Não vai haver apresentador nos Oscars. É a primeira vez em três décadas

Após complicações com o ator Kevin Hart, a cerimónia dos Oscars de 2019 irá decorrer sem apresentador, algo que não acontecia desde 1989.

De acordo com a revista Variety, a entrega de prémios irá sofrer uma enorme reinvenção, recorrendo a várias celebridades para conduzir o evento, ao invés de se concentrar num único anfitrião.

Segundo adiantou uma fonte envolvida na organização, este novo formato será composto por vários segmentos cómicos e momentos musicais, protagonizados por possíveis nomeados como Lady Gaga, Dolly Parton e Kendrick Lamar.

A razão para esta drástica mudança, a pouco mais de um mês da cerimónia, deve-se à desistência do até então apresentador Kevin Hart, no seguimento de várias críticas relativas a tweets homofóbicos publicados pelo próprio em 2008.

O apoio de Ellen DeGeneres

Ellen DeGeneres, anfitriã do evento no passado, surgiu em defesa de Hart no seu talk-show, afirmando que o perdoava e que tentou contactar a Academia para este manter a sua posição como apresentador da cerimónia.

Na mesma edição de The Ellen Show, Kevin Hart mostrou-se bastante descontente com toda a polémica, pois nada mais era do que um “ataque malicioso” ao seu caráter.

“Isto não foi um acidente. Isto não foi uma coincidência. Não foi coincidência o facto de um dia depois de aceitar o trabalho, tweets de 2008 terem emergido de alguma maneira. Isto é um ataque, é um ataque ao meu caráter, é um ataque para acabar comigo, não é só um ataque para parar os Oscars”.

Apesar da desaprovação do público, Hart recusou um pedido de desculpas. “Eu não vou continuar a recuar a tempos passados que já ultrapassei. Agora estou numa altura completamente diferente da minha vida”, revelou o ator num vídeo para o Instagram, “Eu vou ser eu próprio. Eu vou defender-me”.

Momentos depois Kevin Hart desistiu de apresentar os Oscars e desculpou-se via Twitter aos membros da comunidade LGBT.

“Tomei a decisão de não apresentar os Oscars deste ano… isto deve-se ao facto de eu não querer ser uma distração numa noite que deve ser celebrada por imensos artistas talentosos. Quero sinceramente pedir desculpa à comunidade LGBT pelas minhas palavras insensíveis no passado”.

A cerimónia dos Oscars está marcada para dia 25 de fevereiro. A renovação do evento surge em boa altura, tendo em conta que a última edição dos prémios apenas foi vista por 26,5 milhões pessoas, a audiência mais baixa de sempre.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …

DGS aconselha grávidas e bebés vegetarianos a tomarem suplementos

A Direção-geral da Saúde recomenda suplementos de vitaminas e minerais para bebés e grávidas com alimentação vegetariana e lembra que a dieta não omnívora no primeiro ano de vida deve estar sempre sob supervisão médica. "A …

Entre os boletins de voto dos emigrantes, também há cheques e contas da luz

Para exercer o seu direito de voto, os eleitores portugueses residentes no estrangeiro deveriam enviar de volta para Portugal a documentação que receberam em casa – um envelope verde com o boletim de voto, dentro …

Ryanair despede 432 trabalhadores em Espanha

A companhia aérea irlandesa Ryanair confirmou esta quarta-feira a sua intenção de despedir em Espanha 432 trabalhadores das suas bases de Girona e Canárias, 327 tripulantes de cabine e 105 pilotos, informou o sindicato USO. Num …

Eleições em Moçambique. Dados preliminares dão vitória a Nyusi

Segundo as projeções de resultados da Sala da Paz, de acordo com valores “preliminares” baseados na leitura dos editais pelos seus observadores, o atual Presidente moçambicano e candidato da Frelimo, Filipe Nyusi, terá sido reeleito …

"Quem acusou Sócrates tem de provar. Se não provar tem de ser punido"

O ex-Presidente brasileiro, Lula da Silva, defende punição de procuradores da Operação Marquês, caso a acusação contra José Sócrates seja arquivada. Esta terça-feira, em entrevista à RTP, Lula da Silva defendeu a punição dos procuradores que …

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …