Mulher viveu 99 anos com os órgãos nos sítios errados (e nunca soube)

(dr) Família Bentley

Num dia de primavera em 2018, o estudante de medicina Warren Nielsen, de 26 anos, e quatro colegas preparavam um cadáver no laboratório de dissecação da Oregon Health and Science University, em Portland.

O cadáver designado para a equipa de Nielsen era uma mulher de 99 anos que morreu de causas naturais. O seu nome era Rose Marie Bentley, mas os estudantes não sabiam disso. Para honrar e respeitar a privacidade daqueles que oferecem o corpo à ciência, nenhum outro detalhe é dado aos estudantes de medicina sobre a pessoa.

Mas Bentley era especial. Porquê? Uma condição chamada situs inversus com levocardia, na qual a maioria dos órgãos vitais é invertida – quase como um espelho dentro do corpo. Isso, juntamente com uma série de outras anomalias estranhas, fez de Bentley uma espécie de “unicórnio médico”, conta a CNN.

“Acredito que as probabilidades de encontrar outra pessoa como ela podem ser tão remotas como uma em 50 milhões“, disse o professor assistente Cameron Walker, professor da disciplina de Fundamentos de Anatomia Clínica.

A tarefa era abrir a cavidade torácica do corpo para examinar o coração. Não demorou muito para que o grupo de Nielsen começasse a questionar o seu conhecimento médico.
“No coração, faltava uma grande veia que normalmente está no lado direito”, disse Nielsen. Desconcertados, chamaram os professores e perguntaram: “Onde está a veia cava inferior? Não estamos a vê-la? Somos loucos?”

Um corpo tem uma grande veia chamada de veia cava que segue o lado direito da coluna vertebral, curvando-se sob o fígado e esvaziando o sangue desoxigenado no coração.

A veia de Bentley estava à esquerda e, em vez de terminar diretamente no coração, o que é típico, “a veia continuava através do diafragma, ao longo das vértebras torácicas, para cima e ao redor do arco aórtico e esvaziava no lado direito do coração “, disse Walker. “Normalmente, nenhum de nós tem um vaso que faça isso diretamente”.

Mas essa não foi a única irregularidade que Walker e os alunos encontraram no corpo de Bentley. Numerosas veias que normalmente drenam o fígado e outras partes da cavidade torácica estavam ausentes ou brotavam de um ponto incomum. O pulmão direito tinha apenas dois lóbulos, em vez de três, enquanto o átrio direito do coração tinha o dobro do tamanho normal.

“Em vez de ter um estômago à esquerda, o que é normal, o estômago estava à direita“, disse Walker. “O fígado, que normalmente está à direita, estava à esquerda. O baço estava do lado direito, em vez de à esquerda. O resto do sistema digestivo estava invertido”.

As mutações em situs inversus com levocardia ocorrem precocemente, possivelmente entre 30 e 45 dias após a gravidez. Ninguém sabe porquê. A condição ocorre em apenas um dos 22 mil bebés e está invariavelmente associada a doença cardíaca congénita grave. Por causa dos defeitos cardíacos, apenas 5% a 13% vivem após os 5 anos de idade.

Mas Bentley era uma anomalia, uma das poucas nascidas com a doença que não apresentava defeitos cardíacos. “Esse é quase certamente o fator que mais contribuiu para a sua longa vida”, disse. Juntamente com todas as outras anormalidades anatómicas extremamente raras, Bentley é uma em 50 milhões.

Rose Marie Phelps nasceu em 1918 em Waldport, uma pequena cidade na costa do Oregon. A mais nova de quatro irmãos, “ela era mimada”, disse a filha Patti Helmig, que aos 78 anos é a mais velha dos seus cinco filhos. “Ela admitiria que estava estragada”. Cabeleireira de profissão, Bentley sempre foi fascinado pela ciência. A filha acredita a mãe teria sido uma boa enfermeira se tivesse tido a oportunidade.

Apesar da azia crónica – que teria sido explicada pela anatomia gástrica incomum -, Bentley nunca teve nenhum sintoma negativo, disse Ginger Robbins, de 76 anos, o terceiro filho de Bentley. “Não tínhamos razão para acreditar que havia algo errado”. “Ela sempre foi muito saudável. Estava sempre a fazer alguma coisa, levava-nos para as Campfire Girls, pescava, nadava. Era uma excelente nadadora.”

A única pista que pode ser incomum ocorreu quando o apêndice de Bentley foi removido, disse Louise Allee, a quarta filha. “O cirurgião notou que o apêndice não estava no lugar certo quando o tiraram, mas nunca nos disse nada. Ninguém disse nada quando tiraram a vesícula biliar ou quando fizeram uma histerectomia”.

A decisão de doar o corpo começou com Jim Bentley, marido de Rose Marie, mas ela também “achava que era a melhor coisa”. As crenças do casal sobre a doação causaram impacto. Todas as três filhas planeiam doar os corpos à ciência.

Jim Bentley manteve a promessa e doou o corpo quando morreu de pneumonia mais de uma dúzia de anos antes da morte da esposa. As filhas sabiam que ele teria gostado de saber sobre os interiores peculiares de Rose. E que teria dito Rose sobre ser uma em 50 milhões? “Ela teria pensado que era engraçado”, disse Robbins. Allee concordou: “Teria um grande sorriso no rosto”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Só as mulheres podem parar o Apocalipse nuclear

O aumento da participação feminina no setor nuclear ajudaria a reduzir a ameaça de um Apocalipse, afirmou recentemente a analista Xanthe Scharf. O conflito nuclear continua a ser a maior ameaça imediata à segurança global. Os …

Esqueleto que caiu de um penhasco pode ter pertencido a uma princesa

Há mais de um século, um tronco esculpido que continha o antigo esqueleto de uma mulher caiu de um penhasco à beira-mar na pequena vila costeira polaca de Bagicz. Agora, os investigadores determinaram que a mulher …

Apanhado no Facetime. Prisão perpétua para português por violação e agressão em Inglaterra

Um português a residir em Inglaterra foi condenado a prisão perpétua por violação e agressão a uma jovem de 19 anos, tendo uma captura de ecrã durante uma chamada de FaceTime sido um elemento chave. Samuel …

Estranha síndrome genética está a cegar famílias inteiras

Médicos na Austrália descobriram uma condição ultra-rara que está gradualmente a cegar famílias inteiras em redor do mundo. Agora, estão a tentar encontrar uma cura. Os primeiros sinais da condição surgiram na Austrália, quando uma mãe, …

Juventus é campeã pela oitava vez consecutiva. E Ronaldo estava lá

A Juventus conquistou este sábado a Serie A pela oitava vez consecutiva, depois de vencer em casa a Fiorentina por 2-1, em jogo da 33ª jornada. Poucos dias após a eliminação nos quartos de final da …

Coletes Amarelos: novo sábado de violência em Paris

Mobilizados há mais de cinco meses, os "coletes amarelos" voltaram este sábado às ruas para o seu "acto XXIII" marcado por uma nova escalada da tensão entre manifestantes e forças de autoridade. Tiros de gás lacrimogéneo, …

Porto vs Santa Clara | Dragão suficiente assume liderança

O FC Porto venceu hoje o Santa Clara por 1-0, em partida da 30.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que permite aos ‘dragões' regressarem, à condição, ao comando do campeonato. O FC Porto cumpriu …

Notre-Dame pode não ser a única. Vários monumentos em todo o mundo estão em risco

O incêndio na catedral de Notre-Dame, em Paris, levantou questões sobre a forma como os órgãos responsáveis pelo património cultural realizam políticas de conservação e detetam possíveis problemas. Além disso, a Unesco indicou que vários locais de …

Hubble espreita aglomerado cósmico azul

Os enxames globulares são objetos inerentemente belos, mas o alvo desta imagem do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, Messier 3, é frequentemente reconhecido como um dos mais esplêndidos de todos. Contendo, incrivelmente, meio milhão de estrelas, …

Comer carne vermelha (mesmo moderadamente) aumenta risco de cancro do intestino

O maior estudo alguma vez realizado no Reino Unido sugere que devemos reduzir (ainda mais) o consumo de carne vermelha. Um estudo financiado pela Cancer Research UK e desenvolvido pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, …