Ministra da Saúde espanhola demite-se após escândalo com mestrado

Juanjo Martin / EPA

Carmen Montón, Ministra Saúde espanhola

A ministra da Saúde espanhola, Carmen Montón, demitiu-se esta terça-feira depois de notícias sobre alegadas irregularidades na forma como obteve o seu mestrado.

Carmen Montón, ministra da Saúde espanhola, demitiu-se esta terça-feira por supostas irregularidades no seu mestrado, realizado em 2011 no Instituto de Direito Público da Universidade Rei Juan Carlos (URJC), em Espanha.

A ministra assumiu o cargo há pouco mais de três meses. Esta demissão surge agora numa altura em que Montón tinha recebido o apoio público do presidente do Governo Pedro Sánchez, que ignorou as pressões internas do PSOE. “A ministra está a fazer um trabalho extraordinário e vai continuar a fazê-lo”, disse, citado pelo Diário de Notícias.

Esta segunda-feira, o eldiario.es anunciou que a ministra da Saúde tinha obtido o seu título académico através de várias irregularidades. De acordo com o jornal online espanhol, Montón iniciou o mestrado em Estudos de Género quatro meses após o início oficial do ano letivo e pagou a matrícula três meses depois do prazo.

Depois desta notícia, Carmen Montón convocou uma conferência de imprensa na qual garantiu não ter cometido qualquer irregularidade, tendo admitindo ainda que não se iria demitir – algo que, inclusivamente, reafirmou na terça-feira de manhã em entrevista -à rádio cadena SER.

No entanto, horas depois a URJC confirmou, através de comunicado, que as notas da ministra da Saúde foram manipuladas após o final do mestrado, confirmando a notícia avançada pelo jornal online.

A estação televisiva La Sexta revelou ainda que o trabalho final de Montón tinha textos idênticos aos de outros autores, textos esses que não eram devidamente citados.

Esta sucessão de acontecimentos dos últimos dias fez com que Carmen Montón não resistisse a toda a polémica, acabando por renunciar ao cargo no início da noite desta terça-feira.

Montón é já a segunda baixa do Governo de Sánchez, o segundo membro a demitir-se em pouco mais de 100 dias. O primeiro a demitir-se foi o ministro da Cultura Maxim Huerta, por envolvimento num processo de fraude fiscal.

O líder da oposição, Pablo Casado, está também acusado de deter um diploma irregularmente obtido na mesma universidade.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A “família” política quer em Portugal, tenha a cor que tiver, quer no resto do Mundo, lêem pela mesma cartilha, devidamente escrita nas suas próprias línguas, por isso é que gente séria e honesta não vai para a política.

  2. O problema é que ingressam cedo na política partidária já com intuitos de fazer carreira. E por isso tentam obter qualificações com batota seja pq frequentam universidades de baixo nível ou recebem benesses por vezes num bom conjunto de disciplinas.
    E o inverso do que devia ser: primeiro qualificarem-se numa boa universidade, trabalharem, e só depois ocuparem cargos governamentais ou de confiança do governo

  3. mais um pais e seus ministros a copiarem o exemplo dos politicos portugueses
    por este andar, é melhor começarem a pagar direitos de autor, assim portugal sai da crise, rssss

RESPONDER

Astrónomos determinam de onde vêm os meteoritos que caem com mais frequência na Terra

Um estudo conduzido pelo astrónomo Peter Jenniskens, identificou a fonte dos meteoritos mais comuns, conhecidos como condritos L. É possível classificar os meteoritos em várias categorias pela textura e composições química e mineralógica, sendo os condritos …

Novo instrumento pode vir a detetar plantas em mundos alienígenas distantes

Um novo instrumento ótico capaz de detetar plantas a quilómetros de distância, devido à maneira única como os seres vivos refletem a luz, poderia ajudar na busca de vida no Universo distante. O protótipo do dispositivo …

Insight da NASA prepara-se para medir a temperatura interior de Marte

O "lander" InSight da agência espacial norte-americana colocou o seu segundo instrumento na superfície de Marte. Novas imagens confirmam que o HP3 (Heat Flow and Physical Properties Package) foi implantado com sucesso no dia 12 …

China proíbe estrangeiros de visitarem o Tibete em março

A China está a proibir o acesso de estrangeiros ao Tibete, durante o mês de março, quando se celebra um par de aniversários sensíveis que questionam a legitimidade da soberania chinesa naquela região dos Himalaias. Segundo …

Editor de jornal do Alabama apela a Ku Klux Klan para enforcar democratas

“É tempo de o KKK voltar a atacar à noite”. É desta forma que começa um editorial escrito pelo diretor do The Democrat-Reporter, jornal do Alabama, e que está a provocar polémica nos Estados Unidos. No …

Bastonária dos Enfermeiros solidária com líder sindical em greve de fome

A bastonária dos enfermeiros foi manifestar solidariedade para com o presidente do Sindicato Democrático dos Enfermeiros, que entrou em greve de fome, e alertou para o risco de radicalização da luta dos enfermeiros. Ana Rita Cavaco …

PS, Bloco, PCP e PAN chumbam moção de censura do CDS-PP

A moção de censura do CDS-PP ao Governo foi hoje "chumbada" pelas bancadas do PS, BE, PCP, Verdes e PAN, contando com votos favoráveis dos democratas-cristãos e do PSD. Também o deputado não inscrito Paulo Trigo …

Câmara de Lisboa tem 18 casas para acolher vítimas de violência doméstica

A vereadora da Habitação na Câmara de Lisboa, Paula Marques, revelou que existem 18 habitações municipais para vítimas de violência de género, sendo ainda critério de discriminação positiva na atribuição de habitação municipal. "Há 18 casas …

Soldados russos proibidos de usar smartphones e redes sociais

Os soldados russos a cumprirem missões fora do país deixarão de poder levar consigo smartphones, tablets ou portáteis, proibição a que se junta a interdição de partilharem na Internet fotografias ou informação sobre a sua …

Justiça ordena compensação a habitantes de Fukushima

A justiça japonesa ordenou o pagamento de uma indemnização equivalente a 3,4 milhões de euros a residentes forçados a abandonar as suas casas no nordeste do Japão após o acidente nuclear de Fukushima, em 2011. O …