“Eu não quero dizer adeus.” Mosteiro torna-se símbolo da tensão em Nagorno-Karabakh

Hayk Baghdasaryan / EPA

Mosteiro de Dadivank

O mosteiro de Dadivank, na vila de Karvachar, está a tornar-se um símbolo da tensão que existe entre arménios e azeris na disputa por Nagorno-Karabakh.

O mosteiro de Dadivank foi fundado no I Século por um discípulo de São Tadeu, o evangelizador dos arménios, apesar de o primeiro registo escrito ser do Século IX. De qualquer das formas, a Arménia foi o primeiro país da história a adotar o Cristianismo como religião oficial, antes do Império Romano.

A vila de Karvachar, em arménio, ou Kalbajar, em azeri, vai ser entregue às forças do Azerbaijão, de acordo com um tratado de paz assinado entre as duas partes e mediado pela Rússia e pela Turquia. A entrega do território faz com que as duas partes disputem a herança histórica.

É nosso património e devemos cuidar e protegê-lo“, disse Sona Khachaturyan, que veio de visita da capital arménia, Yerevan, citada pela Sky News. “Infelizmente, o mosteiro vai tornar-se parte do Azerbaijão. É doloroso, mas eu não quero dizer adeus porque tenho certeza de que voltarei.”

Para os arménios, há uma ferida que dificilmente vai curar: a deportação e a morte de cerca de 1,5 milhão de arménios étnicos durante o colapso do Império Otomano. A Turquia e o Azerbaijão são os únicos dois Estados que ainda se recusam a reconhecer o genocídio, pelo que o medo e a linguagem do genocídio cultural estão a reaparecer.

Grande parte da herança cultural da Arménia foi destruída quando a Arménia Ocidental foi absorvida pela Turquia na primeira parte do século XX. Com as perdas territoriais sofridas como resultado desta guerra, a Arménia está novamente apreensiva.

Inicialmente, quando se soube que a vila ia ser entregue ao Azerbaijão, o próprio mosteiro começou a ser desmantelado, mas o abade do mosteiro prometeu que não abandonaria o local, estando disposto a morrer.

As autoridades arménias intercederam e conseguiram garantir que o mosteiro seja protegido por forças russas. A bandeira tricolor hasteada na entrada do complexo do mosteiro e os soldados russos estão no local para garantir que a palavra é cumprida.

O Azerbaijão também prometeu que os cristãos arménios terão acesso contínuo a Dadivank e a outros locais religiosos em territórios que, em breve, pertencerão a este país.

Se, por um lado, a chegada das forças russas assegura a segurança do mosteiro; por outro, o futuro permanece incerto.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Um ano após o confinamento de Wuhan o mundo continua em crise devido à covid-19

Quase um ano depois da imposição do confinamento na cidade de Wuhan para travar o vírus SARS-CoV-2, que se assinala este sábado, o mundo continua em luta contra a pandemia, apesar do aparecimento de vacinas. A …

Pessoas com certas características podem ser mais suscetíveis a "ouvir" os mortos

Uma equipa de cientistas identificou certas características que podem tornar as pessoas mais suscetíveis a alegar que “ouvem” os mortos. Um novo estudo sugere que as pessoas que se descrevem como "clariaudientes" - em oposição a …

Sporting 1 - 0 SC Braga | Leões conquistam Taça da Liga com golo de Porro (e algum sofrimento)

O Sporting reconquistou hoje a Taça da Liga de futebol, ao vencer na final o Sporting de Braga, por 1-0, em Leiria, com um golo de Pedro Porro e enorme resistência durante a segunda parte. O …

Estados Unidos querem rever o acordo com rebeldes talibãs no Afeganistão

Os Estados Unidos indicaram hoje às autoridades afegãs o seu desejo de rever o acordo entre o Governo norte-americano e os talibãs, assinado em fevereiro de 2020, particularmente para "avaliar" o respeito dos rebeldes pelos …

"Excedeu todas as expetativas". Implante de córnea artificial devolve visão a homem cego

Um homem de 78 anos que estava cego dos dois olhos há 10 anos recuperou a visão após receber o primeiro implante de uma córnea artificial desenvolvida pela startup israelita CorNeat Vision. O implante CorNeat KPro …

Tenista João Sousa falha Open da Austrália após ter estado infetado

João Sousa vai falhar o Open da Austrália depois de ter estado infetado com o novo coronavírus, por determinação das autoridades australianas, anunciou hoje o tenista português. "É com muita tristeza que vos dou a conhecer …

Cientistas criam nova forma de produzir carne em laboratório (e prometem manter o sabor e a textura)

Uma equipa da McMaster desenvolveu uma nova forma de carne cultivada, através do uso de um método que promete manter o sabor e a textura mais naturais do que as outras alternativas à carne tradicional. Os …

Papa pede "jornalismo corajoso" e controlo de notícias falsas na Internet

O papa Francisco pediu hoje um "jornalismo corajoso" que venha ao encontro das pessoas e histórias, propondo ainda o controlo das notícias falsas na Internet, especialmente neste período de pandemia da covid-19. “Opiniões atentas lamentam, há …

A cidade mais antiga das Américas está sob ameaça de invasão (e a culpa é da pandemia)

Tendo sobrevivido durante cinco mil anos, o sítio arqueológico mais antigo das Américas está sob a ameaça de invasores que afirmam que a pandemia de covid-19 os deixou sem outra opção a não ser ocupar …

Suspeito do homicídio de Bruno Candé nega ter agido impulsionado por racismo

Evaristo Marinho disparou vários insultos racistas contra Bruno Candé: “Vai para a tua terra, preto, tens a família toda na sanzala e também devias lá estar”, foi um deles. Três dias depois acabou por matá-lo, …