Nanotecnologia pode diagnosticar covid-19 e medir o risco de morte

Jean-Christophe Bott / EPA

Uma plataforma de assistência médica que utiliza nanopartículas ou levitação magnética pode diagnosticar a infeção pelo novo coronavírus e avaliar o risco de morte do paciente, sugerem cientistas.

“Esta tecnologia seria útil não apenas para proteger os centros de saúde de sobrelotação, mas também poderia impedir uma grave escassez de recursos, minimizar as taxas de mortalidade e melhorar a gestão de futuras epidemias e pandemias“, diz Morteza Mahmoudi, professor assistente do departamento de radiologia da Faculdade de Medicina Humana da Michigan State University.

A composição de fluidos biológicos, como lágrimas, saliva, urina e plasma varia de acordo com o estágio da doença, razão pela qual uma tecnologia deste género poderia ser bastante útil.

O fluido biológico de um paciente seria introduzido numa pequena coleção de nanopartículas. A superfície única da partícula recolhe proteínas, lípidos e outras moléculas dos fluidos num padrão que Mahmoudi se refere como coroa biomolecular.

“Ao analisar a composição das coroas na superfície de pequenas partículas, juntamente com abordagens estatísticas, a plataforma pode fornecer um padrão de ‘impressão digital’ para pacientes que podem estar em risco de morte após serem infetados pela covid-19″, diz Mahmoudi, citado pela Futurity.

Isto seria altamente benéfico no combate à pandemia, já que é uma tecnologia simples, que facilmente pode ser implementada nas unidades de tratamento de covid-19. Além disso, não seria necessário realizar os habituais testes.

“A plataforma proposta pode produzir um sistema ótico sensível e fácil de usar para identificar com precisão pacientes infetados com covid-19 com alto risco de morte”, acrescenta o especialista. Um estudo foi recentemente publicado na revista científica Molecular Pharmaceutics.

Outras das propostas feitas por Mahmoudi é uma tecnologia inspirada num recente avanço científico na levitação magnética à base de nanopartículas. Assim como a coroa biomolecular, o método inovador formava bandas distintas que criavam padrões únicos e confiáveis, úteis para identificar o estágio da infeção.

Mahmoudi está confiante nas capacidades de diagnóstico da tecnologia para pacientes com alto risco de morte por covid-19.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Relatório do Novo Banco estilhaça PSD. Pinto Luz sai em defesa de Passos Coelho e critica Rui Rio

Esta quarta-feira, Miguel Pinto Luz, vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais, deixou duras críticas ao atual líder do PSD depois de o partido ter aprovado o relatório que acusa o Governo de Pedro Passos Coelho …

Cientistas "encontraram" a válvula de Nikola Tesla nos intestinos de tubarões

Cientistas descobriram que os intestinos de tubarões funcionam de forma semelhante à famosa válvula unidirecional de Nikola Tesla, criada há mais de 100 anos. Pela primeira vez, cientistas fizeram exames 3D de intestinos de tubarão para …

Recolher obrigatório, limitação horária nos restaurantes e restrições por concelho podem acabar hoje

Na reunião de terça-feira no Infarmed, os peritos concluíram haver condições para começar a aliviar algumas das medidas restritivas em vigor. Em Conselhos de Ministros, que se irá realizar hoje, o Governo irá definir novas …

Alerta de tsunami no Alasca depois de sismo de magnitude 8.2

A península do Alasca, a oeste dos Estados Unidos, foi atingida por um sismo de magnitude 8.2 na noite de quarta-feira (7h15 de quinta-feira em Lisboa) e já foi lançado um alerta de tsunami na …

Conselho de Ministros reúne-se para discutir próximos passos no desconfinamento

O Conselho de Ministros reúne-se esta quinta-feira para decidir os próximos passos no processo de abertura do país, dois dias depois de especialistas terem sugerido a evolução das medidas de restrição de acordo com a …

Capacete magnético mostra-se eficaz na redução de tumor cerebral

O diagnóstico de um cancro é sempre complicado, mas há partes do corpo onde a presença da doença pode ser mais ameaçadora. É o caso do glioblastoma, um tipo de cancro cerebral, que se não …

Engenheiros japoneses fizeram levitar objectos com "armadilha acústica"

Engenheiros japoneses descobriram uma forma de fazer pequenos objectos levitar usando apenas ondas sonoras, o que pode ser um passo importante para a tecnologia. A engenharia biomédica, o desenvolvimento de farmacêuticos e a nanotecnologia podem vir …

Juno fez a maior aproximação a Ganimedes das duas últimas décadas (e as imagens são de cortar a respiração)

A NASA divulgou, recentemente, um vídeo da sonda Juno a passar por Júpiter e Ganimedes, uma das suas luas. As imagens são de cortar a respiração. Juno visitou Ganimedes em junho. As imagens foram captadas no …

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …