Moscas e humanos alimentam-se de forma semelhante

existangst / Flickr

-

A forma como os mamíferos e as moscas se alimentam é semelhante, revela um estudo hoje divulgado, que utilizou uma nova tecnologia de investigação e que permitirá compreender e tratar disfunções como a obesidade ou a anorexia.

O trabalho vem hoje divulgado na revista científica Nature Communications e foi feito por investigadores do Programa Champalimaud de Neurociências, em Lisboa, em colaboração com investigadores da Universidade de Washington, Seattle, Estados Unidos.

Carlos Ribeiro, um dos investigadores, explicou à agência Lusa que o trabalho se centrou na chamada mosca da fruta e que, a par das revelações, tem também como grande novidade a técnica de estudo, “com potencial para avançar outros estudos, como os ligados à memória, aprendizagem ou interacção“.

Para entender o comportamento e a forma como come a mosca da fruta, os investigadores desenvolveram o que chamaram de “flyPAD“, um dispositivo sensível idêntico ao que é utilizado nos novos telemóveis de toque. “Cada vez que a mosca toca na comida, o flyPAD detecta esse movimento, permitindo-nos seguir e registar os detalhes da alimentação em alta resolução e em tempo real”, disse o investigador.

Mas, depois, era necessário perceber quando é que o alimento chega ao sistema nervoso das moscas. O que fizeram os investigadores foi colocar no cérebro das moscas uma proteína do pirilampo e, no alimento, uma substância capaz de activar a proteína do brilho.

Este método “simples” está a entusiasmar investigadores do mundo inteiro, disse à Lusa Carlos Ribeiro, investigador principal do laboratório Behaviour and Metabolism, do Programa Champalimaud de Neurociências. “Muita gente vai utilizar esta tecnologia, com potencial para muitas outras coisas”, disse.

Agora, acrescentou, a investigação vai continuar, para tentar perceber a lógica de escolha de determinados nutrientes. O corpo dá instruções ao cérebro sobre o que precisa? Que instruções são essas? Como é que o animal sabe o que lhe falta?

Estas são perguntas de Carlos Ribeiro, para as quais espera encontrar as respostas, nos próximos tempos – porque entender nas moscas os genes que levam à tendência para comer mais, pode “abrir portas” para o ser humano; e porque, disse o investigador, “a estrutura de como a mosca come é muito parecida com a dos ratinhos e, a certo nível, com a forma como os humanos comem”.

Essa é já, salientou, uma das grandes novidades do estudo, a de que “a mosca da fruta organiza a refeição em muitos aspectos igual a um ser humano”.

No trabalho hoje publicado, Carlos Ribeiro diz que o próximo passo é usar a nova tecnologia para perceber como é que o cérebro regula a ingestão de alimentos.

“Queremos identificar os neurónios e os genes que controlam e estão na base deste comportamento, em tempo real. Uma vez que a regulação da alimentação parece ser semelhante entre moscas e vertebrados, existe a possibilidade fascinante de os circuitos ou os genes usados para controlar a alimentação em vertebrados serem semelhantes aos da mosca. Este estudo traz-nos assim para mais perto de compreender como podemos escolher o que comemos e quanto comemos”, afirmou.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cérebros de pessoas que pintam com os pés revelam uma adaptação neurológica brilhante

https://vimeo.com/361083247 Numa nova investigação que demonstra o quão flexível é o nosso cérebro, cientistas mostraram que os cérebros das pessoas que pintam com os pés estão a mapear os membros inferiores quase como se fossem mãos. No …

Afinal, o universo pode ser 2 mil milhões de anos mais novo do que pensávamos

Novos cálculos sugerem que o universo pode ser dois mil milhões de anos mais novo do que aquilo que se pensava. Contudo, é difícil saber com exatidão a sua verdadeira idade. Os cientistas calculam a idade …

O maior vulcão de uma lua de Júpiter pode estar prestes a entrar em erupção

O maior vulcão de Io, uma das quatro grandes luas de Júpiter, pode estar prestes a explodir. Décadas de observação mostram um ciclo periódico nas erupções deste vulcão. De acordo com o Science Alert, o vulcão …

Crianças e adolescentes são quem mais consome açúcar em Portugal

Um estudo do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), que teve por base o Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física, concluiu que as crianças e os adolescentes são quem mais consome …

A Rússia já sabe como apareceu a fissura na nave Soyuz (mas não revela)

A Corporação Espacial Estatal da Rússia, Roscosmos, já sabe qual é a origem da fissura encontrada há um ano na nave Soyuz MS-09, acoplada à Estação Espacial internacional. Mas não revelará mais informações. "O buraco foi …

SIVRAC, a bicicleta elétrica que se dobra em apenas um segundo

Com um quadro em forma de "X" e dobrável num estalar de dedos, a nova SIVRAC promete ser uma solução prática para quem viaja, por exemplo, de bicicleta para o trabalho. A bicicleta é um …

Porto 2-1 Young Boys | Dragão de duas faces com estreia feliz

O FC Porto entrou na Liga Europa com o pé direito, ao vencer o Young Boys por 2-1, no Estádio do Dragão. Uma primeira parte de enorme qualidade, na qual os suíços só por uma …

Dois turistas foram apanhados a nadar nus em Veneza. Vão pagar 3 mil euros cada um

Os homens checos estavam em Itália para apoiar a sua equipa de futebol - o Slavia de Praga que jogou contra o Inter em Milão -. Os dois visitantes, em Veneza, decidiram dar um mergulho. Um …

Voar sobre as águas do Sena. Paris testa "bolha do mar", um barco-táxi amigo do ambiente

Paris está a testar um novo meio de transporte mais amigo do ambiente: um barco-táxi ecológico que desliza nas águas do rio Sena. Esta semana, o sea bubble (bolha do mar) está em testes no rio …

Há uma "Matilde" na Bélgica que também precisa do medicamento mais caro do mundo

Mais de 950 mil belgas responderam ao apelo de um casal, que precisava de reunir 1,9 milhões de euros para comprar o medicamento mais caro do mundo para a filha. Pia, de nove meses, sofre de …