/

Moeda chinesa da Idade Média descoberta no Reino Unido

Uma moeda chinesa da Idade Média foi descoberta em Hampshire, no sul de Inglaterra. Esta descoberta sugere que as ligações seculares entre a Europa e a China eram muito mais antigas do que se pensava.

De acordo com o site IFLScience, a moeda de cobre remonta à dinastia Song e foi emitida, pela primeira vez, entre 1008 e 1016 D.C, durante o reinado do Imperador Zhenzong, embora tenha muito provavelmente continuado em circulação durante os séculos seguintes.

Com inscrições em apenas um lado, a moeda circular apresenta um orifício quadrado no meio – o que permitia que as moedas fossem amarradas juntas – e foi descoberta na vila de Buriton, em Hampshire, no sul de Inglaterra.

Não é ainda totalmente claro se algum colecionador moderno a perdeu, ou se isso aconteceu durante a Idade Média. Por um lado, a moeda foi descoberta num campo que estava cheio de artefactos medievais, incluindo várias moedas.

Além disso, os arqueólogos já haviam descoberto uma outra moeda desta dinastia chinesa em Inglaterra. A moeda recentemente encontrada também foi avistada na mesma área onde foi descoberta a única cerâmica chinesa importada do século XIV.

Segundo o mesmo site, tendo em conta que a região fica relativamente perto da costa, não é estranho pensar que poderia ter laços estreitos com as rotas marítimas globais daquela época.

E não nos podemos esquecer que vários artefactos chineses foram encontrados em grande parte do mundo, nomeadamente ao longo da costa da Índia, Península Arábica, África Oriental e Mediterrâneo.

Porém, embora a descoberta deste símbolo medieval chinês não seja um achado totalmente inesperado, é mais uma evidência para compreendermos a nossa História e o nosso passado.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.