As “motosserras” foram inventadas para o parto (e não para cortar madeira)

Apesar de, hoje em dia, serem usadas para cortar madeira das árvores, as motosserras foram projetadas originalmente para o parto.

Nos dias de hoje, o parto nem sempre é fácil. Porém, antes de haver óxido nitroso, saneamento e morfina, o processo era significativamente pior.

Segundo o IFLScience, o primeiro registo escrito de uma cesariana bem-sucedida vem da Suíça nos anos 1500, realizada por um castrador profissional de vacas à sua esposa. De acordo com o relato – escrito 82 anos depois e contestado por alguns historiadores -, a mãe e o bebé sobreviveram (e o filho viveu até aos 77 anos).

Nos Estados Unidos, o primeiro relato sobre cesarianas foi publicado numa edição de 1830 do Western Journal of Medical and Physical Sciences. O médico John L. Richmond descreveu o caso de um parto difícil durante uma tempestade.

Depois de muitas horas, com o trabalho de parto a não progredir, o médico acreditou que a vida da mulher estava em grave perigo e “sentindo um profundo e solene senso” de responsabilidade, “com apenas uma caixa de instrumentos de bolso comuns, por volta da uma da manhã”, começou a cesariana.

Usando a lâmina de uma tesoura torta, Richmond cortou a mãe e tentou remover o feto. No entanto, “como era anormalmente grande e a mãe muito gorda e sem assistência, achei essa parte da minha operação mais difícil do que esperava“, escreveu. Com a mãe em demasiada agonia, decidiu que “uma mãe sem filhos era melhor do que uma criança sem mãe” e começou a salvar a mãe e a remover o feto.

Assim, antes de serem usados antissépticos e anestésicos na medicina, as cesarianas eram de risco extremamente alto e, portanto, raras.

Naquela altura, desde 1597 até quando as cesarianas se tornaram seguras, era muito mais comum um procedimento cirúrgico conhecido como sinfisiotomia, em que a sínfise púbica – uma articulação feita de cartilagem acima da vulva – era cortada para alargar a pelve e facilitar o parto.

Como todos os procedimentos cirúrgicos da época, este não era isento de riscos e a rapidez era essencial. Quanto menos tempo gasto na operação, menor a probabilidade de o paciente entrar em choque ou desenvolver uma infeção mortal.

No final do século XVIII, dois médicos escoceses, John Aitken e James Jeffray, descobriram uma solução para fazer o trabalho com muito mais rapidez e eficiência: uma motosserra.  A primeira motosserra do mundo era uma serra flexível baseada numa corrente de relógio com dentes que se moviam com uma manivela.

O dispositivo, produzido em 1806, passou a ser usado para remover articulações com problemas e acabou por ser mecanizado.

Só em 1905 é que alguém pensou em usar esta tecnologia para cortar lenha.

Atualmente, as sinfisiotomias já não são realizadas, mas às vezes ainda acontecem em países do Terceiro Mundo, onde não existe uma sala de cirurgia para uma cesariana.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Mas isso é porque as mulheres escocesas são gigantes. Cortar uma árvore ou fazer uma incisão na barriga de uma escocesa é a mesma coisa.
    Aliás, as máquinas para aparar sebes foram inventadas para curtar as unhas às escocesas.

RESPONDER

Governo vai testar 35 mil funcionários de creches e pré-escolar até 3 de outubro

Os funcionários das creches, do pré-escolar e a rede nacional de amas começaram esta quinta-feira a ser testados à covid-19, numa ação que até 3 de outubro abrangerá 35 mil pessoas em todo o país. O …

Bem-vindo à última fase do desconfinamento: fim do certificado em restaurantes, máscara em transportes e lares

"Estamos em condições para avançar para a terceira fase de desconfinamento." Foi com esta frase que António Costa deu início à conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta quinta-feira. Portugal vai avançar para a …

EUA reabrirá campo de detenção de migrantes perto da prisão de Guantánamo

A administração do Presidente dos Estados Unidos (EUA) Joe Biden se prepara para reabrir um campo de detenção de migrantes na Baía de Guantánamo, após um aumento de migrantes e requerentes de asilo no sul …

Défice desce para 5,3% do PIB no 2.º trimestre do ano

O défice orçamental do primeiro semestre deste ano é de 5,5% do PIB. A meta do ministro das Finanças para o ano de 2021 é de 4,5%.  O défice orçamental fixou-se em 5,3% do PIB no …

É a maior contração desde 1995. INE revê queda do PIB para 8,4%

A queda foi pior do que se esperava: o Produto Interno Bruto (PIB) recuou 8,4% e não 7,6%, indicam os recentes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). O Produto Interno Bruto (PIB) caiu 8,4% em …

EUA aprovam terceira dose da Pfizer para maiores de 65 anos e grupos de risco

A Food and Drugs Adminustration (FDA) anunciou, na noite de quarta-feira, ter dado luz verde à administração de uma terceira dose da vacina da Pfizer em alguns casos. O organismo que regula a comercialização de medicamentos …

Estabelecimentos de Santos vão encerrar mais cedo. Psicólogos alertam que fim de restrições pode levar a excessos

Redução do horário é a solução encontrada pelos empresários para dar resposta à recente onda de criminalidade que se tem registado na zona de Santos. Especialistas em psicologia apontam o levantar das medidas de restrição, …

885 novos casos e cinco mortes. Internamentos continuam em queda

Portugal registou 885 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal registou, nas últimas …

Número de professores de informática é insuficiente para responder à procura

Aquela que poderia ser uma notícia positiva tem, na realidade, um contexto negativo, já que evidencia uma falha estrutural do sistema de ensino português. De acordo com as informações veiculadas pela Direção-Geral da Administração Escolar (DGAE), …

De olhos postos em Almada e com a aposta em Joana Mortágua, o Bloco volta a prometer passes a 20 euros

Em campanha em Almada com Joana Mortágua, a habitação e os passes sociais foram os temas em cima da mesa do Bloco de Esquerda. Depois de andar em campanha no Norte, o Bloco de Esquerda foi …