Movimento de aficionados quer comprar praça de touros de Viana

frmorais / Flickr

-

A proposta de aquisição da praça de touros de Viana do Castelo, encerrada desde 2009, ano em que o município se declarou antitouradas, vai ser apresentada sexta-feira à Assembleia Municipal por um movimento de aficionados.

“Elementos do movimento vão marcar presença na reunião de sexta-feira da Assembleia Municipal para apresentar a proposta de compra da praça”, afirmou à Lusa José Carlos Durães, o porta-voz do movimento pró-touradas Vianenses pela Liberdade.

A sessão ordinária decorre sexta-feira a partir das 21h no Castelo Santiago da Barra.

A intenção de compra da praça de touros, construída em 1948, por cerca de 100 mil euros foi anunciada pelo grupo de aficionados no início deste mês, após a realização da terceira corrida de touros que ocorreu na cidade e registou fraca adesão.

“Queremos que a praça seja devolvida à cidade de Viana, pelo que comunicamos que temos neste momento em mãos uma proposta de um consórcio luso-francês que pretende investir 100 mil euros na compra e recuperação da nossa praça, para a transformar num espaço multiusos, criando emprego, riqueza e dinamismo na nossa cidade”, lê-se no comunicado enviado na altura à imprensa pelo grupo de aficionados.

Na ocasião, questionado pela Lusa, o presidente da Câmara Municipal escusou-se a comentar o assunto.

O movimento Vianenses pela Liberdade foi criado em 2009, depois de a câmara ter aprovado, por proposta da maioria socialista, uma declaração afirmando Viana como “anti-touradas”, prevendo não autorizar qualquer evento deste género em terrenos públicos ou privados desde que tal dependesse de decisão do município.

A praça foi comprada em 2009 pela Câmara Municipal pelo valor simbólico de 5.127 euros e previa a instalação no espaço, a demolir parcialmente, de um Centro Ciência Viva.

Desde então vários cenários foram equacionados para o espaço, que permanece encerrado e em avançado estado de degradação.

Para o movimento pró-touradas este “abandono”, representa uma “manifestação de desrespeito pelo património e história desta cidade” e questionam: “Será que José Maria Costa [presidente da Câmara] recusará esta proposta vantajosa para os cofres do município e para a cidade? Serão os ódios pessoais mais importantes do que o interesse público de Viana?”.

Composta por 4.900 lugares e 18 camarotes, teve uma intensa atividade inicial mas, nos últimos anos, ficou reduzida a apenas um espetáculo anual, por altura da Romaria da Senhora d’Agonia, o que aconteceu pela última vez em agosto de 2008.

Em 2009, o então presidente da Câmara de Viana do Castelo Defensor Moura comprou o imóvel a um grupo privado para o transformar em Centro Ciência Viva.

Contudo, esta ideia seria abandonada meses mais tarde, já com o também socialista José Maria Costa na liderança da autarquia.

Em 2010 Costa admitiu a possibilidade de instalar no espaço o futuro Centro de Mar, mas, “após estudos aprofundados”, a hipótese também não vingou.

Em 2012 o município chegou a anunciar que o edifício poderia ser convertido, através de um investimento privado, num espaço de restauração e atividades náuticas.

O projeto também não avançou e o impasse mantém-se apesar da autarquia admitir que “todos os cenários” estão “em aberto” sobre a futura utilização do espaço.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Arranjem depressa uma solução para esta praça, mas que não passe pela tortura dos animais. Quanto aos aperaltados que querem comprar a praça para viverem à custa do sofrimento dos touros, só posso dizer: VÃO TRABALHAR MALANDROS!

RESPONDER

Bolsonaro vai criar um partido "pobre, sem dinheiro, sem televisão". Quem for para lá, vai por amor

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, afirmou na quinta-feira que os parlamentares que o acompanharem na mudança para o Aliança pelo Brasil, o seu novo partido, apenas o farão por amor, já que terá poucos recursos …

"Solução razoável". Marcelo promulga já aumento do salário mínimo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai promulgar já esta sexta-feira o diploma que estabelece um aumento do salário mínimo nacional para 635 euros em 2020, que considera "uma solução razoável, a pensar …

Filósofo francês diz aos homens para violarem mulheres. "Eu violo a minha todas as noites"

O filósofo e escritor francês Alain Finkielkraut afimrou na quarta-feira, durante um programa da TF1 sobre casos de violação divulgados pelos media, que diz aos homens para violarem as suas mulheres. "Eu violo a minha …

Ex-administrador da TAP Luís Rodrigues é o novo presidente da SATA

O antigo administrador da TAP Luís Rodrigues é o novo presidente da transportadora aérea açoriana SATA, informou hoje o executivo regional. "O presidente do Governo [Regional], Vasco Cordeiro, comunicou à Assembleia Legislativa o nome de Luís …

Mãe que deixou recém-nascido no caixote do lixo não quis abortar

A jovem cabo-verdiana, em prisão preventiva por suspeitas de ter abandonado o seu filho recém-nascido no lixo, teve a oportunidade de abortar, mas não quis. O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou, esta quinta-feira, o pedido de …

Face Oculta. MP pede 12 anos e 10 meses para Manuel Godinho

O Ministério Público (MP) defendeu esta sexta-feira a aplicação de uma pena única de 12 anos e 10 meses de prisão para o sucateiro Manuel Godinho, principal arguido do processo Face Oculta, durante a audiência …

Maioria acredita que Governo vai durar quatro anos

Uma sondagem da Aximage revela que a maioria das pessoas entrevistadas acredita que António Costa vai concluir a sua legislatura, mesmo com um Governo que consideram de "estrutura exagerada". Uma sondagem da Aximage para o Jornal …

Tecnologia usada em Marte ajuda a detectar fugas de água em Gaia

Um sistema "pioneiro em Portugal" que recorre a tecnologia usada em Marte, para detectar água, está a ser utilizada pela empresa municipal Águas de Gaia, em Vila Nova de Gaia, para detectar fugas no sistema …

É segredo de Estado e custou mais de 100 milhões. "Máquina do Fisco" analisa 600 mil facturas por hora

O sistema informático que sustenta a "máquina do Fisco" já custou ao Estado mais de 100 milhões de euros e é tão secreto que nem a localização física dos servidores que o sustentam é conhecida. …

Empresário alemão investigado por suspeitas de orgias com menores em Cascais

O empresário alemão Matthias Schmelz, representante em Portugal dos aspiradores da marca Rainbow, está a ser investigado por suspeitas de lenocínio e pagar por orgias com menores na sua casa na zona de Cascais, avançou …