Misoginia e assédio (incluindo piropos) são considerados crimes de ódio pela polícia de Nottinghamshire

SXC

-

A polícia do condado de Nottinghamshire expandiu as suas categorias de crime de ódio para incluir incidentes misóginos, caracterizados por comportamentos contra uma vítima simplesmente por esta ser mulher.

Assédios sexuais e verbais indesejados que não se enquadrem na categoria de crime sexual, incluindo piropos na rua, devem ser registados como um crime de ódio – como o racismo – para que as autoridades possam investigar as queixas e prestar apoio às vítimas, segundo as novas regras que combatem o abuso sexista.

O departamento da polícia do condado de Nottinghamshire já trabalha com o Centro de Mulheres de Nottingham para prestar apoio às que têm a coragem de denunciar os abusos e agressões de que são vítimas.

“O que as mulheres enfrentam diariamente é absolutamente inaceitável e pode ser extremamente aflitivo”, relata à BBC Sue Fish, chefe do departamento de polícia da cidade.

“A polícia de Nottinghamshire quer levar a sério os crimes de ódio misóginos e encorajar qualquer pessoa que se sinta vitimada por eles a contactar-nos sem hesitação”.

De acordo com a chefe da polícia, a ideia de incluir a misoginia entre as categorias de crimes de ódio surgiu no ano passado durante a Conferência de Nottinghamshire pela Segurança das Mulheres. Durante essa conferência, a jornalista da BBC Sarah Teale foi assediada na rua, durante a cobertura do encontro em direto.

Rachel Krys, do grupo “Pare a violência contra mulheres”, ressalta que “uma pesquisa recente verificou que 85% das mulheres entre os 18 e os 24 anos têm experiência de atenção sexual indesejada em lugares públicos e 45% têm experiência de toque sexual não desejado que pode ser considerado agressão sexual”.

Atualmente, a polícia no Reino Unido monitoriza cinco tipos de crimes de ódio – deficiência; identidade de género; raça, etnia ou nacionalidade; religião, fé ou crença; e orientação sexual – sendo que cada departamento pode alargar a lista acrescentando subtópicos a essas cinco categorias.

“Entender [o sexismo] como um crime de ódio vai ajudar as pessoas a perceberem a seriedade destes incidentes e, esperemos, encorajar mais mulheres a darem a cara e a denunciarem ofensas”, diz Melanie Jeffs, do Centro de Mulheres de Nottingham.

“Estamos satisfeitas que a polícia de Nottinghamshire tenha reconhecido esta amplitude de violência e intimidação que as mulheres sofrem numa base diária nas nossas comunidades.”

ZAP / SN

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Foi assim que se passou do deboche do império romano para o obscurantismo da idade média? Claro enquadrado noutra perspectiva temporal.

  2. No entanto manifestações de paneleiros e lésbicas ou nudistas já devem ser aceites por aquilo que temos vindo a observar, é o mundo que vamos tendo depois admiram-se dos revoltosos fazerem das suas.

  3. Está tudo doido! qualquer dia olhar para uma mulher bonita na rua vai ser crime! Mas os boiolas deste mundo podem fazer as “gay parades” que lhes derem na gana, semi-nus aos beijos e apalpões em frente de famílias heterossexuais e crianças sem que isso seja considerado ofensivo ou crime público! Como disse: anda tudo doido varrido….

  4. É engraçado ler reclamações já que sabemos que a maioria das cantadas são escrotas mesmo, homem não ouve cantadas e se ouvisse não seria merda então porque as mulheres tem que aguentar isso? Eu queria andar e não ouvir cantada, pessoas que não conheço falando um monte de merda não da pra aguentar.

  5. É engraçado ler homens reclamando até porque sabemos que a maioria das cantadas são escrotas mesmo e mesmo se não fossem ninguém é obrigado aguentar uma pessoa que você nem conhece falando um monte de merda na rua, ouvir reclamações de pessoas que nunca vão passar por isso(só se algum dia as mulheres ficarem tão escrotas).

RESPONDER

Rainha Isabel II está a procura de um gestor de redes sociais

A família real britânica está à procura de um gestor de redes sociais. O salário vai oscilar entre os 53 e 59 mil euros anuais por 37 horas semanais, de segunda a sexta-feira. A rainha Isabel II …

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …