Movimento de aficionados quer comprar praça de touros de Viana

frmorais / Flickr

-

A proposta de aquisição da praça de touros de Viana do Castelo, encerrada desde 2009, ano em que o município se declarou antitouradas, vai ser apresentada sexta-feira à Assembleia Municipal por um movimento de aficionados.

“Elementos do movimento vão marcar presença na reunião de sexta-feira da Assembleia Municipal para apresentar a proposta de compra da praça”, afirmou à Lusa José Carlos Durães, o porta-voz do movimento pró-touradas Vianenses pela Liberdade.

A sessão ordinária decorre sexta-feira a partir das 21h no Castelo Santiago da Barra.

A intenção de compra da praça de touros, construída em 1948, por cerca de 100 mil euros foi anunciada pelo grupo de aficionados no início deste mês, após a realização da terceira corrida de touros que ocorreu na cidade e registou fraca adesão.

“Queremos que a praça seja devolvida à cidade de Viana, pelo que comunicamos que temos neste momento em mãos uma proposta de um consórcio luso-francês que pretende investir 100 mil euros na compra e recuperação da nossa praça, para a transformar num espaço multiusos, criando emprego, riqueza e dinamismo na nossa cidade”, lê-se no comunicado enviado na altura à imprensa pelo grupo de aficionados.

Na ocasião, questionado pela Lusa, o presidente da Câmara Municipal escusou-se a comentar o assunto.

O movimento Vianenses pela Liberdade foi criado em 2009, depois de a câmara ter aprovado, por proposta da maioria socialista, uma declaração afirmando Viana como “anti-touradas”, prevendo não autorizar qualquer evento deste género em terrenos públicos ou privados desde que tal dependesse de decisão do município.

A praça foi comprada em 2009 pela Câmara Municipal pelo valor simbólico de 5.127 euros e previa a instalação no espaço, a demolir parcialmente, de um Centro Ciência Viva.

Desde então vários cenários foram equacionados para o espaço, que permanece encerrado e em avançado estado de degradação.

Para o movimento pró-touradas este “abandono”, representa uma “manifestação de desrespeito pelo património e história desta cidade” e questionam: “Será que José Maria Costa [presidente da Câmara] recusará esta proposta vantajosa para os cofres do município e para a cidade? Serão os ódios pessoais mais importantes do que o interesse público de Viana?”.

Composta por 4.900 lugares e 18 camarotes, teve uma intensa atividade inicial mas, nos últimos anos, ficou reduzida a apenas um espetáculo anual, por altura da Romaria da Senhora d’Agonia, o que aconteceu pela última vez em agosto de 2008.

Em 2009, o então presidente da Câmara de Viana do Castelo Defensor Moura comprou o imóvel a um grupo privado para o transformar em Centro Ciência Viva.

Contudo, esta ideia seria abandonada meses mais tarde, já com o também socialista José Maria Costa na liderança da autarquia.

Em 2010 Costa admitiu a possibilidade de instalar no espaço o futuro Centro de Mar, mas, “após estudos aprofundados”, a hipótese também não vingou.

Em 2012 o município chegou a anunciar que o edifício poderia ser convertido, através de um investimento privado, num espaço de restauração e atividades náuticas.

O projeto também não avançou e o impasse mantém-se apesar da autarquia admitir que “todos os cenários” estão “em aberto” sobre a futura utilização do espaço.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Arranjem depressa uma solução para esta praça, mas que não passe pela tortura dos animais. Quanto aos aperaltados que querem comprar a praça para viverem à custa do sofrimento dos touros, só posso dizer: VÃO TRABALHAR MALANDROS!

RESPONDER

Polícia dispara balas de borracha sobre manifestantes em Hong Kong

A polícia disparou no domingo balas de borracha em confrontos com manifestantes pró-democracia, em Hong Kong, perto de um centro comercial no qual causaram distúrbios. Pelo décimo sexto fim de semana de mobilização, milhares de manifestantes …

Portugal já paga juros mais baixos que Itália e Espanha, diz Costa

"Todos em Portugal estão hoje a viver melhor do que viviam há quatro anos", afirmou António Costa, durante uma ação de campanha do PS. António Costa disse, este domingo, que Portugal já está a pagar a …

Os últimos cinco anos foram os mais quentes de sempre

Um relatório das Nações Unidas revelou que, entre 2015 e 2019, foram atingidos níveis históricos. Desde 1850, as temperaturas aumentaram 1,1ºC. O período entre 2015 a 2019 é o mais quente alguma vez registado, indicou este …

Duarte Lima perde último recurso e deve ser julgado pela morte de Rosalina Ribeiro em Portugal

O Supremo Tribunal brasileiro indeferiu um novo recurso de Duarte Lima que assim está mais próximo de ser julgado em Portugal, pelo homicídio de Rosalina Ribeiro, em Maricá, em 2009. Ao recurso extraordinário, interposto de uma …

Governo britânico cumprirá decisão do Supremo sobre suspensão do Parlamento

O Governo britânico cumprirá a decisão do Supremo Tribunal do Reino Unido sobre a legalidade ou ilegalidade da suspensão do Parlamento, uma decisão que deverá ser anunciada esta semana. A garantia foi dada este domingo à …

Bancos vendem créditos à habitação a Fundos de Investimento (e é "dramático" para muitas famílias)

Estão a chegar à DECO cada vez mais pedidos de ajuda de famílias que viram os seus créditos à habitação serem adquiridos aos Bancos por Fundos de Investimento e que estão a ser pressionadas para …

BE fará uma campanha "sem energia perdida, palavras ocas ou provocações"

Um partido que pretende ao mesmo tempo trilhar um "caminho de alternativa" e "caminhos de convergência". Assim definiu Catarina Martins a orientação do Bloco de Esquerda (BE) na campanha eleitoral. Ao discursar num almoço com agentes …

Jornalistas não podem ser condenados por violação de segredo de justiça, defende Costa

No primeiro dia da campanha eleitoral para as eleições legislativas de 06 de outubro, António Costa, primeiro-ministro e líder do PS, deu uma entrevista à CMTV e aproveitou para mostrar divergências em relação a Rui …

Défice fica nos 0,8% do PIB no primeiro semestre do ano

O défice situou-se em 0,8% do PIB no primeiro semestre deste ano, em contas nacionais, abaixo dos 2,2% registados no período homólogo, mas longe da meta para o conjunto do ano, de 0,2%. "No conjunto do …

Pelo menos sete crianças morreram após colapso de escola no Quénia

Pelo menos sete crianças morreram e 57 ficaram feridas após o colapso do edifício de uma escola em Nairobi, no Quénia, esta segunda-feira, confirmaram os serviços de socorro e as autoridades locais. "Depois do colapso do …