do ‘2020 SO’“, disse Reddy.

“Por causa da elevada velocidade com que os propulsores Centauro viajam pelo espaço, sabíamos que seria extremamente difícil obter um conjunto de dados sólido e confiável”, explicou.

A equipa da NASA conseguiu, no entanto, observar outro impulsionador do foguetão Centauro de 1971 e, com os novos dados, concluiu que o ‘2020 SO’ também era um impulsionador de foguetões.

Mas, afinal, qual será a trajetória do ‘2020 SO’?

A agência espacial americana diz que a abordagem mais próxima à Terra aconteceu no dia 1 de dezembro de 2020 e que o ‘2020 SO’ permanecerá dentro da esfera de domínio gravitacional da Terra – que corresponde a, aproximadamente, 930 mil milhas (1,5 milhares de quilómetros) – até que volte para uma órbita em torno do Sol em março de 2021.

Os astrónomos continuarão a fazer observações do ‘2020 SO’ para recolher dados e, no futuro, serem capazes de distinguir mais facilmente objetos feitos pelo homem de asteroides.

  ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Recorde: Palmeiras de Abel rematou... 36 vezes num jogo

Um "massacre" da equipa de Abel Ferreira, que conseguiu uma vitória difícil contra o Sport. O Palmeiras prolongou a série positiva no Brasileirão. A equipa de Abel Ferreira chegou à terceira vitória consecutiva no campeonato, levando …

A vitória em Barcelona deve ajudar...a bilheteira do Real Madrid

O máximo que o Santiago Bernabéu registou nesta época foi 24 mil espectadores. Com condicionantes. O renovado Estádio Santiago Bernabéu já acolheu três jogos do Real Madrid nesta temporada mas muitas cadeiras ficaram vazias. O mítico palco …

Mais três mortes e 829 novos casos por covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal conta mais mais 1284 recuperados. A maioria dos novos casos são em Lisboa e Vale do Tejo e no Centro. Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais três mortes e 829 casos de infecção pelo …

Operação Marquês. Relação de Lisboa obriga Ivo Rosa a admitir o recurso do MP e a ficar com os autos da não pronúncia

O Tribunal da Relação de Lisboa decidiu que o juiz de instrução criminal tem de continuar a ser responsável por parte do megaprocesso da Operação Marquês, contra a vontade do magistrado. O Tribunal da Relação de …

OE2022: Catarina Martins diz que Governo “talvez queira” uma crise política

A coordenadora do BE, Catarina Martins, acusou hoje o PS de não querer uma solução para o Orçamento do Estado, considerando que o Governo “talvez queira” uma crise política e eleições antecipadas, o que será …

Nova maternidade de Gaia entra em funcionamento em janeiro de 2022

Vila Mova de Gaia está prestes a ter uma nova maternidade. Espera-se que as obras fiquem concluídas em dezembro deste ano. O funcionamento deverá ter início em janeiro de 2022. Rui Guimarães, presidente do Conselho de …

Teste à covid-19

Investigadores descobrem marcador biológico que antecipa prognóstico de covid-19

Um grupo internacional de investigadores no qual estiveram envolvidos especialistas da Fundação Champalimaud descobriu um marcador biológico com potencial para dar prognóstico da gravidade da covid-19, com a deteção do marcador a resultar de um …

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Nem as regiões autónomas são boia de salvação. PSD Açores e PSD Madeira contra OE2022

As regiões autónomas têm historial de votar de forma diferente o Orçamento do Estado, caso seja essa a indicação da comissão política regional e se houver ganhos para a região. Desta vez, parece não ser …

Vulcão, La Palma

Mais lava em movimento. Vulcão de La Palma abre nova boca eruptiva

Um novo desabamento do cone do vulcão de La Palma (Canárias) está a fazer com que uma grande quantidade de lava se desloque, principalmente em direção ao oeste, sobre o fluxo primário de lava. Durante as …

Espanha propõe "solução revolucionária" para baixar preço da luz (e pode beneficiar Portugal)

"Tempos excepcionais exigem medidas excepcionais". É desta forma que Espanha vai propor à Comissão Europeia, na reunião extraordinária desta terça-feira, uma "solução revolucionária" para acabar com a escalada de preços na energia. E os portugueses …