Não lavar as mãos depois de defecar é mais perigoso do que comer frango mal passado

Não lavar as mãos depois de ir à casa de banho pode ser mais perigoso do que comer frango mal passado. É provável que a transmissão de E. coli seja mais comum através de partículas fecais do que propriamente de alimentos mal cozinhados.

Uma sanita é uma ambiente prolífero para germes, micróbios e até mesmo bactérias como a E. coli e salmonela. Por vezes, as pessoas menosprezam a necessidade de lavar as mãos depois de ir à casa de banho. No entanto, saiba que isso pode ser mais perigoso do que comer frango mal passado, diz um novo estudo.

Por muito cuidado que se tenha, até a própria descarga ou a maçaneta da porta podem ter bactérias perigosas para a nossa saúde. Apesar da importância da higiene nas casas de banho, apenas 67% das pessoas lava as mãos depois de defecar, segundo o Tech Explorist.

Comida mal passada é o menor dos seus males no que toca à possibilidade de transmissão de E. coli — deve mesmo preocupar-se com a higiene na casa de banho.

Até ao momento, não se sabia se a E. coli resistente a antibióticos era transmitida através de alimentos ou passada de pessoa para pessoa. Para perceber isto, a equipa de cientistas sequenciou os genomas da E. coli segura.

Através dos resultados encontraram semelhanças nas estirpes de E. coli de sangue, fezes e amostras de esgotos. Em contrapartida, encontraram uma grande exclusividade nas amostras de E. coli da carne de frango, gado e lama de animais.

“As infeções causadas pela bactéria ESBL-E. coli são difíceis de tratar. Elas estão a tornar-se mais comuns na comunidade e nos hospitais. As taxas de mortalidade entre as pessoas infetadas com essas estirpes de superbactérias são o dobro das pessoas infetadas com estirpes tratáveis”, explicou o autor do estudo, David Livermore.

Além disso, o especialista notou que a grande maioria das estirpes que causam infeções humanas “não provêm da ingestão de frango ou de qualquer outra coisa na cadeia alimentar”. Como tal, acredita que a forma de transmissão mais comum é de humano para humano, através de partículas fecais.

“Precisamos de continuar a cozinhar bem o frango. Existem muitas bactérias importantes que causam intoxicação alimentar, incluindo outras estirpes de E. coli, que são encontradas na cadeia alimentar. Mas aqui é muito mais importante lavar as mãos depois de ir à casa de banho”, notou Livermore.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. É espantoso! A ser verdade, 1/3 da população não lava as mãos depois de ir á casa de banho fazer as suas necessidades fisiológicas.
    Pessoalmente acho incrivel que depois de tantos estudos e evidências sobre a importância, absolutamente fundamental, de lavar as mãos depois de ir ao wc, uma atitude tão simples mas das mais eficazes para evitar problemas de saude, sendo até um dos elementos preventivos centrais e de maior importância nas politicas de saude publica, haja tanta gente a ignorar a importância dum gesto de higiene tão básico e elementar.

  2. como é possível em pleno século XXI não lavarem as mãos depois de defecarem? Não estamos na Idade Média

A Cybertruck de Musk poderá ser "incrivelmente barata" de produzir

A Cybertruck de Elon Musk, CEO da Tesla e da Space X, pode ser "incrivelmente barata" de produzir graças à sua inovadora tecnologia de carroçaria, afirmou um especialista em entrevista à Autoline Network. O engenheiro Sandy …

Novo estudo associa o burnout a uma consequência fatal

Uma nova investigação associa o burnout a um aumento de até 20% no risco de desenvolver fibrilhação auricular, a arritmia crónica mais frequente. O burnout é uma perturbação psicológica causada pelo stress excessivo devido a uma …

Pinto da Costa diz ter total confiança em Sérgio Conceição

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, garantiu que tem "total confiança nos jogadores e no treinador", Sérgio Conceição, que no sábado colocou o lugar à disposição, de acordo com a newsletter oficial dos …

Isabel dos Santos utilizou três identidades para entrar e sair de Portugal

A empresária angola Isabel dos Santos utilizou três documentos de identificação distintos durante as últimas viagens que fez entre Portugal e o Reino Unido. "Izabel Dosovna Kukanova", "Isabel José dos Santos" e "Santos Isabel" foram as …

Voar nunca foi tão seguro, garante a Estatística

Voar em companhias áreas comerciais nunca foi tão seguro, garante um estudo levado a cabo por um professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) que monitoriza o número de mortes de passageiros de todo o …

Coronavírus já provocou 56 mortes. China começa a desenvolver vacina

China começou a desenvolver uma vacina contra o novo coronavírus, que já provocou a morte a 56 pessoas e infetou 1.975 pessoas no país, informa este domingo o jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). De …

Portugueses vencem "Óscares" de animação em Los Angeles

O filme “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias” da realizadora portuguesa Regina Pessoa, venceu este domingo o prémio de Melhor Curta Metragem e Sérgio Martins venceu a Melhor Direção de Animação em Longa Metragem, pelo …

Juiz Neto de Moura muda nome com que assina acórdãos

O juiz Neto de Moura, envolvido em algumas decisões polémicas sobre violência doméstica, alterou o nome com que assina os acórdãos, avança o Jornal de Notícias na sua edição impressa deste domingo. De acordo com …

Violenta tempestade faz pelo menos 30 mortos em Minas Gerais

A violenta tempestade que desde quinta-feira assola o estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil, já provocou pelo menos 30 mortos e 17 desaparecidos, anunciou este domingo a Proteção Civil. De acordo com o novo balanço, …

Descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham

Foram descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham usando as suas barbatanas. Ao todo são já conhecidas nove espécies deste tipo de tubarões. Investigadores encontraram tubarões que caminham nas águas do norte da Austrália e …