Morrem por dia 15 mil crianças com menos de 5 anos

Um novo relatório revela que 15 mil crianças morreram por dia em 2016 antes de completarem o quinto aniversário. Pelo menos 46% delas, ou 7 mil, não sobreviveram aos primeiros 28 dias após o nascimento.

Quando acabar de ler esta notícia, terão morrido 31 crianças com menos de 5 anos.

O relatório Níveis e Tendências da Mortalidade Infantil 2017 destaca que o número de crianças que morreram antes dos cinco anos foi de 5,6 milhões em 2016, comparado com os quase 9,9 milhões do ano 2000. No entanto, neste período aumentou a proporção de mortes de recém-nascidos no mundo de 41% para 46%.

Segundo o documento, em Angola verificaram-se 29 mortes em cada mil nascimentos. Na tabela de mortalidade de crianças menores de cinco anos, o país africano registou 83 mortes em cada mil nascimentos.

Entre as nações de língua portuguesa, o Brasil reduziu de forma mais acelerada as mortes dos menores de cinco anos, a uma taxa de 5,6% ao ano. No país ocorreram 15 mortes em cada mil nascimentos.

De acordo com o estudo, na Guiné-Bissau ocorrem 38 mortes em cada mil crianças nascidas vivas, em Moçambique 27 mortes em cada mil nascimentos, enquanto Timor-Leste regista 22 mortes neonatais em cada mil.

O relatório revela ainda que em São Tomé e Príncipe ocorrem 15 mortes em cada mil novos nascimentos. Em Cabo Verde e Portugal há 10 e duas mortes em cada mil nascimentos, respetivamente.

Segundo Stefan Swartling Peterson, diretor de saúde do Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF, foram salvos 50 milhões de crianças menores de cinco anos desde 2000. Para Stefan, isto revela “um testemunho do compromisso sério dos governos e parceiros de desenvolvimento para combater as mortes infantis evitáveis”.

Peterson afirma que “a menos que se faça mais para impedir que os bebés morram no dia em que nascem, ou nos dias após o nascimento, esse progresso permanecerá incompleto”.

O responsável de saúde da UNICEF revela que “é preciso levar conhecimentos e tecnologias para onde são mais necessárias”. O documento destaca que, se continuarem as tendências atuais, 60 milhões de crianças morrerão antes do quinto aniversário entre 2017 e 2030, sendo metade delas recém-nascidas.

O estudo foi divulgado pelas organizações que compõem o Grupo Interagências de Avaliação de Mortalidade Infantil: UNICEF, OMS, Banco Mundial e Divisão de População do Departamento da ONU para os Assuntos Económicos e Sociais, Desa.

A maioria das mortes de recém-nascidos, segundo o documento, ocorreu no Sul da Ásia com 39% e na África Subsariana com 38%.

Metade das mortes dos recém-nascidos ocorreu em cinco países: Índia com 24%, Paquistão com 10%, Nigéria com 9%, República Democrática do Congo com 4% e Etiópia com 3%.

Entretanto, nos 3 minutos que demorou a ler esta notícia, morreram 31 crianças com menos de 5 anos.

ZAP // R-ONU

PARTILHAR

RESPONDER

Incêndios na Austrália permitiram descobrir canal mais antigo do que as Pirâmides do Egipto

Depois de a vegetação ter sido devastada pelos incêndios em Victoria, na Austrália, investigadores descobriram que este sistema de canais é significativamente maior do que se pensava. Desde setembro do ano passado que a Austrália enfrenta uma …

Sírios estão a vender os seus bens pessoais para que os filhos possam comer

O coordenador do projeto Médicos Sem Fronteiras na Síria diz que muitas famílias estão a ser forçadas a vender os seus bens pessoais para que os filhos possam comer. Bombardeamentos aéreos na Síria são uma constante. …

Casa Branca prepara medidas para travar "turismo de parto"

A Casa Branca prepara-se para endurecer as medidas que permitem a emissão de vistos para mulheres estrangeiras que vão aos Estados Unidos dar à luz para que os seus filhos recebem automaticamente cidadania norte-americana. A …

Eletrões e quarks podem experimentar consciência, defende professor

O filósofo Philip Goff defende, num livro que publicou recentemente, uma teoria milenar que sustenta que todas as formas de matéria - incluindo os eletrões e até os quarks - podem experimentar consciência. Tal como observa …

Lego lança réplica da Estação Espacial Internacional

A Lego anunciou um novo conjunto para todos os entusiastas de exploração espacial. A Estação Espacial Internacional está a muitos quilómetros de distância da Terra mas, agora, quem quiser pode ter uma reprodução nas sua …

HBO anuncia sátira de animação sobre família real britânica

A plataforma de streaming HBO encomendou uma série de comédia do género de "Family Guy" em versão realeza, inspirada nos membros mais famosos da família real britânica.  De acordo com a AFP, a série vai chamar-se …

Salário mínimo sobe para 950 euros em Espanha

O Governo de Espanha anunciou, esta quarta-feira, um aumento do salário mínimo nacional para 950 euros. A ministra do Trabalho e da Economia Social, Yolanda Díaz, anunciou, esta quarta-feira, a subida do salário mínimo para os …

O Relógio do Juízo Final avança 20 segundos. Faltam 100 para o Apocalipse

O Boletim de Cientistas Atómicos anunciou, esta quinta-feira, que o Relógio do Julízo Final está mais próximo do apocalipse. Especialistas avançaram o relógio 20 segundos para alertar líderes e cidadãos de todo o mundo que …

Juiz que pediu escusa por ser benfiquista continua com o caso dos emails

O presidente do Tribunal da Relação do Porto decidiu julgar improcedente o pedido de escusa do juiz. Em causa estava o facto de ser adepto do Benfica. Segundo o jornal Público, o juiz desembargador Eduardo Pires, …

Portugal piorou no Índice de Perceção de Corrupção

Mais de dois terços dos países, juntamente com muitas das economias mais avançadas do mundo, estão estagnados ou mostram sinais de retrocesso nos seus esforços de combate à corrupção. Segundo o Índice de Perceção de Corrupção …