Ministro das Relações Exteriores do Brasil pede demissão. É acusado de obstruir o acesso às vacinas

mrebrasil / Flickr

O ex-ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo

Ernesto Araújo demitiu-se esta segunda-feira. O Governo brasileiro ainda não se posicionou oficialmente nem informou se aceitará ou não a renúncia. 

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, pediu, esta segunda-feira, demissão após uma forte pressão de políticos ligados ao Presidente Jair Bolsonaro que o acusam de obstruir o acesso às vacinas contra a covid-19.

A informação foi confirmada pelos órgãos de comunicação brasileiros e pela agência EFE por fontes ligadas ao Governo, após um breve encontro que Araújo teve com Bolsonaro, que o convocou à sede do Governo para discutir a sua situação.

O Governo brasileiro ainda não se posicionou oficialmente sobre o pedido de demissão e nem informou se aceitará ou não a renúncia.

Araújo tem sido alvo de críticas pela condução da política externa brasileira, considerada isolacionista até mesmo entre os seus subordinados dentro do Itamaraty (sede do Ministério das Relações Exteriores), e pela sua dificuldade em negociar com outros países a entrega de vacinas e consumíveis para fabrico de imunizantes contra a covid-19.

Ministro do Governo do Presidente brasileiro desde o início (janeiro de 2019), Araújo liderou uma guinada ultraconservadora na política externa estreitando as relações com os Estados Unidos da América durante o Governo de Donald Trump, orientou mudanças de posições históricas do gigante sul-americano em instituições multilaterais e promoveu embates com importantes parceiros comerciais do país, nomeadamente a China.

No caso da China, Araújo teve um atrito direto com o embaixador de Pequim no Brasil por comentários que questionavam a eficácia das vacinas produzidas naquele país e aludiam à origem do vírus, detetado pela primeira vez na cidade chinesa de Wuhan.

No domingo, o ministro provocou uma nova onda de críticas ao insinuar, nas redes sociais, que parlamentares pressionavam a sua demissão para fazer lobby em favor da participação de empresas chinesas no leilão do 5G, que deverá acontecer no meio do ano, citando diretamente a presidente da Comissão das Relações Exteriores do Senado, Kátia Abreu.

“Em 4/3 recebi a Senadora Kátia Abreu para almoçar no MRE [Ministério das Relações Exteriores]. Conversa cortês. Pouco ou nada falou de vacinas. No final, à mesa, disse: ‘Ministro, se o senhor fizer um gesto em relação ao 5G, será o rei do Senado’. Não fiz gesto algum”, escreveu Araújo.

“Desconsiderei a sugestão inclusive porque o tema 5G depende do Ministério das Comunicações e do próprio Presidente da República, a quem compete a decisão última na matéria”, acrescentou.

Após a publicação, a senadora Kátia Abreu divulgou uma nota frisando que “o Brasil não pode mais continuar tendo, perante o mundo, a face de um marginal. Alguém que insiste em viver à margem da boa diplomacia, à margem da verdade dos factos, à margem do equilíbrio e à margem do respeito às instituições.”

A senadora acrescentou que “se um Chanceler [ministro das Relações Exteriores] age dessa forma marginal com a presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado da República de seu próprio país, com explícita compulsão belicosa, isso prova definitivamente que ele está à margem de qualquer possibilidade de liderar a diplomacia brasileira”.

“Temos de livrar a diplomacia do Brasil de seu desvio marginal”, concluiu Kátia Abreu.

Um grupo de senadores estava a recolher assinaturas para apresentar, ainda hoje, ao Supremo Tribunal Federal (STF) o pedido de destituição de Araújo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …

Violência armada. 430 mortos na última semana nos EUA e 2021 pode ser dos piores anos de sempre

Só na semana passada registaram-se cerca de 430 mortos e mais de 1000 feridos associados a tiroteios, num ano que está a ser marcado pelo aumento da violência armada nos Estados Unidos. O ano passado foi …

Principais indicadores da crise climática estão a atingir "ponto de inflexão", revela estudo

Um novo estudo sobre os sinais vitais do planeta revelou que muitos dos principais indicadores da crise climática estão a piorar e a aproximar-se ou ultrapassar os pontos de inflexão, à medida que as temperaturas …

Biden acusa a Rússia de tentar intervir nas eleições de 2022 para o Congresso

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, acusou na terça-feira o seu homólogo russo, Vladimir Putin, de tentar interferir nas eleições para o Congresso de 2022, espalhando "desinformação". "Veja o que a Rússia já está …

Polícias rejeitam proposta do MAI para o subsídio de risco e prometem novos protestos

Os sindicatos da PSP e as associações socioprofissionais da GNR rejeitaram, esta quarta-feira, a proposta apresentada pelo Governo para o subsídio de risco e prometem novos protestos até que seja atribuído "um valor justo". "Saímos completamente …

Desta vez, van Vleuten ganhou mesmo (aos 38 anos)

Ficou para trás o episódio caricato do último domingo. Annemiek van Vleuten é a nova campeã olímpica de ciclismo, contrarrelógio. Annemiek van Vleuten iria ficar ligada a um dos momentos mais insólitos, ou mesmo o mais …

Bruxelas assegura aquisição de medicamento para tratamento precoce da covid-19

A Comissão Europeia anunciou, esta quarta-feira, um contrato de aquisição conjunta com a farmacêutica GlaxoSmithKline (GSK) para a compra do sotrovimab, um medicamento destinado ao tratamento precoce da covid-19, cuja utilização está a ser analisada …