Ministra da Saúde espanhola demite-se após escândalo com mestrado

Juanjo Martin / EPA

Carmen Montón, Ministra Saúde espanhola

A ministra da Saúde espanhola, Carmen Montón, demitiu-se esta terça-feira depois de notícias sobre alegadas irregularidades na forma como obteve o seu mestrado.

Carmen Montón, ministra da Saúde espanhola, demitiu-se esta terça-feira por supostas irregularidades no seu mestrado, realizado em 2011 no Instituto de Direito Público da Universidade Rei Juan Carlos (URJC), em Espanha.

A ministra assumiu o cargo há pouco mais de três meses. Esta demissão surge agora numa altura em que Montón tinha recebido o apoio público do presidente do Governo Pedro Sánchez, que ignorou as pressões internas do PSOE. “A ministra está a fazer um trabalho extraordinário e vai continuar a fazê-lo”, disse, citado pelo Diário de Notícias.

Esta segunda-feira, o eldiario.es anunciou que a ministra da Saúde tinha obtido o seu título académico através de várias irregularidades. De acordo com o jornal online espanhol, Montón iniciou o mestrado em Estudos de Género quatro meses após o início oficial do ano letivo e pagou a matrícula três meses depois do prazo.

Depois desta notícia, Carmen Montón convocou uma conferência de imprensa na qual garantiu não ter cometido qualquer irregularidade, tendo admitindo ainda que não se iria demitir – algo que, inclusivamente, reafirmou na terça-feira de manhã em entrevista -à rádio cadena SER.

No entanto, horas depois a URJC confirmou, através de comunicado, que as notas da ministra da Saúde foram manipuladas após o final do mestrado, confirmando a notícia avançada pelo jornal online.

A estação televisiva La Sexta revelou ainda que o trabalho final de Montón tinha textos idênticos aos de outros autores, textos esses que não eram devidamente citados.

Esta sucessão de acontecimentos dos últimos dias fez com que Carmen Montón não resistisse a toda a polémica, acabando por renunciar ao cargo no início da noite desta terça-feira.

Montón é já a segunda baixa do Governo de Sánchez, o segundo membro a demitir-se em pouco mais de 100 dias. O primeiro a demitir-se foi o ministro da Cultura Maxim Huerta, por envolvimento num processo de fraude fiscal.

O líder da oposição, Pablo Casado, está também acusado de deter um diploma irregularmente obtido na mesma universidade.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A “família” política quer em Portugal, tenha a cor que tiver, quer no resto do Mundo, lêem pela mesma cartilha, devidamente escrita nas suas próprias línguas, por isso é que gente séria e honesta não vai para a política.

  2. O problema é que ingressam cedo na política partidária já com intuitos de fazer carreira. E por isso tentam obter qualificações com batota seja pq frequentam universidades de baixo nível ou recebem benesses por vezes num bom conjunto de disciplinas.
    E o inverso do que devia ser: primeiro qualificarem-se numa boa universidade, trabalharem, e só depois ocuparem cargos governamentais ou de confiança do governo

  3. mais um pais e seus ministros a copiarem o exemplo dos politicos portugueses
    por este andar, é melhor começarem a pagar direitos de autor, assim portugal sai da crise, rssss

RESPONDER

Infarmed já tem substituto para medicamento de Parkinson que esgotou

O Infarmed, Autoridade Nacional do Medicamento, garantiu uma alternativa ao Sinemet, medicamento para a doença de Parkinson que está esgotado nas farmácias portuguesas. "Na sequência das diversas reuniões com as empresas que têm medicamentos nesta área, …

Outono chega no domingo com temperaturas de verão

O outono começa no domingo com temperaturas acima dos 30 graus Celsius, podendo aproximar-se dos 40 nas regiões da Beira Baixa, Alentejo e Vale do Tejo, segundo Ricardo Tavares, do Instituto Português do Mar e …

Sánchez disposto a ir ao senado explicar “erro numa passagem” do seu livro

O primeiro-ministro espanhol disse, esta quinta-feira, que está disposto a ir ao senado explicar o "erro numa passagem" de um livro que escreveu e que "vai ser corrigido", avisando a oposição que vai continuar a …

Empresa austríaca cria método que transforma plástico em petróleo

A companhia petrolífera austríaca OMV apresentou esta quinta-feira um inovador procedimento que permite a produção de petróleo a partir de resíduos de plástico - material que é precisamente fabricado a partir deste recurso natural. A inovadora …

José Sócrates promete escrever um livro sobre a "traição" do PS

O ex-primeiro-ministro socialista compara a sua situação com a do ex-Presidente brasileiro Lula da Silva. A única diferença, segundo José Sócrates, é que "o PT manteve-se sempre ao lado de Lula". Numa entrevista ao Folha de …

Em nome da ciência, polvos tomaram ecstasy (e houve muito amor à mistura)

O que é que acontece quando um polvo consome drogas, mais concretamente ecstasy? Cientistas norte-americanos tiveram a oportunidade de realizar essa experiência. De acordo com o Science Alert, a equipa de investigadores deu MDMA, substância psicotrópica …

Recapitalização da CGD faz disparar défice de 0,9% para 3%

Sem a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD), o défice orçamental de 2017 situar-se-ia nos 0,9% do Produto Interno Bruto (PIB). Mas o cheque de quase 4 mil milhões de euros que o Governo …

Jovem foi violada quando estava inconsciente. Tribunal fala em "sedução mútua"

Uma jovem de 26 anos foi violada por dois indivíduos quando estava desmaiada, numa discoteca em Vila Nova de Gaia. A Relação do Porto entendeu que os criminosos não devem ser condenados a uma pena …

7 dos 10 políticos mais ricos de Portugal são do PS. Basílio tem 11 milhões

O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, tem um património superior a 11,5 milhões de euros, sendo assim o político em funções mais rico de Portugal. Os dados são avançados pela revista Sábado …

Trump ameaça paralisar Governo se não houver dinheiro para o muro

O Presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou esta sexta-feira travar um acordo orçamental que permitiria evitar a paralisação das instituições federais do país, por este não prever financiamento para construir o seu desejado muro na fronteira …