Morreu Alan Bean, o quarto homem na Lua

(dr) Alan Bean

Alan Bean usou poeira lunar real para retratar os seus passeios na Lua

Alan Bean, o quarto homem a caminhar na Lua, morreu aos 86 anos, informou a agência espacial norte-americana NASA em comunicado.

Morreu Alan Bean, o astronauta que, quatro meses depois de Neil Armstrong ter dado um pequeno passo para um homem mas um passo de gigante para a Humanidade, se tornou no quarto homem a fazê-lo.

A norte de Alan Bean acontece pouco mais de um ano após a de Eugene Cernan, o último homem a andar na lua, que partiu para a sua última viagem em janeiro do ano passado.

“Alan Bean, 86 anos, morreu este sábado, 26 de maio, no Houston Methodist Hospital em Houston, Texas. A sua morte aconteceu depois de Bean ter ficado doente, durante uma viagem a Fort Wayne, no Indiana, há duas semanas”, informa o comunicado da agência espacial norte-americana.

“Estamos tristes pela morte de Alan Bean, o quarto homem na Lua, que passou mais de 10 horas na superfície lunar. Foi comandante da missão Skylab II, e dedicou-se à pintura depois de se retirar”, acrescenta a NASA no seu perfil no Twitter.

Capitão da Marinha dos Estados Unidos, Alan Bean tornou-se astronauta em 1963. Seis anos mais tarde, era o piloto do módulo lunar da Apollo 12, a segunda missão dos EUA a chegar à Lua.

As missões Apollo levavam 3 astronautas a bordo, dos quais dois tinham o privilégio de pisar a Lua – que, no caso das Apollo 12, coube a Bean e ao seu colega Peter Conrad, comandante da missão e terceiro homem a pisar a Lua.

Os dois astronautas exploraram a superfície da Lua, tendo realizado experiências científicas a baixa gravidade, enquanto o terceiro membro da missão, Richard Gordon, se manteve em orbita do satélite da Terra, no módulo de comando, à procura de posições de pouso para futuras missões lunares.

“Lembro-me de uma vez estar a olhar para a Terra e começar a pensar uau, isto é belo. Mas então disse a mim próprio, acaba de dizer disparates e vai mas é recolher pedras. Achávamos que a reflexão não era produtiva”, contou Bean à revista People em 1981.

A missão Apollo 12 começou com um susto. Pouco depois da descolagem, o foguete foi atingido por um raio, mas a tripulação conseguiu continuar o voo programado para a Lua. Bean e Conrad passaram mais de 31 horas na superfície da Lua, incluindo mais de 7 horas de trabalho fora do módulo lunar.

Em 1973, Bean comandou a missão Skylab II, a segunda missão tripulada ao famoso Skylab, primeira estação espacial dos EUA, que se despenhou na Terra em 1979, após 6 anos em órbita.

Bean nasceu a 15 de março de 1932, em Wheeler, no Texas. Tinha o sonho de se tornar um piloto, e começou a voar aos 17 anos. Formou-se em engenharia aeronáutica na Universidade do Texas, após o que foi contratado como oficial da Marinha dos EUA.

Bean foi treinado como piloto de testes da Marinha precisamente por Peter Conrad, o que, anos mais tarde, desempenhou um papel crucial na sua escolha para a missão Apollo 12. Alan Bean passou 69 dias, 15 horas e 45 minutos no espaço, antes de se retirar, em 1981.

Depois de deixar a NASA, o ex-astronauta dedicou-se à pintura, tendo criado várias obras que retratavam passeios na superfície lunar usando poeira e detritos trazidos da Lua.

ZAP // Sputnik News / NPR

PARTILHAR

RESPONDER

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …

Santuário medieval recebe escultura em pedra que usa máscara contra a covid-19

Uma catedral histórica do Reino Unido renovou um santuário do século XIV, acrescentando um detalhe que coloca em evidência o momento pandémico que o mundo vive. Agora, a nova escultura está a usar uma máscara …

Aos 10 anos, Adewumi chegou à elite mundial do xadrez (e fugiu ao Boko Haram)

Tanitoluwa Adewumi foi perseguido pelo Boko Haram, fugiu da Nigéria e foi sem-abrigo nos Estados Unidos. Agora, com apenas 10 anos, chegou à elite mundial do xadrez. Grande Mestre é um dos títulos vitalícios concedidos pela …

Hegemonia económica da China cada vez mais longe. Queda demográfica coloca Pequim sob pressão

O objetivo do país é tornar-se na maior potência económica do mundo nos próximos anos, mas a corrida pela hegemonia - disputada com os EUA - pode não ser uma meta fácil de alcançar. O …

Miss Universo 2021. Concorrente da Singapura usa roupa com o slogan "Stop Asian Hate"

Bernadette Belle Ong, uma concorrente do Miss Universo 2021, vestiu uma roupa com as cores de Singapura que continha as palavras Stop Asian Hate ("parem com o ódio contra os asiáticos"). Bernadette Belle Ong aproveitou o …

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …

Reino Unido quer reconhecer animais como seres com sentimentos

O Governo britânico anunciou um amplo plano de defesa dos animais que inclui medidas como o reconhecimento dos animais como seres com sentimentos, a proibição da exportação de animais vivos e da importação de troféus …

PAN rejeita "via verde" para o Governo (e admite travar próximo Orçamento "se necessário")

O PAN não pretende oferecer “uma via verde para o Governo fazer o que bem entender” e admite mesmo travar o Orçamento de Estado "se for necessário". As palavras são da presidente do Grupo Parlamentar do …