Os narcisistas podem ser irritantes, mas são mais bem-sucedidos

Os narcisistas podem ser pessoas irritantes que procuram constantemente chamar à atenção, mas são também mais propensos a ter sucesso, de acordo com um novo estudo internacional. 

Mesmo que os seus traços de personalidade possam parecer negativos, os cientistas acreditam que a crença de superioridade dos narcisistas lhes dá uma espécie de “resistência mental” que não lhes permite desistir.

Uma equipa internacional de pesquisadores diz que os narcisistas tendem a destacar-se em áreas como educação, trabalho e vida sentimental. O seu “elevado sentido de autoestima”, dizem, assegura-lhes uma grande auto-confiança.

Para os psicólogos, o narcisismo é um dos três traços “sombrios” das personalidades “malévolas”. A este traço junta-se a psicopatia e o maquiavelismo, tendendo os narcisistas a ser egocêntricos, vaidosos e carentes de admiração alheia.

Segundo Kostas Papageorgiou, da universidade Queen’s de Belfast, no Reino Unido, a pesquisa mostra que os narcisistas são frequentemente bem-sucedidos socialmente, não se deixando intimidar pela rejeição e o seu desejo por atenção pode torná-los “encantadores” e altamente motivados.

Deixando de lado a moralidade social convencional e focando apenas no sucesso, o “narcisismo pode parecer um traço muito positivo“, diz o psicólogo. “Se és um narcisista, acreditas firmemente que és melhor do que ninguém e que mereces uma recompensa”, acrescenta.

Este traço pode ser insuportável para todos os que rodeiam os narcisistas, mas Papageorgiou acredita que este tipo de autoconfiança sem limites também está ligada à capacidade de ser “mentalmente forte” e disponível para “abraçar desafios”.

Eu, eu e eu

De acordo com o psicólogo, o “poder” do narcisismo está atualmente à vista do público: o comportamento prevaleceu na cultura popular e está também presente nas redes sociais, na televisão em tempo real ou na política.

Papageorgiou faz parte de uma equipa de investigadores que incluiu académicos da Goldsmiths, da Universidade de Londres, do King’s College, da Universidade do Texas em Austin e da Universidade Metropolitana de Manchester. Os resultados foram publicados no passado mês de abril na Science Direct.

A equipa de investigadores usou o desempenho de jovens em exames do Ensino Secundário para demonstrar como os narcisistas conseguiam superar pessoas com mais capacidades.

Através de uma amostra de mais 300 alunos identificados como narcisistas de uma escola secundária em Itália, os cientistas descobriram que os narcisistas tendem a obter melhores notas em provas do que seria esperado noutros testes de inteligência.

Os psicólogos disseram que – além de características como o egoísmo e a necessidade de dominar – estes narcisistas tinham altos níveis de resiliência e de determinação.

Concluindo: os narcisistas em estudo não eram mais inteligentes, mas eram mais confiantes e assertivos. E, desta forma, conseguiam ultrapassar outros alunos que teriam maiores capacidades.

Mais atraentes

Segundo Papageorgiou, os narcisistas carregam o seu sentido de superioridade de forma a obter vantagens para a escola, universidade, trabalho – e até mesmo para o romance.

“Os narcisistas são bastante carismáticos. Se passarmos muito tempo a tentar ser charmosos e a persuadir outras pessoas, isso pode tornar-nos mais atraentes”, explica.

Para o psicólogo, é possível que haja um elemento evolutivo a contribuir para o aumento do narcisismo. Os narcisistas tendem a ter mais parceiros sexuais, acabando por transmitir mais os seus genes. Papageorgiou diz que cerca de 60% do narcisismo é herdado, sendo o resto moldado pelo ambiente.

Os narcisistas podem ser “absolutamente destrutivos para quem os rodeia”, mas não há nada de inevitável nisso, podendo as pessoas com estes traços limitar o impacto do seu caráter nos outros. “Podemos controlar estes traços, em vez de deixar que estes traços nos controlem”, explicou.

O pesquisador conclui que os traços de personalidade não devem ser vistos como “bons ou maus”, mas como “produtos da evolução” e “expressões da natureza humana“.

ZAP // BBC

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O que deve ser posto em causa, e referindo-me directamente ao título da notícia, são os critérios de “bem sucedido”. O que se entende por uma pessoa bem sucedida? O que é o objectivo da existência humana? O que é que dá sentido à vida de uma pessoa?

    Será destruir os outros para proveito próprio? Será o individualismo puro e duro? Não será antes o reconhecimento colectivo e social das virtudes de uma pessoa, a definição correcta de sucesso? Não deve ser o bem que uma pessoa faz à sua comunidade, a verdadeira medida do seu sucesso? E não deve ser portanto a comunidade, a avaliadora desse seu sucesso?

    Se por pessoa bem sucedida, entendemos uma pessoa que fica ela própria e apenas ela, contente com os resultados do que faz, em desconecção ou deterimento do bem comum… Então somos desde logo nós que estamos a mostrar ter uma noção manifestamente podre do que é “sucesso”. Ninguém deveria reconhecer “sucesso” em pessoas assim e estamos a funcionar mal em sociedade e em cidadania, se o fazemos.

    Se calhar é o que invejamos para nós, ao elogiarmos tal comportamento… Digo eu.

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …