Arménios de Nagorno-Karabakh temem que as suas igrejas medievais sejam destruídas

Matt Werner / Flickr

Catedral de Ghazanchetsots.

Os arménios deslocados de Nagorno-Karabakh temem que o seu rico património arquitetónico presente nas igrejas medievais seja destruído.

Uma guerra de seis semanas em Nagorno-Karabakh, uma região montanhosa no sul do Cáucaso, terminou a 9 de novembro, depois de a Rússia ter negociado um acordo de paz entre a Arménia e o Azerbaijão.

Sob o acordo, várias províncias de etnia arménia em Nagorno-Karabakh, que os arménios chamam de Artsakh, foram entregues ao Azerbaijão em novembro e dezembro.

Este é o último capítulo de um conflito que data de pelo menos um século. Em 1921, a União Soviética declarou Nagorno-Karabakh parte do Azerbaijão, apesar da sua maioria étnica arménia. Desde então, o território tem sido palco de manifestações massivas, acordos internacionais fracassados e uma guerra brutal de 1992 a 1994.

A tragédia humana foi devastadora. Só nas batalhas de 2020, mais de 5.000 soldados morreram e mais de 100.000 pessoas foram deslocadas. Embora a guerra tenha acabado, o rico património arquitetónico da região ainda está em risco.

Organizações de património temem que as numerosas históricas igrejas, mosteiros e lápides da região possam enfrentar danos ou destruição agora que estão fora das mãos dos arménios.

Danos a igrejas históricas

A guerra já tinha danificado muitos monumentos arménios. No outono, as ofensivas do Azerbaijão bombardearam a antiga cidade de Tigranakert, fundada no primeiro século a.C. pelo rei arménio Tigranes, o Grande.

Também danificou a histórica Catedral de Cristo o Salvador “Ghazanchetsots” em Shusha, uma das maiores catedrais arménias do mundo. Shusha, chamada de Shushi pelos arménios, é a capital cultural de Karabakh.

Depois de os soldados azeris assumirem o controlo da cidade, imagens online mostraram a sua catedral arménia do século XIX vandalizada com graffiti. Outra igreja próxima do século XIX, conhecida como Kanach Zham e dedicada a São João Batista, também parece ter sido danificada.

Nagorno-Karabakh constitui um capítulo notável na história da arte arménia por causa da sua antiguidade e da sua distinção visual e religiosa.

O Mosteiro de Amaras, no sudeste, foi fundado no século IV, quando a Arménia se tornou o primeiro país a fazer do cristianismo a sua religião nacional. É o local do túmulo de São Grigoris, neto de Gregório, o Iluminador, o padroeiro e evangelizador da Arménia. É também o local da primeira escola a usar a escrita arménia.

Escavações arqueológicas recentes mostram que este túmulo pode ser acessado pelo leste – bastante incomum na arquitetura tradicional de igrejas. Os estudiosos associam isto ao Santo Sepulcro em Jerusalém, o local da crucificação e do túmulo de Jesus.

Muitas outras igrejas em Nagorno-Karabakh são mais recentes, do século XIII ao XVIII, e incorporam pedras em forma de cruz, chamadas khachkars, nas suas paredes. Khachkars geralmente apresentam inscrições escritas em arménio que registam o nome do doador e membros da família.

Passado rico, mas um futuro incerto

Nagorno-Karabakh é o lar de várias tradições arquitetónicas. Existem cavernas e pinturas e gravuras rupestres pré-históricas, bem como túmulos e mesquitas islâmicas medievais e modernas, e pontes, fortalezas e palácios.

Mas as organizações de património, museus, académicos, jornalistas e líderes religiosos estão mais preocupados com o destino do vasto número de monumentos cristãos arménios que representam as populações indígenas arménias – e que podem sofrer exatamente por esse motivo.

Investigadores temem que os monumentos possam enfrentar o mesmo destino que os sítios arménios localizados no enclave azeri de Nakhchivan, onde soldados demoliram milhares de khachkars entre 1997 e 2007.

PARTILHAR

RESPONDER

Partido de Le Pen desviou 6,8 milhões de fundos europeus, segundo jornal francês

O partido francês de extrema-direita União Nacional (RN, sigla original), liderado por Marine Le Pen, terá desviado 6,8 milhões de euros de fundos do Parlamento Europeu, revela este domingo um inquérito policial noticiado pelo Le …

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …

Morreu o prefeito de São Paulo que venceu a covid-19, mas que perdeu a batalha para o cancro

O prefeito da cidade brasileira de São Paulo, Bruno Covas, morreu este domingo, aos 41 anos, vítima de cancro, segundo a imprensa brasileira e várias personalidades que nas redes sociais têm lamentado a sua morte. Bruno …

China não está a conseguir macacos de laboratório suficientes para responder à procura da comunidade científica

A proibição do comércio de animais selvagens e o crescimento da investigação científica estão a causar uma escassez de macacos de laboratório na China. A oferta cada vez menor de macacos de laboratório, amplamente usados em …

Câmara do Porto recusa hastear bandeira LGBT no dia contra a homofobia

A Câmara Municipal do Porto recusou hastear a bandeira LGBTI+ na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, data em que se assinala o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. Segundo o Público, a autarquia …

E se fosse possível passar um mês no Palácio de Buckingham? O preço não seria para qualquer bolso

Viver num palácio pode ser o sonho de muitos, mas não é para a carteira de qualquer um. Agora, já se sabe quanto custaria alugar, durante um mês, uma das casas reais mais conhecidas da …

Cavaco Silva considera que seria "chocante" PSD aprovar reforma das Forças Armadas

O ex-Presidente da República defende que é "um erro grave" a reforma das Forças Armadas que o ministro da Defesa pretende fazer, afirmando que seria para si "chocante" ver o PSD aprová-la. "Considero um erro grave …