Multimilionário norte-americano vai pagar empréstimos estudantis a 400 finalistas

Universidade de Morehouse / Twitter

O multimilionário Robert F. Smith anunciou no domingo passado durante a cerimónia de formatura na Univerisde de Morehouse, na cidade norte-americana de Atlanta, que vai pagar na totalidade os empréstimos estudantis dos 396 estudantes que completaram a sua formação.  

A instituição, historicamente conhecida por ter formado estudantes afro-americano e grandes ativistas, concedeu a Robert F. Smith um título honorário pelas suas contribuições sociais, noticia ainda a agência AP.

Em causa está uma dívida estimada de cerca de 40 milhões de dólares, um montante significativo que é já considerado o maior “presente” na história da instituição,onde estudaram figuras conhecidas como os líderes Martin Luther King Jr. e Horace Julian Bond ou os cineastas Spike Lee ou Samuel L. Jackson.

“Em nome das oito gerações da minha família que viveram neste país, comprometo-me a olear a vossa máquina”, anunciou Smith aos recém-formados em Atlanta, arrancando uma ovação em pé do público.

O bilionário deixou ainda um apelo aos universitários. “Vamos garantir que cada turma tenha a mesma oportunidade, porque nós somos suficientes para cuidar da nossa própria comunidade. Somos o bastante para garantir que todos terão as oportunidades do sonho americano”, afirmou o multimilionário.

Os estudantes reagiram com euforia, tendo alguns jovens admitido que o pagamento das suas dívidas era melhor do que ganhar a lotaria.

Aaron Mitchom, 22 anos, estudou Finanças e traçou um plano para pagar o seu empréstimo estudantil de 200.000 dólares com metade do salário que viria a ganhar. Ao receber a noticia, conta a agência, chorou de emoção.

A oferta de Smith trará tranquilidade a estes jovens que se preparam para entrar no mercado de trabalho. O milionário garantiu que não espera receber nada em troca. “Sei que vocês devolverão [a minha oferta] mais tarde e ajudarão a melhorar a vida de outros estudantes afro-americanos”.

Em declarações à CNN, o diretor da universidade norte-americana considerou que esta oferta é um “presente de libertação”. “Quando temos dívidas, as escolhas que temos no mundo são limitadas (…) Este presente é uma oferta da liberdade para seguir os sonhos e as paixões”, sustentou.

Smith, o afro-americano mais rico dos Estados Unidos

De acordo com a Forbes, Robert F. Smith é o afro-americano mais rico dos Estados Unidos, tendo uma fortun estimada em 5.000 milhões de dólares, que foi acumulando com empresas de tecnologia. Atualmente, Smith é presidente da Vista Equity Partners, uma empresa que investe em software.

Smith é já conhecido pela sua generosidade. No início deste ano, o empresário fez uma doação de 1,5 milhões à mesma instituição para financiar bolsas de estudo e a construção de um novo parque.

Os empréstimos estudantis são muito comuns nos Estados Unidos, rondando os 1.500 milhões de dólares. Esta é a dívida mais alta no que respeita ao consumidor, ultrapassando dívidas contraídas com cartões de créditos e empréstimos para a compra de carros.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Anúncios de TV promovem mais os brindes do que o próprio fast food (e violam diretrizes do setor)

Para uma criança, a melhor parte de uma refeição de fast food não é a comida, mas o brinde que vem juntamente com a refeição. Os anúncios televisivos de fast food são regidos por diretrizes que …

“Se querem sucesso, têm de depender do sistema“. Empresário chinês é preso após disputa com o Estado

Sun Dawu, um dos empresários mais bem sucedidos da China, corre o risco de ser condenado a 25 anos de prisão, caso seja provado que cometeu os crimes dos quais está a ser acusado. O empresário …

Cientistas criam verniz para superfícies que mata bactérias em poucos minutos

Uma equipa multidisciplinar de cientistas desenvolveu um verniz para superfícies que mata bactérias, mesmo as mais resistentes, em apenas 15 minutos, anunciou a Universidade de Coimbra (UC). Trata-se de “uma solução segura e eficaz para prevenir …

Num país marcado pelo racismo, Jane Bolin fez história tornando-se a primeira juíza negra dos EUA

A 22 de julho de 1939, Jane Bolin fez história ao prestar juramento como juíza na cidade de Nova Iorque. A jovem ocupou o cargo durante 40 anos e só saiu de cena quando atingiu …

A petrolífera Exxon está a culpá-lo pelas alterações climáticas

Nos últimos anos, as empresas petrolíferas têm-se afastado do discurso de negação das alterações climáticas. Gigantes globais de energia como a Total, a Exxon, a Shell e a BP reconhecem abertamente que a mudança climática …

"Muita fraternidade”. Portugal enviou vacinas para Cabo Verde

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira que os indicadores da pandemia de covid-19 em Portugal permanecem "muito estáveis" e que a última grande abertura no plano de desconfinamento não teve …

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre 'bullying' na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e …

Telescópio vai "caçar" a luz de 30 milhões de galáxias para mapear Universo e "revelar" energia escura

Um instrumento de um telescópio nos Estados Unidos vai capturar nos próximos cinco anos a luz de quase 30 milhões de galáxias e outros objetos cósmicos, permitindo aos cientistas mapearem o Universo e desvendarem os …

Portugal ficou acima da média europeia quanto ao teletrabalho

Dados do Eurostat sobre o teletrabalho durante a pandemia revelaram que Portugal registou uma média ligeiramente superior (13,9%) à da União Europeia (12,3%) entre as pessoas com idade dos 15 e os 64 anos. Em anos …

"Idiotas". Bolsonaro critica pessoas que mantêm isolamento social na pandemia

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, criticou os brasileiros que seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mantêm isolamento social na pandemia, a quem chamou de 'idiotas', em conversa com os seus …