Morte de David Bowie terá sido suicídio assistido

davidbowie.com

David Bowie, o "Camaleão do Rock"

David Bowie, o “Camaleão do Rock”

Oito meses depois da morte do cantor, surgem novos desenvolvimentos sobre as últimas horas de Bowie.

Segundo a amiga de longa data do artista, Lesley-Ann Jones, o músico,  que faleceu a 10 de janeiro, dois dias depois de ter completado 69 anos, pode afinal ter optado pela eutanásia (morte medicamente assistida), depois de uma longa batalha contra o cancro.

A biógrafa e jornalista inglesa que acompanhou David Bowie em várias digressões afirma ter reunido provas suficientes que comprovam a sua teoria.

“Já conversei com várias pessoas que sugeriram que a morte dele terá sido o resultado de suicídio assistido. Acho que jamais será revelado quem o ajudou e como isso foi feito. Tenho a certeza que não envolveu familiares e amigos, para que ficassem protegidos”, revelou Lesley-Ann Jones em entrevista ao Daily Mail.

“Dois singles lançados quase em simultâneo, o maior disco da sua carreira lançado no dia de anos e a sua morte dois dias depois, acho que nada disto é coincidência”, acrescentou, sublinhando que “David sempre controlou tudo à sua volta ao longo da carreira por isso não é improvável que o tenha feito também em relação à forma como queria morrer”.

Recorde-se que depois do lançamento do último disco de Bowie, “Blackstar”, cuja temática andava muito em torno da morte, alguns críticos escreveram que não se tratava de uma mera coincidência, sugerindo que o músico tinha planeado tudo ao mais ínfimo pormenor.

Também o produtor Simon Napier-Bell acredita que tudo foi orquestrado pelo cantor sabendo que se encontrava em fase terminal. O produtor defende ainda que as últimas fotografias de David Bowie, onde aparece sorridente, de chapéu e com um elegante fato preto, foram “um ato deliberado”: “Ele queria ser recordado assim: feliz e otimista!”

Estas teorias ganham força perante as afirmações do produtor Tony Visconti, que trabalhou com o músico no seu último trabalho e era presença assídua na casa da família de Bowie, logo após a morte do cantor: “Ele sempre fez o que quis. E quis fazer isto desta forma, da melhor forma. A sua morte não foi diferente da sua vida, uma obra de arte”.

Move

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. e se for verdade? que importa isso? da maneira como estava, era uma questão de dias ou semanas. se houvesse esperança ele teria lutado. sabia que vinha o 1 neto a caminho (nasceu em julho) e isso mais a sua filha adolescente seriam suficientes para lutar pela vida. se optou pela eutanásia é porque já estava nas últimas. não é preciso explorar isso.

  2. duvido que a lesley fosse amiga de longa data. ela quer é vender o livro dela à custa do nome de Bowie. amias de longa data??? sao a mulher dele, Iman e a Coco Schwab e vocês ainda não ouviram comentários delas, pois não?
    Lesley não era amiga. era conhecida.

  3. Se eu estivesse no lugar dele, rico e com boa assistência médica, não teria arriscado o suicídio. Barra pesada mesmo, se assim foi, provavelmente foi para o baixo astral.

RESPONDER

Sporting 2-2 Belenenses SAD | Líder salva virgindade nos descontos

A Belenenses SAD esteve a segundos de cumprir a promessa de Petit, que na antevisão da partida apontava para a primeira derrota do Sporting. Os “azuis” estiveram a vencer por 2-0, graças a uma eficácia …

Quatro anos depois, Danny recuperou a sua prancha. Estava a 2700 quilómetros

Um surfista australiano recuperou a sua prancha quatro anos depois de a ter perdido. Estava a 2700 quilómetros do sítio onde a tinha visto pela última vez. Danny Griffiths, um surfista habituado a ondas grandes, perdeu …

Os astronautas precisam de um frigorífico. Engenheiros trabalham num que funciona de "cabeça para baixo"

Para que os astronautas façam longas missões à Lua ou a Marte, precisam de um frigorífico, mas estes eletrodomésticos não são projetados para funcionar em gravidade zero. Os astronautas precisam de frigoríficos para as missões prolongadas …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …