/

NASA desmente que “vai anunciar brevemente” descoberta de vida extraterrestre

(dr) Universal Studios

Imagem retirada do filme E.T., de 1982, do realizador Steven Spielberg

Thomas Zurbuchen, administrador associado e director científico da NASA, clarificou esta segunda-feira nas redes sociais que a agência espacial norte-americana “não tem nenhum anúncio pendente” sobre a descoberta de vida extraterrestre.

Num post publicado esta segunda-feira no Twitter, Thomas Zurbuchen diz que “ao contrário de algumas notícias, não há nenhum anúncio pendente da NASA sobre vida extraterrestre.

A notícia foi inicialmente adiantada pelo grupo Anonymous, segundo o qual a NASA se estaria a preparar para “anunciar em breve a descoberta de vida extraterrestre“.

Num vídeo publicado no seu site anonews, o grupo de hacktivistas alega que a NASA estaria prestes a presentear a humanidade com um anúncio importante sobre o assunto, baseando-se na série de descobertas recentemente feitas pela agência espacial.

Em abril deste ano, durante um congresso, Thomas Zurbuchen recordou à audiência os recentes avançosda NASA, como a descoberta de hidrogénio no sexto maior satélite de Saturno, e os resultados da observação de oceanos na lua Europa, de Júpiter, e assegurou que esses “descobrimentos apresentam potencial de vida alienígena“.

“Tendo em conta as atividades e missões que levamos a cabo e que procuram especificamente provas de vida extraterrestre, estamos prestes a fazer um dos descobrimentos mais profundos e sem precedentes da história”, disse na altura o professor e director da NASA.

O grupo Anonymous pegou nessas declarações e decidiu “anunciar” que vinha aí a declaração oficial de que a NASA tinha descoberto vida extraterrestre inteligente. Mas isso não vai acontecer. Pelo menos para já.

Segundo diz Zurbuchen no Twitter, apesar de “até agora não ter sido descoberta vida extraterrestre”, há projetos ambiciosos a trabalhar ativamente na missão de responder a uma velha questão: estamos sozinhos no Universo?

Porém, depois de décadas de investigação na área, estes grandes projetos internacionais como a iniciativa Breakthrough Initiatives ou o instituto SETI, apenas conseguiram mostrar que para já, tudo indica que estamos mesmo sozinhos.

(dr) giphy

-

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.