Milhares saíram à rua em manifestação da CGTP

José Goulão / Wikimedia

foto: José Goulão / wikimedia

foto: José Goulão / wikimedia

Milhares de pessoas juntaram-se hoje à manifestação da CGTP em Lisboa e no Porto, contra as medidas de austeridade. A proibição de percorrer a Ponte 25 de Abril a pé não demoveu os manifestantes. À hora de almoço já muitos autocarros se concentravam em Almada, prontos para a uma travessia de protesto.

Mais de uma centena de pessoas concentraram-se junto ao porto de Lisboa, onde um cordão policial protege as instalações.

Os manifestantes, alguns dos quais vestidos de preto, com coletes cor de laranja e lenços a tapar a cara e o nariz, deslocaram-se da Rua de Cascais, após o protesto da CGTP em Lisboa, ao som de tambores, rumo às instalações do porto de Lisboa.

No final da manifestação da CGTP, um grupo de cerca de 100 pessoas, algumas das quais com lenços a tapar a cara, dirigiram-se em marcha para o porto de Lisboa.

No início do movimento de contestação, era visível um grupo de pessoas a tocar tambores e um cartaz onde se lê “Para o Porto para tudo”.

Ao longo do percurso, alguns dos elementos que rufavam os tambores fizeram coreografias e ao som de palavras de ordem como “Nem troika, nem patrão, nem Governo. Auto-gestão”.

A Lusa tentou contactar com alguns dos elementos que se escusaram a prestar declarações.

Sem se identificar, um dos manifestantes disse à Lusa que não pertencem a nenhum movimento nem a sindicatos e que o objetivo da contestação é bloquear o terminal do porto de Lisboa.

Hoje, milhares de pessoas juntaram-se em Alcântara, numa jornada de luta convocada pela confederação de sindicatos.

No discurso em Alcântara, o secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, anunciou uma ação de protesto contra o Orçamento de Estado, a realizar no dia 01 de novembro junto da Assembleia da República, em Lisboa.

 

Protesto junta centenas no Porto contra as “malfeitorias” do Governo

A manifestação da CGTP no Porto encheu também a Ponte do Infante onde desde as 15 horas centenas de pessoas marcham em protesto contra as “malfeitorias” que “eles” andam a fazer ao país e pedem a demissão do Governo.

À hora marcada para o início do protesto os acessos à ponte, que foram cortados pela PSP, estavam já cheios de populares e coloridos pelas bandeiras da CGTP mas também por cartazes e bandeiras afetas a forças políticas como o Bloco de Esquerda e ao movimento anarquista.

“A luta continua, Governo para a rua”, podia ouvir-se ainda na Ponte do Infante.

 

CGTP anuncia protesto contra OE a 01 de novembro junto ao Parlamento

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, anunciou hoje uma ação de protesto contra o Orçamento de Estado, a realizar no dia 01 de novembro junto da Assembleia da República, em Lisboa.

“No próximo dia 01 de novembro, dia feriado que nos foi roubado e que coincide coma primeira votação na generalidade do Orçamento de Estado, lá estaremos, de novo, na Assembleia da República, às 10:00 horas, para rejeitar a proposta de Orçamento, para exigir a demissão do Governo e a realização de eleições quanto antes”, disse Arménio Carlos aos manifestantes concentrados em Alcântara, em Lisboa.

O sindicalista afirmou aos milhares de pessoas que participaram no protesto, que hoje no Porto e em Lisboa, foi feita “uma das lutas mais intensas, vibrantes e determinadas do movimento sindical e dos trabalhadores portugueses”.

 

ZAP/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 1-0 Aberdeen | "Leão" eficaz segue para o play-off

O Sporting foi eficaz e assegurou uma vaga no “play-off” de acesso à fase de grupos da Liga Europa. Na noite desta quinta-feira, num embate relativo à 3ª pré-eliminatória da competição, os “leões” bateram o Aberdeen …

A NASA descobriu uma nova forma de aterrar em segurança na Lua

A NASA construiu um sistema totalmente novo que pode tornar a aterragem na Lua e em Marte muito menos arriscada - e já tem planos de testá-lo numa missão futura. De acordo com o TechCrunch, o …

Rio Ave elimina Besiktas e está no play-off da Liga Europa

O Rio Ave venceu os turcos do Besiktas, esta quinta-feira, no desempate por grandes penalidades (4-2), após o 1-1 no tempo regulamentar, em jogo da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, seguindo em frente na competição. Em …

Dois dinossauros morreram como as vítimas de Pompeia. Foi há 125 milhões de anos, na China

Um grupo de arqueólogos na China acabou de descobrir dois fósseis de uma nova espécie de dinossauro, que estiveram presos no subsolo por 125 milhões de anos devido a uma erupção vulcânica pré-histórica. Os investigadores …

Batalhas de feiticeiros e círculos de demónios. Revelados textos cristãos que não foram incluídos na Bíblia

Os textos da Bíblia como a conhecemos hoje foram "canonizados" pela primeira vez pela Igreja no final do século IV. No entanto, antes disso, centenas de outros textos religiosos circularam por toda a Cristandade. Há mais …

Autoeuropa confirma que não irá renovar contrato a 120 trabalhadores

A administração da fábrica de automóveis Volkswagen Autoeuropa, em Palmela, confirmou, esta quinta-feira, que não vai renovar os contratos a termo de 120 trabalhadores ligados à produção dos veículos MPV (Multi-Purpose Vehicle). "A Autoeuropa reafirmou a …

Glaciar na Islândia "escondia" bombardeiro norte-americano da 2ª Guerra Mundial

Os destroços de um bombardeiro norte-americano B-17 Flying Fortress que colidiu com o glaciar Eyjafjallajökull durante a II Guerra Mundial estão gradualmente a aparecer à medida que a geleira recua devido às alterações climáticas. De acordo …

40 anos depois, assassino de John Lennon pede desculpa pelo crime "desprezível"

Mark David Chapman, o homem que assassinou John Lennon, diz que matou o ex-Beatle por "raiva e ciúmes" e pediu desculpa a Yoko Ono, 40 anos depois. Em 1980, Chapman atingiu John Lennon com quatro tiros …

Reportado o primeiro caso de parkinsonismo após infeção de covid-19

Um homem de 45 anos de Israel revelou sintomas da doença de Parkinson (parkinsonismo) logo depois de ter sido infetado com a covid-19. Tal como frisa o portal IFL Science, os vírus foram já muitas …

Pico da segunda vaga em Portugal poderá ser no início de outubro

Um estudo, publicado esta quarta-feira, indica que o pico da segunda vaga em Portugal poderá acontecer no início de outubro, na semana entre 5 e 11 de outubro.  De acordo com a rádio Renascença, previsões da consultora …