Este ano já morreram 129 pessoas na estrada. O telemóvel leva as culpas

A Secretaria de Estado da Proteção Civil informou hoje que morreram 129 pessoas nas estradas portuguesas, menos uma morte do que em período homólogo de 2018 e o telemóvel ao volante tem contribuído para aumento de vítimas.

Dados da Secretária de Estado da Proteção Civil avançados hoje à Lusa indicam que até quinta-feira passada, dia 18, havia registos de 129 mortos nas estradas portuguesas, ou seja, menos um morto do que no mesmo período de 2018 (130 mortos).

“Sentimos que há aqui um dado novo, o telemóvel é de facto algo que nos tem levado a perceber que em muitas circunstâncias, nomeadamente com choques frontais e despistes em locais onde nada contribui para que houvesse um acidente, leva-nos a considerar que a distração com o telemóvel estará a contribuir muito para este crescimento de numero de acidentes e de vítimas mortais na estrada”, declarou à agência Lusa o secretário de Estado da proteção Civil, José Neves.

À margem de uma ação de sensibilização e fiscalização no âmbito da Operação Páscoa 2019 da GNR, que decorreu hoje junto às portagens dos Carvalhos, no Porto, o secretário de Estado da Proteção Civil admitiu estar preocupado com o facto de a redução de vítimas mortais nas estradas portuguesas em 2019 ser muito reduzida em relação ao ano de 2018.

“Isso preocupa-nos e daí que a Autoridade de Segurança Rodoviária em conjunto com outras forças de segurança estejam a desenvolver e a intensificar as ações de sensibilização e de fiscalização com uma presença quase permanente nas estradas portuguesas, em particular em locais com vítimas mortais”, declarou José Neves, referindo que esta operação visa “sensibilizar” os automobilistas, mas por outro lado visa “fiscalizar e reprimir quem prevarica”.

As ações de fiscalização sobre a segurança rodoviária têm também o objetivo de penalizar quem prevarica, mas sobretudo é sensibilizar e transmitir aos portugueses como devem evitar os comportamentos de risco, designadamente o uso de telemóvel ao volante, velocidade, falta de cinto de segurança ou o uso de substâncias alcoólicas e psicotrópicas.

Cerca de 30% dos condutores vítimas nas estradas têm álcool em excesso no sangue, outro “número preocupante” e que tem de ser “combatido”, acrescentou José Neves.

A dificuldade em conseguir uma efetiva redução na sinistralidade tem sido sentida em toda a Europa e Portugal não foge a essa tendência, considerou José Neves, elencando que os principais fatores de comportamentos de risco nas estradas relacionam-se com o uso indevido do telemóvel ao volante, velocidade e ingestão de substâncias alcoólicas e psicotrópicas.

A Operação Páscoa 2019 da GNR registou na quinta-feira um total de 250 acidentes, dos quais resultaram 43 acidentes com vítimas e entre os feridos há cinco com gravidade, disse hoje fonte da GNR.

“A GNR entre o dia 18 e o dia 22 de abril desenvolve a Operação Páscoa. No dia de ontem [quinta-feira, dia 18], foram registados 250 acidentes, dos quais resultaram 43 acidentes com vítimas e a lamentar cinco feridos graves”, disse à Lusa o capitão Alves.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se a PSP e a GNR andassem em carros descaracterizados e apanhassem os infratores, a “colheita” em multas daria para diminuir os nossos impostos.

RESPONDER

Há um enorme buraco na atmosfera de Marte (e a água está a escapar)

Uma vez a cada dois anos, um gigantesco buraco abres-e na atmosfera marciana, deixando escapar para o Espaço uma parte das escassas reservas de água do Planeta Vermelho. O estranho mecanismo meteorológico, nunca visto na Terra, …

Musk vai construir um túnel de alta velocidade em Las Vegas

A Boring Company conseguiu um contrato de 48,7 milhões de dólares para construir um sistema subterrâneo, chamado LVCC Loop, em Las Vegas. A empresa Boring Company, de Elon Musk, foi a escolhida para construir um túnel …

Cientistas podem ter descoberto a verdadeira origem da canábis

A origem da canábis é um mistério, mas a análise de pólen antigo sugere que a planta evoluiu cerca de três quilómetros acima do nível do mar no planalto tibetano. Documentos que datam da Idade Média …

Sporting vs FC Porto | Um ano depois, a Taça para os leões

O Sporting venceu o FC Porto, mais uma vez nas grandes penalidades, e arrecadou a 17ª Taça de Portugal. Num jogo muito disputado no Estádio do Jamor, que terminou empatado 1-1 no tempo regulamentar, o Porto …

Marcelo pede aos portugueses para votarem. "Ficar em casa é um erro enorme"

O Presidente da República pediu hoje aos portugueses que façam o "pequeno sacrifício" de votar nas eleições para o Parlamento Europeu e não deixem "nas mãos de 20% ou de 25% a decisão que é …

Uma cidade inteira dos EUA está refém de cibercriminosos

A cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, está sob ataque. Mas a ameaça não vem de pessoas armadas com pistolas e bombas. Há duas semanas, cibercriminosos usaram ransomware - um tipo de software nocivo que restringe …

Abandonado em bebé no aeroporto de Gatwick, Steve encontrou a família 33 anos depois

Um bebé foi abandonado no chão de uma casa de banho do aeroporto de Gatwick a 10 de abril de 1986. Foi quando Beryl Wright encontrou o recém-nascido que começou o mistério que só se …

Monges encontram receita perdida e voltam a fabricar cerveja medieval belga após 224 anos

Os monges da abadia de Grimbergen, na província de Brabante Flamengo, na Bélgica, encontraram a receita original de uma cerveja que era produzida artesanalmente no local há 224 anos e voltarão a fabricá-la. Monges da Abadia …

Nova app permite transmitir consentimento ao par num encontro

Vem aí uma nova app para encontros que nos permite sinalizar quando é que o nosso par tem o nosso consentimento para avançar para o próximo passo. A aplicação permite também ganhar pontos conforme se …

Agências de espionagem dos EUA cedem informações a investigação sobre interferência russa

Trump ordenou às agências de espionagem norte-americanas que deem os dados que têm sobre interferência da Rússia nas presidenciais de 2016 ao Departamento da Justiça. O diretor dos serviços secretos nacionais norte-americanos, Dan Coats, afirmou este …