Mistério dos macacos que vivem no aeroporto de Fort Lauderdale resolvido

theactionitems / Flickr

Chlorocebus sabaeus

A Florida Atlantic University, nos Estados Unidos, desvendou recentemente o mistério da comunidade de 36 macacos africanos que vive há sete décadas nas proximidades do Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale-Hollywood, a cerca de 64 quilómetros de Miami.

Como os macacos não são nativos do sul da Flórida, o mistério motivou várias lendas urbanas e adensou-se ao longo dos anos. Até que, recentemente, uma equipa da Florida Atlantic University (FAU) anunciou que havia resolvido o mistério.

Os primatas, que já fazem parte da fauna de um manguezal da cidade de Dania Beach, fugiram de uma quinta que criava chimpanzés – para depois os importar para fins de pesquisa médica -, em 1948.

Deborah Williams, da FAU, explicou que estão em causa animais da espécie Chlorocebus sabaeus, popularmente conhecida como “macaco verde“. Os primatas têm “cauda com pontas douradas e pêlo castanho-esverdeado, falta-lhes uma faixa pronunciada na testa e os machos têm o escroto azul-claro”, detalhou, citada pela Forbes.

Além da análise genética, os cientistas descobriram a origem desta família de macacos através de entrevistas e análises, ao longo de quase uma década, de arquivos históricos e informações dos meios de comunicação social.

Os arquivos históricos sugeriam que os macacos foram capturados na Serra Leoa.

Os cientistas também construíram um banco de dados fotográfico com os 36 espécimes no qual registaram características como a cor do pêlo, a presença ou ausência de uma faixa na testa, a cor da ponta da cauda e a do escroto dos machos adultos.

Os atributos foram comparados qualitativamente com todas as espécies do género Chlorocebus.

“Os dados do nosso estudo estabelecem as bases para investigações futuras que abordem novas questões sobre a situação da população e como se adaptaram os macacos ao ambiente urbano e industrial do sul da Flórida”, disse Kate Detwiler, do departamento de Antropologia da universidade norte-americana.

Os macacos verdes, os mais comuns dos macacos africanos, são generalistas em termos de habitat, o que significa que só são limitados pela disponibilidade de água e árvores.

Esta característica explica como conseguiram viver numa área de floresta muito pouco ideal para primatas, cercada pelo aeroporto, uma estrada, um porto e tanques de armazenamento de petróleo.

Se, porventura, fizer uma visita ao aeroporto de Fort Lauderdale, já não precisa de se questionar: agora sabe como foram ali parar os macacos verdes de cauda longa.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …