Montenegro não desiste e acusa Rio de não ter “coragem” para disputar diretas

José Coelho / Lusa

O ex-líder parlamentar do Partido Social Democrata (PSD), Luís Montenegro

Depois de ter sido recebido em Belém pelo Presidente da República, Luís Montenegro criticou Rui Rio por não ter tido coragem de disputar eleições diretas.

Luís Montenegro encostou Rui Rio à parede com eleições diretas no PSD, mas o atual líder do partido respondeu com um conselho nacional, marcado para a próxima quinta-feira.

O ex-líder da bancada quer ouvir os militantes do PSD, e não apenas uma parte. Para já, segundo o Público, serão ouvidos os conselheiros – os que comparecerem nesta quinta-feira às 17h, no Porto – e que estão a ser o alvo das atenções por parte das distritais que querem destituir Rio, mas também por parte da atual direção. Os opositores a Rio acreditam que a moção de confiança chumba, se o voto for secreto.

Luís Montenegro assumiu o papel de desafiador na sexta-feira, mantendo-o à saída da audiência com o Presidente da República. “Se o conselho nacional ou outro órgão vier a decidir a realização de eleições diretas no PSD, eu sou candidato, obviamente”, afirmou convicto.

Apontando o dedo ao atual líder e acusando-o de não ter “coragem” para disputar diretas, Montenegro afastou outros meios de destituir Rui Rio. “Nunca esteve nos meus propósitos nem moções de censura nem moções de confiança. A opção de ouvir o conselho nacional é única e exclusivamente do doutor Rui Rio, a minha sempre foi ouvir os militantes”, referiu.

Certo é que o tumulto no PSD está a fazer com que Rui Rio perca apoios nas cúpulas das distritais. Este domingo, vários dirigentes ao mais alto nível reuniram-se para trabalharem o que começaram há algumas semanas: a destituição do atual líder.

Há uma semana, o movimento das distritais pôs em marcha a recolha de assinaturas para apresentar uma moção de censura à direção. Agora, juntaram-se mais dirigentes a este grupo, embora tenha caído a moção depois de o presidente do partido ter anunciado a apresentação de uma moção de confiança, apurou o matutino.

No Conselho Nacional têm direito de voto os líderes de distritais (um por cada) e os 70 membros eleitos (através de oito listas) em congresso. Num universo de cerca de 130 membros, é preciso apenas maioria simples para fazer aprovar uma moção de confiança.

Apesar de acreditarem que as contas estão a seu favor, os números podem baralhar-se com o voto secreto. Só na hora o presidente da mesa do conselho nacional, Paulo Mota Pinto, anunciará como se fará a votação: braço no ar ou por escrutínio secreto.

LM, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. epá, este filme do xuxiais democrataz já chateia um pouco…
    Eles que tratem destes assuntos internamente sem sujarem o nome de um partido histórico com o PSD.
    Este montenegro está sedento de poder… quer poleiro a todo o custo!!!!
    Rui Rio é um tipo que se tiver de dizer mal diz, mas se tiver de dizer bem também não se inibe de o fazer, ao contrario dos interesses partidários que parece que obrigam a que se fale mal de tudo e de todos a toda a hora, qual cristas borrega, eximia nessa arte do mal dizer!

  2. Que palhaçada. Quem se julga este Montenegro? Ou seja, sempre que um dos pajens do Passos de Coelho se lembrar de querer ser presidente do partido, há que marcar diretas? Era o que mais faltava, não faziam mais nada. Este PSD está nem completa derrocada. Merecem.

Goldman Sachs avisa: Surto de coronavírus põe em risco reeleição de Trump

Um relatório dos analistas do Goldman Sachs, divulgado na quarta-feira, revela que o surto de coronavírus pode custar a reeleição a Donald Trump. De acordo com a CNN, citada pelo Observador, o relatório mostra que o …

Neymar exige mais 6,5 milhões ao Barcelona. É o terceiro processo do jogador contra o clube

Neymar processou pela terceira vez o Barcelona devido às contingências fiscais que lhe foram incutidas a título pessoal por causa dos contratos relativos à sua contratação pelos blaugranas. Segundo divulgou o Mundo esta sexta-feira, citado pelo …

Autarca de Torres Vedras condenado a multa de 5.000 euros por plágio na tese de doutoramento

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes (PS), foi esta quinta-feira condenado a pagar uma multa de 5.000 euros, pelo crime de contrafação na tese de doutoramento. A multa será aplicada durante …

Francisco J. Marques acusado de sete crimes por divulgar e-mails do Benfica

Francisco J. Marques, Júlio Magalhães e Diogo Faria estão a ser acusados de vários crimes relativamente ao caso da divulgação dos e-mails do SL Benfica. O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, foi …

Depressão Jorge traz fim-de-semana com chuva e vento

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê um fim-de-semana chuvoso e ventoso, a começar já a partir de sábado. Em causa está a passagem da depressão Jorge por Portugal. O tempo de primavera …

Dieselgate. Volkswagen vai pagar 800 milhões de euros a clientes

O fabricante de automóveis Volkswagen está disposto a pagar cerca de 800 milhões de euros a 460.000 clientes afetados pela manipulação de motores 'diesel', após um acordo extrajudicial com o gabinete de proteção do consumidor …

Novo partido Volt Portugal perto de receber luz verde do Tribunal Constitucional

O novo partido Volt Portugal (VP) está muito perto de receber luz verde do Tribunal Constitucional para a sua formalização. De acordo com a edição desta sexta-feira do jornal Público, o processo dura já há quatro …

Vitalino Canas e Clemente Lima chumbados para o Tribunal Constitucional

A Assembleia da República 'chumbou' hoje Vitalino Canas e António Clemente Lima para juízes do Tribunal Constitucional (TC) e voltou a rejeitar reconduzir o ex-ministro Correia de Campos para presidir ao Conselho Económico e Social …

Turquia declara guerra ao regime sírio e abre portas da Europa aos refugiados após baixas em Idlib

A Turquia vai deixar de impedir que refugiados cheguem à Europa, por terra ou por mar, decisão que antecipa a chegada de refugiados da província de Idlib, no norte da Síria, onde a ofensiva do …

Cerca de 80% dos processos de racismo acabam arquivados

Cerca de 80% dos processos instaurados pela Comissão pela Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR) entre 2006 e 2016 acabaram arquivados, concluiu um estudo do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, …