Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto.

Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável em que, por vezes, não conseguem controlar a situação, mesmo que vá contra as suas intenções. Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar abusos obstetras, incluindo cirurgias, medicação e procedimentos médicos que não consentiram.

Num dos casos, noticiado pela VICE, uma mulher diz que as enfermeiras recusaram-se a retirar as mãos de dentro dela enquanto faziam um exame vaginal extremamente doloroso.

Contra a sua vontade, alega que lhe foi administrado um medicamento para ajudar a induzir o trabalho de parto. Também não a deixaram beber água ou sair da cama, nem para ir à casa de banho. Além disso, o médico gritou com a mulher várias vezes e começou a pressionar violentamente a sua vagina enquanto ela fazia força.

Durante o parto, senti-me a sair do meu corpo. Nunca fui violada, mas sei o que as vítimas de violação querem dizer quando mencionam isto. Eu realmente não estava lá. Por fim, ouvi um choro e pensei: ‘Oh, deve ser o meu bebé'”, explicou.

Depois do parto, a recém-mãe fez uma queixa ao hospital e, só dois meses depois, recebeu uma carta com a resposta. Na carta, o centro hospitalar disse estar “verdadeiramente arrependido” e que os funcionários médicos iam receber formação sobre consentimento e atendimento ao cliente. Não foi mencionada qualquer tipo de ação disciplinar.

Casos com estar têm vindo a ser denunciados com mais frequência nos Estados Unidos, com as mulheres a perderem o medo e a fazerem-se ouvir. Muitas delas acabam com stress pós-parto, que pode demorar a recuperar.

No entanto, muitas mulheres que passam por isto durante a gravidez — e que eventualmente fazem queixa ao hospital —, mostram-se céticas quanto ao facto de as suas reclamações produzirem algum tipo de efeito. O número de casos como o retratado pela VICE continua a aumentar e pouco tem sido feito para mudar este panorama.

ZAP //

PARTILHAR

21 COMENTÁRIOS

  1. Pois é… Portugal é um país de m** com políticos e políticas de m**. Quem sofre é o povo, o mesmo que paga os impostos, as corrupções e os perdões dos Bancos aos grandes magnatas, bancos que depois têm de ser resgatados. O Sr. Ramalho, CEO de um banco cujo nome não me ocorre agora, ainda recentemente perdoou uns milhões… a uma entidade que aparentemente vive de crimes, camuflados da mais lídima legalidade. Veio nos jornais, não estamos a inventar. Já quanto às parturientes, antes de entrarem seja para que que hospital ou maternidade for, lembrem-se de lembrar aos energúmenos dos médicos e, mais ainda, aos paus mandados das enfermeiras e enfermeiros que não sabem nada de nada, que têm constitucionalmente direito à autodeterminação, o direito a dizerem o que querem ou não querem que façam no vosso corpo e que, portanto, eles são obrigados a informarem-vos dos procedimentos que vão fazer e dos medicamentos que vos vão administrar, matéria sobre a qual têm o direito de recusar e de propor alternativas. Andam para aí uns hospitais, que dizem ser dos “chinos” ou dos “suínos” – sinceramente, não percebi bem a designação porque a fonética das duas palavras é muito parecida – que jamais seriam tolerados em outros tempos mas, que com os atuais políticos, singram melhor que o lítio, que cobram em média 5 vezes mais que os custos reais e que não respeitam minimamente os direitos fundamentais dos doentes, confiscando e arrebatando os seus pertences, quando de um internamento, nomeadamente a sua medicação anterior que, depois, submetem a rigoroso escrutínio, agindo em função das conclusões a que chegam e que ninguém sabe quais são. São ordens dos “chinos” ou “suínos” e pronto. Nessas centrais de crime, denominadas hospitais, dizem que até os funcionários mais antigos e bons portugueses alertam as pessoas para que não utilizem as caixas multibanco existentes no interior das mesmos, porque os “chinos” ‘clonaram’ tudo para saber quem levanta dinheiro, quanto levanta e de que conta, a fim de terem todos os dados sobre as pessoas que, de boa fé e no desespero da doença ou do parto, a eles recorrem. Ai Portugal… a que políticos e com que interesses entregaste o teu destino? Quem e como te poderá salvar?

    • De mer@a é este teu comentário!!
      Vê lá se tens mais respeito, porque Portugal não é só gente da tua laia!..
      E, se tivesses o minimo de cultura e educação, terias percebido logo que a notícia se refere aos Estados Unidos da América!

    • Escreveste tanto mas não tiveste o mesmo cuidado ao ler a noticia, deves ter lido apenas o primeiro paragrafo e lançaste-te logo no ataque!
      Se tivesses lido, perceberias que não foi em Portugal mas sim nos EUA!
      Palhaç0…

  2. Aqui também há disto…uma experiência tao bonita transformada numa experiência aterradora tudo por abuso e incompetência.E depois ainda se queixam de que nasce pouca gente.

    • “Aqui”, onde?!
      Quando?
      Abuso é uma coisa; incompetência é outra!..
      Nasce pouca gente por causa disso?
      Quem chegou a essa brilhante conclusão? Tu?

      • Ó chico-esperto, mas tu achas que não há casos em Portugal de médicos abusivos? Se há casos de médicos em Portugal que abusam sexualmente de pacientes, podes ter a certeza que também há casos de pacientes mal-tratados por médicos ou enfermeiros. Já ouvi várias histórias de médicos ou enfermeiros gritarem e serem abusivos com pacientes.

        E já agora, este site foi criado nos EUA no início do ano e foram reportados 250 casos, não só nos EUA, mas vamos assumir que são todos nos EUA. Comparados com os 3.7M de nascimentos nos EUA em 2018, estamos a falar de 0.007%.

        Este Eu! é uma abécula que não faz outra coisa a não ser destilar veneno.

        • Olha quem ele é… o frustrado lambe-cus aos americanos e que não perde uma oportunidade para dizer mal de Portugal – até numa noticia sobre as vergonhas que acontecem nos EUA vem a correr dizer que em Portugal também acontece!!
          Curiosamente, não mostra nenhum caso…

          • Vai lá ler o que escrevi outra vez, e diz-me onde é que estou a dizer mal de Portugal. Não ando é a apontar o dedo a outros países a cada oportunidade que tenho, especialmente quando falamos de problemas que há em todo o lado.

          • E eu não vim “a correr dizer que em Portugal também acontece”. Quem veio a correr foste tu, primeiro comentário na notícia, não perdes uma para atacar, como se não tivéssemos também muitas vezes problemas semelhantes.

            • Atacar?
              Tens mesmo problemas graves de interpretação (e a mania da perseguição)!…
              No primeiro comentário da notícia, eu apenas escrevi que a notícia se refere aos EUA (e isso não está no título)!!
              Se isso é um “ataque”, alguém anda muito sensível!…

      • Pronto ja ca faltava este frustrado a meter-se comigo e com toda a gentr. Nao se pode dizer nada que este idiota que se acha muito inteligente mete-se logo. Nao só porcausa disso nasce pouca gente mas também . Aqui Portugal ,sou portuguesa ,seu xenófobo,para sua informação. É o que tenho ouvido na tv e por outras pessoas. Eu própria tive uma experiência de parto traumática e nunca mais quis ser mãe por medo. Mas nao percebes pois nunca deste à luz,pois não? Dê as suas estupidas opiniões ja que tanto precisa de as dar mas deixe os outros dar as suas também. Que coisa !!

        • Acha que se percebeu bem que é a frustada aqui!…
          E o que tem o teu parto traumático a ver com abusos?
          Se aconteceu contigo, diz logo!!
          Tanta coisa e ainda não colocaram aqui um unico caso desses em Portugal…
          Xenófobo? Porque?…
          Bem… és portuguesa, mas claramente não deves muito ao bom senso nem à inteligência!…
          Podes dar as tuas tristes opiniões à vontade, mas isto é uma página pública e toda a gente vê e toda a gente pode comentar – se não gostas que comentem os teus dispareates; guarda a tuas opiniões para ti ou para a tasca!…

          • Habituado a tascas deves estar tu que nao sabes dar opiniões sem ser vulgar ofensivo ( ou tentares sê-lo ) .Lá porque a página é pública nao quer dizer que se possa ser cretino com as pessoas ou é por estares anonimo ? Se calhar na tua vida es tipo cãozinho que diz abana o rabo a toda a gente e depois vem para aqui descarregar as frustrações…ou então és daquelas cobras que lixam a vida as pessoas pelas costas.Criaturas como tu ,intolerantes e que ofendem escondidos pelo anonimato sao o cancro da sociedade . E nao vou perder mais o meu precioso tempo a responder-te,isso queres tu,talvez queiras é atenção. Faltou atencao da mama em pequeno,foi? Eu nao sou frustrada por ter tido uma má experiência ,frustrado é quem precisa ofender as pessoas só porque dao opinioes com as quais nao concorda ou simplesmente com as quais queres implicar porque deves sentir se momentaneamente bem por ter tentado chatear alguem na tua vida vazia. Isso é bom senso?? Nao é bom senso nem inteligencia nem bom carácter. Ganha é vergonha,arranja uma ocupação melhor e deixa de fazer figuras tristes,ja todos gozam contigo aqui e desprezam te e é o melhor realmente,com gente da tua laia nem vale a pena falar.

            • Esta resposta tinha-me passado ao lado..
              Mas, continua na mesma linha das anteriores: um exemplo de educação e de cultura!
              “ja todos gozam contigo aqui e desprezam te”
              Ui… estou mesmo preocupado com a opinião desses “todos” néscios e apalermados como tu!…
              Achas que a opinião de um bandos de carneiros imbecis contam para alguma coisa?
              Se sim, anda estás pior…

    • Cara Maria, a notícia é sobre os amérikas e seu decadente sistema de doença. Lamento a sua experiência e escusado será dizer que no portugalex também há abusos e incompetências qb. Lamentável é a desordem dos médicos, a ers e outras entidades não publicarem regularmente esses abusos e incompetências. E quando o fazem é a conta gotas homeopáticas.

  3. Poderia muito bem, ter sido em Portugal, a lista de queixas validadas em conversas com amigas, não deixam dúvida que muito se passa nos hospitais,sem o devido escrutínio.

      • Cara Maria, basta ver o astronómico número de cesarianas que é praticado no portugalex, cujas consequências entre outras é o facto do sistema imunitário sair prejudicado.

RESPONDER

Encontrado o primeiro planeta que sobreviveu à morte da sua estrela

Uma equipa internacional de astrónomos relatou o que pode ser o primeiro planeta intacto encontrado a orbitar uma anã branca, as densas sobras de uma estrela semelhante ao Sol, apenas 40% maior do que Terra. O …

Os sinais de vida em Marte podem ter sido "apagados" por ácidos

Fluidos ácidos podem ter destruído há muito as evidências de vida biológica passada dentro da argila marciana - possivelmente explicando, assim, por que é tão difícil encontrar evidências de vida antiga no Planeta Vermelho. Em pouco …

Faca feita de fezes entre os vencedores deste ano dos prémios Ig Nobel

Uma faca feita com fezes congeladas e um jacaré a arrotar são alguns dos vencedores dos prémis Ig Nobel, que distinguem as invenções mais incomuns. Os prémios Ig Nobel – uma paródia dos prémios atribuídos pelas …

O hemisfério norte teve o verão mais quente de que há registo (e isso é um sinal de alerta para a Terra)

O hemisfério teve em 2020 o verão mais quente de que há registo. No geral, o Planeta Terra teve três dos meses mais quentes, e o mês de agosto foi o segundo mais quente que …

Há uma nova explicação para o naufrágio do Titanic: Uma fantástica Aurora Boreal

Todos conhecemos a história do Titanic. Também todos sabemos que o seu naufrágio aconteceu após o grande navio ter embatido num iceberg. Contudo, um investigador americano põe novas hipóteses em cima da mesa. E se …

Famalicão 1-5 Benfica | "Águia" faminta com nota artística

Após a desilusão de Salónica, que ditou um adeus precoce dos milhões da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica goleou na noite desta sexta-feira o Famalicão por 5-1, numa espécie de redenção. Neste …

O anonimato de Banksy teve um custo. Perdeu os direitos sobre uma das suas obras mais icónicas

O famoso artista de rua britânico Banksy perdeu uma longa batalha judicial pelos direitos autorais da obra "The Flower Thrower", contra a Full Colour Black, empresa que produz postais de felicitações. Banksy, o misterioso artista que, …

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …