“É o nosso muro da vergonha”. Leiria acusada de isolar bairro social com muro de dois metros

Câmara Municipal de Leiria

A autarquia de Leiria construiu um muro de dois metros de altura à volta de um bairro social, onde moram maioritariamente famílias de etnia cigana.

No Bairro Social da Integração habitam 47 pessoas, cujas 18 casas foram recentemente renovadas pelo município. De acordo com o Jornal de Notícias, o muro, que separa o bairro das vivendas e tapa a vista, está a gerar descontentamento entre os moradores.

“Dizem que nos temos de integrar na sociedade, mas construíram aqui um muro de Berlim. Deste lado, são os ciganos, dali são as vivendas. É o nosso muro da vergonha“, disse Sandra Mafra ao JN. “Sinto falta de ar”, contou a mãe, Júlia, que acrescentou que até fica “afrontada a olhar para isto”.

Além de isolar o bairro, o muro criou problemas ao nível da circulação automóvel, já que ocupa o espaço destinado às faixas de rodagem e “rouba” lugares de estacionamento. Além disso, com o muro a isolar o bairro do resto do município, existe apenas um caixote do lixo para 18 habitações.

Os habitantes do bairro, que são, na sua maioria, feirantes, queixa-se também do facto de o muro ser demasiado alto e as carrinhas onde transportam as roupas que vendem nas feiras e mercados roçarem no muro na zona da curva, onde já se veem marcas de tinta dos carros.

Confrontada pelo JN, a vereadora do Desenvolvimento Social da Câmara de Leiria, Ana Valente, disse que a construção do muro se prende com a “necessidade de definir os limites do terreno com os terrenos adjacentes”.

Segundo nota publicada pela autarquia no seu site, “o Muro não isola Pessoas. Ao contrário do que refere a notícia, não existem vivendas do outro lado do muro. O que existe é um terreno baldio florestal, que não oferece condições de segurança”.

ZAP //

PARTILHAR

32 COMENTÁRIOS

  1. Mas essas familias podem sempre construir uma casa delas em qualquer lado é só comprarem um terreno e pagarem do proprio bolso, pagarem a um arquiteto do proprio bolso, pagarem os encargos na camara, do proprio bolso, e depois pagam a um empreiteiro que construa a sua casa de sonho, e claro está: pagam a este ultimo tambem do proprio bolso..
    Mas se não quiserem ter tanta chatisse, podem sempre pesquisar na internet as inumeras casas para vender. Mas claro, vão ter que pagar por elas.

  2. “Cujas 18 casas foram recentemente renovadas pelo município”
    Coitados destes “cidadãos”, têm casas renovadas e tal mas e a vista? Agora por causa deste muro de Berlim ficaram sem a vista. Isto lá são condições para um ser humano?
    Vá vejam lá se este município deita este muro a baixo e lhes constrói um parquezinho de merendas também.
    Eles bem merecem em vez daquela escória que anda prai a trabalhar e pagar impostos.

  3. Este caso não conheço mas a minha urbanização ((Vale de Lobos) aqui em Leiria tem a entrada feita com uma via estreita que só dá para se cruzarem os carros, numa curva e com um desnível acentuadíssimo e que se agravou com a instalação nessa entrada duma escola.
    Também não temos a Mobilis. Para chegarmos à paragem mais próxima são 20 minutos a andar e a subir uma grande ladeira.
    Empurram a nossa mobilidade para o carro o que contraria tudo o que se recomendaria.

  4. O melhor que a Câmara tem a fazer é arranjar umas casas novas para essa gente e com água e luz, tudo à borliú. É isso que eles querem. Trabalhar e pagar impostos está quieto ó mau!!

  5. E que tal em vez de um muro, porque não umas sebes de arbustos ou algo verde ficariam certamente mais bonito e menos degradante.
    Completamente inaceitável a ignorância da autarquia no sentido de integração das pessoas que lá moram.

  6. Então mas… estas condições fabulosas pagas pelos meus impostos??!! E eu que tenho de pagar as renovações da minha casa?!? E reclamam??? De facto… CHEGA!

  7. Os ciganos (dos quais 90% dedicam-se a atividade ilícitas ou criminosas, sem que ninguém lhe faça algo) já têm muita sorte em ter uma casa… a ainda por cima reclamam? valha-nos deus!

  8. Sempre pensei que Portugal fosse um pais tolerante e aberto. Enfim… Um povo de emigrantes, que explorou as suas colonias e as deixou em mau estado e agora nao sao capazes de receber os hospedes ciganos sem reclamar. Uma vergonha

    • Ironia da boa!…
      Casa nova para os “hóspedes ciganos” paga com o dinheiro dos contribuintes e estes ainda reclamam!…
      Só visto…
      Num país “tolerante e aberto” teriam direito a casa com piscina aquecida num condomínio fechado e talvez até mordomo!!

    • Ironia da boa!…
      Casas novas para os “hóspedes ciganos” pagas com o dinheiro dos contribuintes e estes ainda reclamam!…
      Só visto…
      Num país “tolerante e aberto” teriam direito a casa com piscina aquecida num condomínio fechado e talvez até mordomo!!

RESPONDER

Recurso de Rui Rangel foi distribuído sem sorteio. Procedimento é ilegal

O recurso que opunha o juiz Rui Rangel ao Correio da Manhã foi distribuído diretamente a Orlando Nascimento, atual presidente da Relação de Lisboa, sem que tivesse sido feito o sorteio eletrónico obrigatório por lei, …

"Não pôr o dedo no nariz". Livro medieval ensinava as regras de etiqueta às crianças do século XV

Um livro de boas maneiras do século XV, digitalizado recentemente pela Biblioteca Britânica, está cheio de regras de etiqueta que não são muito diferentes das de hoje. O manuscrito chama-se "The Lytille Childrenes Lytil Boke", as …

Abanca pagou menos de 250 milhões pelo EuroBic

O Abanca ofereceu menos de 250 milhões de euros por 95% do EuroBic, segundo avança o Jornal Económico, o que significa que o banco espanhol avaliou o EuroBic ligeiramente abaixo do múltiplo a que transaciona …

Alegado escritor-fantasma confessa que recebeu pagamentos de Sócrates

Domingos Farinho, alegado escritor-fantasma do livro de José Sócrates "A Confiança no Mundo", confessou que recebeu pagamentos do ex-primeiro-ministro através da RMF Consulting. No requerimento de abertura de instrução que apresentou em janeiro de 2020, o …

Os cavalos perdem quatro dedos no útero

Os cavalos têm apenas um dedo em cada pata, sendo os cascos o equivalente à falange dos nossos dedos médios. No entanto, os seus ancestrais tinham mais dedos em cada pata, variando entre três e …

"Década perdida". Novo Banco com prejuízos de 1.058,8 milhões em 2019

O presidente executivo do Novo Banco disse esta sexta-feira que os últimos dez anos foram uma "década perdida" para a empresa que começou por ser BES e passou em 2014 a Novo Banco, mas …

Estados Unidos assinam acordo de paz com os talibãs no Afeganistão

O presidente norte-americano, Donald Trump, pediu esta sexta-feira aos afegãos para "aproveitar a oportunidade de paz", ao abrigo do acordo de paz que os Estados Unidos vão assinar no sábado com os rebeldes talibãs. A …

Portugal poderá ter um milhão de infetados (e ser decretada quarentena obrigatória)

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, admite que poderá haver um milhão de portugueses infetados pelo Covid-19, 21.000 na semana mais crítica, assegurando que as autoridades de saúde estão a preparar-se para esta possibilidade. “Estamos a …

Descobertos na Sibéria vestígios do Evento de Tunguska, um dos maiores impactos na Terra

Um grupo de investigadores russos que investigam o fenómeno de Tunguska de 1908, o maior impacto terrestre registado na história moderna, descobriu camadas em sedimentos locais que podem conter substâncias de origem extraterrestre. A 30 de …

Exoplaneta gigante pode ter as condições ideais para abrigar vida

Uma equipa de cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, descobriu que o enorme exoplaneta K2-18b - tem duas vezes o tamanho da Terra - pode reunir as condições ideais para abrigar vida. Depois de …