Encantado com Mourinho, Dybala conta episódio caricato que o fez assinar pela Roma

AS Roma / Facebook

O avançado argentino não poupa nos elogios a José Mourinho e confessa que está muito feliz na Roma.

O atacante Paulo Dybala, que foi um dos reforços da Roma no último Verão, aproveitou a pausa para o futebol internacional para dar uma entrevista à ESPN Argentina onde deu detalhes sobre a sua relação com José Mourinho.

Antes de assinar pela Roma de graça, Dybala passou sete anos na Juventus, onde admite que “os últimos anos não foram fáceis, a nível pessoal”. “Creio que a mudança de ares foi muito boa. Pessoalmente, com Mourinho, conhecendo-o, quando ele me chamou, foi questão de minutos decidir”, afirma.

“Tanto ele como o diretor desportivo da Roma, Tiago Pinto, falaram do projeto do clube e do desejo de continuar a ganhar como no ano passado. Então, ser protagonista numa equipa assim ajuda-me muito. O clube é incrível e continuará a crescer”, acrescenta o argentino de 28 anos.

Dybala também está rendido a José Mourinho. “Fiquei surpreendido com a sua humildade, ele trata toda a gente da mesma forma”, refere.

O jogador conta uma situação caricata com o Special One que o ajudou a decidir juntar-se aos romanos. “Vivi um episódio curioso com ele no ano passado. Quando jogámos contra a Roma, ganhámos por 4-3, e o treinador tirou-me do campo. O Mourinho foi até perto do nosso banco para me cumprimentar e disse: ‘és um fenómeno‘”, revela.

“Este episódio marcou-me, mas nesse momento não sabíamos o que ia acontecer, supostamente ia renovar com a Juventus, não havia nada. Quando Mourinho me ligou pela primeira vez, perguntou-me se me lembrava daquele momento. E eu disse-lhe ‘claro, como podia esquecer? Foi uma honra‘. Ele respondeu: ‘Bom, agora o que fazias contra mim quero que faças comigo’. Ligou-me vários dias seguidos e foi uma questão de minutos tomar a decisão de ir trabalhar com ele. Pareceu-me um fenómeno em todos os sentidos”, remata o jogador.

Dybala elogia ainda a conhecida frontalidade do treinador: “Um treinador assim diz poucas coisas, mas de forma direta. Tivemos muitas conversas sobre o clube, a cidade e as suas ideias. A ver de fora às vezes cria-se uma imagem, mas quando o conheces pessoalmente, ele é uma pessoa incrível“.

E parece que fez a decisão acertada. Desde que chegou a Roma, Dybala já marcou quatro golos e deu duas assistências em oito jogos. Para além disso, o jogador tem sido muito acarinhado pelos adeptos, que lhe deram umas boas-vindas inesquecíveis quando em julho 8000 pessoas se juntaram na Praça do Coliseu para o saudar.

https://www.youtube.com/watch?v=pU57MXl4KEE

“As boas-vindas foram pouco usuais. Quando entras num estádio com os teus companheiros é uma coisa, mas eu estava sozinho! Nunca me tinha acontecido. O adepto da Roma é muito parecido com o argentino em termos de paixão. Têm uma loucura encantadora e eu sinto esse afeto“, afirma.

Os adeptos são mesmo “totalmente loucos”, mas de uma forma “linda”. “No outro dia sai para jantar e ninguém me cobrou, convidavam-me para todos os lados. A verdade é que é lindo esse carinho. Já disseram que antes vem a Roma, depois a família. É esse nível de loucura que faz com que alguém se encante e deixe tudo no campo por eles”, conclui.

  Adriana Peixoto, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.