/

Morreram três turistas no mesmo hotel da República Dominicana em cinco dias

3

Três turistas, todos de nacionalidade norte-americana e hospedados no Bahia Principe Hotel, em La Romana, na República Dominicana, morreram na última semana de maio de forma repentina.

De acordo com a CNN, que avança com a notícia, as vítimas são um casal de Maryland e uma mulher da Pensilvânia. Miranda Schaup-Werner, 41 anos, morreu a 25 de maio enquanto tomava uma bebida no bar do hotel, minutos depois de ter feito o check in.

Segundo noticia a emissora norte-americana, a mulher, que viajava na companhia do marido, sentiu uma dor aguda e desmaiou pouco depois.

“Estava sentada a sorrir, feliz e a tirar fotografias. No momento seguinte, sentiu uma dor aguda, chamou o Dan [o seu marido] e desmaiou”, explicou um porta-voz da família, que disse que a vítima estava completamente saudável quando o desmaio aconteceu.

A 30 de maio, o casal de Maryland, Edward Nathael Holmes e Cynthia Ann Day, de 63 e 49 anos, foram encontrados sem vida no chão do quarto de hotel.

O casal, que chegou ao alojamento no mesmo dia de Miranda, foi encontrado cinco dias depois sem vida quando os funcionários da unidade hoteleira perceberam que os turistas não desceram para fazer o check-out e foram ao quarto para verificar se estava tudo bem. Não foram encontrados sinais de violência no quarto.

As autópsias revelaram que a causa da morte das três pessoas terá sido insuficiência respiratória por edema pulmonar, condição causada pelo excesso de líquido nos pulmões, segundo a Polícia Nacional da República Dominicana. Contudo, adianta a CNN, serão necessários mais testes para perceber a causa.

As famílias das vítimas já pediram esclarecimentos ao Governo do país e à administração do hotel. O Ministério Público da República Dominicana está também a investigar o caso.

  ZAP //

3 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.