Moscovo acusa Washington de treinar jihadistas na Síria

theglobalpanorama / Flickr

A Rússia acusou, este sábado, os Estados Unidos de treinarem centenas de jihadistas perto de um campo de refugiados na cidade de Al Hasaka, noroeste da Síria, para lançar uma nova contraofensiva contra o Estado sírio.

“Sob o comando de instrutores norte-americanos das forças operacionais especiais está-se a criar uma nova unidade chamada ‘Novo Exército Sírio’ a partir de grupos de terroristas dispersos”, informou o Centro para a Reconciliação da Síria russo num comunicado.

A nota oficial sublinha que o referido centro de treino se situa nas imediações do campo de refugiados que está a 20 quilómetros a noroeste da cidade de Al Shadadi, em Hasaka.

“Segundo os testemunhos de refugiados que regressaram a casa, os instrutores norte-americanos anunciaram que quando estiverem concluídos os treinos as unidades serão dispersas no sul da Síria para lutar contra as forças governamentais“, adianta.

Os refugiados asseguram que o referido centro funciona há mais de meio ano e é utilizado pela coligação internacional liderada por Washington “como base de treino para terroristas que chegam de diferentes partes da Síria”.

“Atualmente nos arredores do campo de refugiados estão concentrados cerca de 750 terroristas” procedentes de várias zonas da Síria, refere a nota.

Depois de ter proclamado a “derrota completa” do Estado Islâmico na Síria, o Presidente russo, Vladimir Putin, visitou na última segunda-feira pela primeira vez a base aérea russa naquele país árabe.

Hoje, o secretário de Defesa norte-americano, Jim Mattis, também alertou para voos perigosos de caças russos sobre o que é considerada uma zona segurança na Síria, questionando-se sobre se o incidente foi um erro de voo ou deliberado.

Mattis disse aos jornalistas que os EUA e a Rússia ainda estão a usar uma linha telefónica para coordenar os voos sobre o movimentado céu sírio, já que a coligação liderada pelos americanos pretende eliminar os militantes remanescentes do grupo terrorista.

Dois caças russos Su-25 voaram através de uma linha não oficial que separa as forças aéreas russas e norte-americanas no leste da Síria, na quarta-feira, chegando perigosamente perto de aeronaves dos Estados Unidos.

Os aviões de combate F-22 da Força Aérea dos EUA, em resposta a esta ação, lançaram avisos de advertência. Jim Mattis declarou que não espera perfeição nos voos, mas também não quer manobras perigosas.

O secretário da Defesa afirmou que não está claro se este incidente foi deliberado ou um erro, um voo desleixado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …