Mulheres da GNR obrigadas a levar os filhos para o posto por falta de horário flexível

Algumas militares da GNR estão a ser obrigadas a levar os filhos para o posto por não terem onde os deixar quando entram nos primeiros turnos da manhã, às 7h.

Há mulheres da GNR que estão a ser obrigadas a levar os filhos pequenos para o posto por não terem onde os deixar quando entram nos primeiros turnos da manhã. Há vários casos em todo o país de ordens inflexíveis de comandantes, mesmo em situações em que as escolas ou infantários ainda não estão abertos – ou até mesmo ao fim de semana.

Segundo o Jornal de Notícias, o Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga já aceitou uma providência cautelar apresentada por uma militar da GNR de Guimarães que se queixava de que o seu comandante a obrigava a trabalhar no turno das 7h até às 16h.

A militar pediu para trocar o turno, trabalhando das 8h às 17h, para poder passar no infantário às 7h30 e deixar as suas duas filhas, de cinco e de dois anos. De acordo com o matutino, também o marido é da GNR, pelo que as duas crianças ficariam sem ter quem as pudesse levar ao infantário.

Perante a providência cautelar apresentada, o tribunal suspendeu a ordem do superior hierárquico, justificando que caso cumprisse aquele horário, a militar estaria a “violar o cumprimento das suas responsabilidades parentais”.

Ao JN, o coordenador da região norte da Associação dos Profissionais da Guarda afirma que estes casos se tratam de “assédio laboral” e afirmou que este não é um caso único na cidade de Braga. O coordenador conta que há uma militar que leva o filho para o posto todos os dias às 7h, só o levando para a escola às 9h, quando outros profissionais chegam.

Na origem destas situações está um despacho do Comando Geral da GNR aprovado em novembro de 2017 que retira aos militares com filhos menores de 12 anos a atribuição de horário flexível por defeito. Todos os militares nesta situação precisam assim de pedir autorização para obterem este horário.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não é “se tratam de assédio laboral” é “se trata de”. O verbo tratar, quando é sinónimo de “lidar com” só se pronuncia na 3ª pessoa do singular. Mas eu com a 4ª classe é que tenho que ensinar os “jornalistas”?

    • Lá vem este mais a sua 4ª classe.
      Está certo dizer “que (em todos) estes casos, se trata de…”.
      Está certo dizer “que (todos) estes casos se tratam de…”

RESPONDER

O monumento mais alto do cemitério de Nova Orleães conta uma história de vingança e mesquinhez

Com 24 metros de altura, o Monumento Moriarty é o mais alto no cemitério Metairie de Nova Orleães, nos Estados Unidos. A sua construção conta uma história de mesquinhez: o memorial foi uma desculpa para …

FBI detém membro de um dos mais perigosos e lucrativos grupos de hackers

O FBI deteve recentemente um alegado membro de um dos mais temidos grupos de piratas informáticos do mundo, conhecido como Fin7. O grupo é suspeito de ataques informáticos que levaram a uma receita ilícita estimada em …

Artista gráfico faz reconstrução facial de Henrique VII de Inglaterra

Um artista gráfico fez uma reconstrução ultrarrealista de Henrique VII, Rei de Inglaterra entre 1485 e 1509. De acordo com o site Live Science, Matt Loughrey produziu a imagem de Henrique VII a partir da sua …

Marcelo promulga diploma que permite festa do Avante! (mas deixa recados ao Governo)

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma do parlamento sobre proibição de festivais e espetáculos de natureza análoga até 30 de setembro devido à covid-19, mas com reparos sobre "a garantia do princípio …

Governo italiano vai contratar 60 mil pessoas para vigiar distanciamento social

O Governo italiano vai contratar "assistentes cívicos" para garantir que os cidadãos cumprem o distanciamento social. Depois de mais de dois meses confinados nas suas casas para conter a propagação do coronavírus, os italianos começaram a …

Rio volta a admitir que PSD viabilize Orçamento Suplementar do Governo

O presidente do PSD afirmou hoje que viabilizará ao Governo uma proposta de Orçamento Suplementar, "como tudo indica que é", que proceda à adaptação de medidas a tomar até ao final do ano para o …

J.K. Rowling anuncia novo livro infantil a ser publicado gratuitamente online

A escritora britânica J.K. Rowling, autora da saga "Harry Potter", vai publicar um novo livro infantil, intitulado "The Ickabog", um conto de fadas que será disponibilizado 'online', gratuitamente e em formato de série, a partir …

Empresa portuguesa cria cabine que faz desinfeção total em 25 segundos

A Starmodular, uma empresa com sede em Belmonte, distrito de Castelo Branco, criou um sistema destinado a espaços abertos ao público que permite a desinfeção total em 25 segundos para evitar a propagação da Covid-19, …

TAP duramente criticada por marginalização do Norte. Rio fala em "empresa regional"

Rui Rio foi apenas uma das várias vozes que criticaram o novo plano de voo da TAP, em que a maioria das ligações repostas são de Lisboa. Marcelo Rebelo de Sousa também demonstrou a sua …

Teatros e cinemas podem reabrir, mas com um lugar de intervalo

Teatros, salas de espetáculos e cinemas podem reabrir com todas as filas ocupadas e um lugar de intervalo entre os espetadores, que serão obrigados a usar máscara. Teatros, salas de espetáculos e cinemas podem reabrir, a …