“Não queremos mais Gabrielas”. Um mês depois do assassinato, manifestantes voltam a sair à rua em Braga

António Pedro Santos / Lusa

Um mês depois de Gabriela Monteiro ter sido morta à frente do tribunal de Braga pelo marido, que confessou tê-la ferido com uma arma branca, o movimento “Mulheres de Braga” anuncia uma manifestação no domingo “pelas outras Gabrielas”.

O grupo surgiu dias depois da vigília organizada na própria noite pelo Theatro Circo, local onde a vítima trabalhava. Gabriela “não é que se tenha tornado um símbolo, mas foi o pavio”, explica Emília Santos, porta-voz do “Mulheres de Braga”.

Uma semana depois da morte de Gabriela, o grupo reuniu mais de uma centena de mulheres na segunda vigília em Braga em homenagem à vítima. Com o objetivo de “as mulheres partilharem as suas histórias e desabafarem”, o crescimento foi rápido. Em quatro dias, tinham já reunido mais de sete mil mulheres na página de Facebook. Hoje, passado um mês, são mais de 14 mil as mulheres de todo o país que o compõem, de acordo com o Observador.

Primeiro era um cantinho para desabafos de mulheres que estão presas, que não conseguem falar com a família e têm-nos ali. Depois, como cresceu, decidimos iniciar um apoio mais formal, encaminhá-las com a ajuda das associações que se juntaram a nós”, reforça a porta-voz do movimento, Emília Santos.

No domingo são esperadas mais de uma centena de mulheres nas ruas de Braga. Emília garante que já está confirmado que pessoas vindas de várias cidades do país também vão estar presentes.

Nesse dia será também lançada uma petição para que alguns aspetos legislativos relacionados com violência doméstica sejam alterados.

Emília Santos disse ao Observador que se pretende introduzir nas escolas “uma disciplina obrigatória desde o pré-escolar, dada por alguém formado e especializado para os abusos sexuais e para as agressões”. O movimento pretende igualmente que nas autarquias ou nos postos das forças policiais seja providenciado um gabinete de apoio à vítima 24 horas por dia com possibilidade de proteção imediata à vítima depois da queixa, dando como exemplo o mau funcionamento destas infraestruturas na cidade de Braga.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Marcelo assinala 75 anos da ONU com a frase que veio "mudar o mundo para sempre"

O Presidente da República apelou hoje ao compromisso de todos para com a ONU, 75 anos depois da sua criação. Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que isso se torna ainda mais urgente com as consequências …

Pelo menos 270 baleias piloto estão encalhadas na Tasmânia. Austrália já lançou operação de resgate

Cerca de 270 baleias piloto ficaram encalhadas numa área remota da ilha da Tasmânia, no sul da Austrália, e três baleias corcundas conseguiram encontrar o caminho do mar após permanecerem num rio infestado de crocodilos …

Academia de Alcochete passa a chamar-se Academia Cristiano Ronaldo

A Academia do Sporting vai passar a ter o nome de Cristiano Ronaldo, futebolista formado no clube, como forma de homenagear o “melhor jogador português de todos os tempos”, anunciou esta segunda-feira o emblema lisboeta. “O …

Desemprego volta a aumentar. Há 409 mil inscritos nos centros de emprego

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego aumentou 34,5% em agosto em termos homólogos e 0,5% face a julho, segundo dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo …

"Exercício de poder político brutal". Biden critica substituição no Supremo antes das presidenciais

O candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, afirmou hoje que substituir a juíza Ruth Bader Ginsburg no Supremo antes das eleições presidenciais é um "exercício de poder brutal" e apelou aos republicanos moderados para …

DGS vai recomendar uso de máscara no exterior quando não houver distanciamento

A DGS vai recomendar o uso de máscara em espaços exteriores movimentados quando não for possível garantir o distanciamento social, disse esta segunda-feira a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, em conferência de imprensa. "Vai sair …

Crianças com cancro devem ir à escola por não terem riscos acrescidos, diz IPO

As crianças com cancro devem ir à escola por não terem riscos acrescidos de contrair o novo coronavirus na generalidade dos casos, esclareceu, esta segunda-feira, o Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa. "Neste momento, não …

Estados Unidos. Pais deixam filho na escola sabendo que tinha covid-19

Um estudante infetado com covid-19 foi levado para a escola pelos pais em Massachusetts, nos Estados Unidos. Como resultado, 28 estudantes ficaram de quarentena. Os pais de um aluno de uma escola do estado norte-americano de …

Bale assume que Mourinho foi uma das principais razões para voltar ao Tottenham

O internacional galês admitiu que o treinador português foi uma das principais razões que o fez voltar ao Tottenham. Em entrevista à estação televisiva britânica BT Sport, conduzida pelo antigo avançado Peter Crouch, Gareth Bale afirmou …

Portugal regista 623 novos casos e oito óbitos. Lisboa com 70% das novas infeções

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais oito mortos relacionados com o novo coronavírus (covid-19) e 623 novos casos de infeção, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). No que respeita a novos casos, deu-se um …