Ministério já recebeu 32 queixas de abusos na praxe e 18 estão a ser investigadas

Miguel Pires da Rosa / Flickr

-

O secretário de Estado do Ensino Superior José Ferreira Gomes disse esta quarta-feira em Coimbra que o Ministério da Educação já recebeu 32 denúncias de abusos em praxe e que 18 estão a ser investigadas.

As queixas, segundo José Ferreira Gomes, referem-se a “situações diversas” e terão ocorrido em diversos pontos do país, tendo sido denunciadas a partir do endereço eletrónico disponibilizado pelo Ministério da Educação.

Apesar de ainda não ter sido efetuada “uma avaliação” das denúncias, “os casos aparentemente não são graves”, disse o secretário de Estado, sublinhando, porém, que ao haver uma denúncia de abuso, esta revela que “o estudante sentiu que a sua liberdade estava a ser atingida”.

José Ferreira Gomes afirmou ainda que o ministério está “alerta para o que acontece” em contexto de praxe.

O secretário de Estado falava aos jornalistas, após a abertura solene das aulas da Universidade de Coimbra (UC).

Também questionado pela comunicação social, o reitor da UC, João Gabriel Silva, referiu não ter conhecimento de qualquer situação de abuso na sua instituição, frisando que as universidades estão agora mais atentas a essas situações.

O reitor da UC relativizou o número de queixas recebidas, referindo que, ao se contar com “milhares de estudantes” que frequentam o ensino superior, o número de denúncias “não é extraordinário“.

O Ministério da Educação e Ciência (MEC) anunciou a 9 de setembro que durante a altura em que arrancam as inscrições dos caloiros começaram a ser distribuídos folhetos informativos sobre as praxes académicas nas diferentes instituições de ensino superior.

O secretário de Estado do Ensino Superior, José Ferreira Gomes, enviou um conjunto de recomendações sobre as práticas de praxes académicas que as instituições devem seguir.

Segundo o documento assinado por Ferreira Gomes “o Ministério da Educação e Ciência criou um endereço de correio eletrónico (praxesabusivas@mec.gov.pt) onde abusos ocorridos no âmbito das atividades de praxe devem ser denunciados”, garantindo ainda que será disponibilizado apoio a quem o requerer.

Sublinhando a autonomia disciplinar das instituições, o MEC recomenda às instituições que incluam nos seus regulamentos disciplinares normas sobre atos de violência ou coação física ou psicológica sobre outros alunos, no sentido de tal prática ser considerada uma infração disciplinar, quer seja por “ação ou omissão”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …

Pedalar mais dá direito a prémios. Tecnologia portuguesa desperta interesse de Copenhaga

Depois de se ter estreado em Matosinhos e de ter despertado interesse em Nova Iorque, um programa português que premeia comportamentos de mobilidade ambientalmente sustentáveis chamou a atenção em Copenhaga. O AYR, desenvolvido pela empresa CEiiA …

Associação de Armas americana editou artigos da Wikipédia para desacreditar o Holocausto

A National Rifle Association (Associação Nacional de Armas) dos Estados Unidos tem estado a editar artigos da Wikipédia de forma a desacreditar o Holocausto. Um trabalho de investigação da Splinter identificou pelo menos 150 edições em …

Bebé recém-nascida encontrada enterrada viva numa sepultura na Índia

Uma bebé recém-nascida enterrada viva foi encontrada na Índia por um pai que estava a enterrar a filha, que morreu após o parto, revelou o chefe da polícia local, Abhinandan Singh. A menina foi encontrada dentro …

Reutilização é a verdadeira alternativa a plástico descartável

A alternativa aos produtos de plástico descartáveis tem sido outros produtos também descartáveis, mas a melhor solução passa pela reutilização, indica um relatório divulgado esta terça-feira, que dá exemplos de sucesso. O documento, “The Reusable solutions: …