MIT planeia missão da NASA ao asteróide do fim do mundo

Lillie Paquette / School of Engineering

Os estudantes do MIT Jeremy Stroming, Tori Wuthrich e Nicholas James inspecionam pedaços de meteoritos

Os estudantes do MIT Jeremy Stroming, Tori Wuthrich e Nicholas James inspecionam pedaços de meteoritos

Estudantes do Instituto Tecnológico de Massachusetts, MIT, desenvolveram o projecto de uma nova missão para ser enviada pela NASA em 2026 ao asteróide Apophis, um dos objectos mais perigosos do espaço próximo.

Segundo o Space.com, uma equipa de estudantes do MIT – Instituto Tecnológico do Massachusetts, nos EUA, desenvolveu o projecto de uma nova missão para ser enviada pela NASA em 2026 ao gigantesco asteróide Apophis, um dos objectos mais perigosos do espaço próximo, que vai passar próximo da Terra em 2029 e 2036.

O mítico asteróide 2004 MN4, ou Apophis, foi durante muito tempo considerado o asteróide mais perigoso para a humanidade, bem como para toda a vida terrestre.

Este corpo celeste é bastante grande: o seu diâmetro é de cerca de 320 metros, pesa entre 20 e 40 milhões de toneladas, e se colidisse com a Terra poderia provocar um ELE, Extintion Level Event: a extinção de várias espécies terrestres, entre as quais a humana. Felizmente, a probabilidade de que tal aconteça é muito baixa.

A equipa de 20 estudantes e dois professores do MIT desenvolveu os planos detalhados para a criação de uma sonda que possa ser enviada ao asteróide no momento da sua aproximação máxima à Terra, para medir com exactidão o seu peso, forma, densidade, velocidade de rotação e outras características físicas.

Esta nave espacial, segundo explicam os cientistas, combina as características de missão científica, como o projecto OSIRIS-REx, recentemente enviado a outro asteróide perigoso, o “asteróide da morte” Bennu (1999 RQ36), mas também elementos de defesa planetária, para avaliar o nível de ameaça e procurar formas de o destruir.

Karl Tate / space.com

O Apophis vai cortar a barba (bem curtinha) ao planeta Terra

O Apophis vai cortar a barba (bem curtinha) ao planeta Terra

Para levar a sonda do MIT ao Apophis, a nave da NASA teria que ser lançada ao espaço em agosto de 2026, para chegar em 2029 à melhor posição para medir e observar a aproximação, passagem e afastamento do corpo celeste.

O asteróide vai passar a uma distância da Terra inferior à da órbita dos satélites terrestres. “O Apophis vai passar tão perto da Terra, que a gravidade terrestre vai alterar a sua trajectória”, diz David Miller, professor de Aeronáutica e Astronáutica do MIT.

“O que nós descobrirmos nessa missão ao Apophis pode dar-nos informação para montar uma defesa planetária no caso de algum dia identificarmos um asteróide em rota de colisão com a Terra”, acrescenta Miller.

O projecto já atraiu a atenção da NASA, e o director do seu Departamento de Defesa Planetária, Lindley Johnson, adiantou que o projecto do MIT vai agora ser enviado como proposta para nova missão da agência espacial norte-americana.

ancientartpodcast / Flickr

“Apophis: Project Madness 101”, por Bob Bello

“Apophis: Project Madness 101”, por Bob Bello

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. ZAP…
    Julgo que vocês quereriam dizer “MIT planeia missão da NASA ao asteroide do fim do mundo” em vez de “MIT planeia missão da MASA ao asteroide do fim do mundo”… certo???!!!…
    Ou seja… NASA em vez de MASA…

  2. Todas as agencias espaciais do mundo deviam se unir para destruir o asteroide, né?
    Esta notícia me faz lembrar Armagedom o filme.

  3. Há provavelmente outra imprecisão no vosso texto: No parágrafo imediatamente a seguir ao gráfico referem …teria que ser lançada ao espaço em agosto de 2016, para chegar em 2029…. quando naturalmente quereriam mencionar 2026…

    • Não tem razão. O ZAP enquanto organismo português conhece bem a realidade dos nossos transportes e já considera no prazo, o normal atraso que ocorreria em Portugal. E até considero estranho e falta de profissionalismo do ZAP, que não refiram que em Portugal a mesma operação ficaria no triplo do preço e no final ficaríamos a meio do caminho, não sendo possível chegar ao asteróide. Pelo meio, haveria ainda luvas para vários e depósitos avultados nos paraísos fiscais em nome de amigos do peito. Nada declarado, obviamente.

  4. FIM DO MUNDO?
    Boa tarde! O cruzamento de várias profecias bíblicas, feito por nós em 36 anos de estudos do Apocalipse (1.983 a 2.019) revelam que início do Apocalipse, o Princípio de dores (terceira guerra mundial) ocorrerá entre 2.029 a 30. Entretanto, já quanto ao final do mundo, embora a terra seja extremamente assolada (Isa. 6:11 a 13) nos períodos chamados tribulacionais; sua destruição total ainda está fora de cogitação; ou seja: Não será possível, antes do Reinado Milenar de Cristo sobre a terra (Apoc. 20:6). Somente depois desse tempo é que a terra passará, conforme o previsto nas Escrituras (Apoc. 21:1).

    ESCATOLOGIA TOTAL: Solicite gratuitamente nossos estudos:O resumo da estrutura escatológica + os10 gráficos do Apocalipse + Relógio do Apocalipse, com a sequência e a cronologia perfeita da Grande tribulação, vinda de Jesus e o arrebatamento da Igreja (exceto o dia, a hora e o momento da vinda do Senhor) pelo nosso E-mail: Jaime.ap@hotmail.com

RESPONDER

Trump obriga grupo chinês a vender operações do TikTok nos EUA

O Presidente norte-americano deu, na sexta-feira, 90 dias ao grupo chinês ByteDance para vender as suas operações do TikTok nos Estados Unidos, segundo um decreto presidencial assinado por Donald Trump. Trump tem acusado nos últimos meses, …

Pandemia fez com que quase metade dos portugueses poupe menos

Quase metade dos portugueses (48%) afirma poupar menos devido ao impacto da pandemia, embora mais de um terço assuma que a crise sanitária está a ter um efeito positivo nos seus gastos, segundo um estudo …

"Ministra da Insensibilidade Social". CDS pede a demissão de Ana Mendes Godinho

O CDS criticou este sábado a reação da ministra a Solidariedade Social à morte de 18 idosos num lar em Reguengos de Monsaraz e considerou que Ana Mendes Godinho desvaloriza o impacto da pandemia nos …

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …