Montepio lança auditoria para encontrar autor das fugas de dados de clientes

Tuválkin / Flickr

O Montepio vai avançar com uma queixa contra o responsável, ou responsáveis, pela fuga de dados de natureza comercial.

O Banco Montepio avançou com uma auditoria interna para apurar quem foram os responsáveis pela divulgação de dados de natureza comercial, nomeadamente nomes de clientes que poderiam passar para o Banco de Empresa Montepio (BEM). O banco admite apresentar queixa contra os culpados.

Segundo o Jornal de Negócios, na passada quinta-feira, na reunião do conselho de administração, ficou decidida a auditoria que procura avaliar os procedimentos junto dos vários colaboradores do banco.

Esta foi a solução encontrada pelo Montepio para tentar prevenir que mais dados de clientes e planos de negócio sejam tornados públicos, depois de o jornal Público ter revelado que o BEM estava a atrair os grandes clientes com uma faturação acima de 20 milhões de euros, mas também que o Montepio tem 50 clientes que são responsáveis por 700 milhões da carteira de crédito de cobrança duvidosa.

Depois de encontrados os responsáveis, o banco irá avançar com uma queixa. A partir daí, o caso passará para tribunal, o qual poderá pedir acesso a correspondência que foi trocada, por exemplo, uma passo que a auditoria interna não pode dar.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.