Ver muita televisão aumenta risco de cancro colo-retal nos homens

D.Reichardt / Flickr

Um estudo recente sugere que ver televisão durante mais de quatro horas por dia aumenta o risco de os homens desenvolverem cancro colo-retal.

O sedentarismo, cada vez mais presente na nossa sociedade e muito impulsionado pelas novas tecnologias, aumenta o risco de desenvolvimento de um conjunto de doenças.

Um estudo recente, publicado recentemente no British Journal of Cancer, mostra que os homens que veem televisão durante mais de quatro horas por dia têm maior risco de desenvolver cancro colo-retal, em comparação com os homens que ficam menos tempo sentados no sofá.

“Ser sedentário também esta associado ao aumento do peso e a uma maior gordura corporal. Esse excesso de gordura influencia os níveis sanguíneos de hormonas que, por sua vez, afetam o crescimento das nossas células e podem aumentar o risco da doença”, explica Neil Murphy, um dos principais autores do estudo, ao The Independent.

No estudo foram usados dados de mais de 430.000 homens e mulheres do Reino Unido. Murphy e a sua equipa, da Agência Internacional de Pesquisa sobre o Cancro, em França, analisaram as horas diárias que cada um dos participantes do estudo passa em atividades sedentárias, como ver televisão, usar o computador ou jogar videojogos.

No passo seguinte, os investigadores analisaram, ao longo de seis anos, quantos dos participantes analisados desenvolveram cancro colo-retal. Foram detetados, no total, 2391 casos da doença.

Assim, comparando todos os dados disponíveis, concluíram que os homens que assistiam televisão, pelo menos, quatro horas por dia tiveram 35% mais risco de contrair cancro colo-retal do que os homens que viam televisão durante apenas uma hora.

“Estudos anteriores já haviam sugerido que  ver televisão pode estar associado a outros comportamentos como fumar, beber ou ingerir demasiados snacks. Esses comportamentos, por sua vez, aumentam o risco de cancro colo-retal”, sustenta Murphy.

É, por isso, importante salvaguardar que este estudo não demonstra necessariamente que ver televisão aumenta o risco da doença, mas sim que o tempo que despendemos a ver televisão está associado ao risco de contrair cancro colo-retal.

No Reino Unido, o cancro colo-retal é o quarto tipo de cancro mais comum.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Vou já dizer ao meu patrão que não posso estar mais de 4 horas sentado ao computador. Senão depois paga ele a quimio, que se lixa.

    • AHAHAHAHAHAHAHA BOA! Mas o trabalho faz bem à saúde e não chateia nada!… Agora o ócio é que faz mal!
      Ah, e carnes processadas cheias de nitrato pode-se comer à vontade que não faz mal nenhum ao cólon!…

Responder a MMQ Cancelar resposta

Arranca hoje a "contra-cimeira" contra "hipocrisia dos governos"

Enquanto na chamada "zona verde" se prepara a semana das negociações de alto nível da COP25, começa este sábado em Madrid uma contra-cimeira em que os movimentos ativistas procuram um contraponto ao que chamam a …

A maior parte dos produtos de maquilhagem está contaminada com superbactérias perigosas

Nove em cada 10 produtos cosméticos atualmente em uso estão contaminados com superbactérias potencialmente prejudiciais, incluindo E. coli e Staphylococci. Beauty blender, rímel e brilho labial são os produtos que contêm os mais altos níveis …

NASA gravou acidentalmente a explosão de um cometa a aproximar-se do Sol

Astrónomos usaram dados do telescópio espacial TESS para estudar a explosão de um cometa durante a sua aproximação ao Sol. A investigação resultou num artigo publicado em novembro na revista científica Astrophysical Journal Letters. Foi a …

Objeto de Hoag é uma galáxia dentro de uma galáxia (que está dentro de outra galáxia)

Se observar atentamente a Constelação da Serpente poderá ver uma galáxia dentro de uma galáxia que, por sua vez, está dentro de outra galáxia. Este grande mistério do Universo é conhecido como Objeto de Hoag. Descoberto …

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …