Micróbio “esfomeado e peludo”. Cientistas descobrem novo ramo da Árvore da Vida

The Simpson Lab, Dalhousie University

As fileiras de flagelos dão ao micróbio Hemimastix kukwesjijk uma aparência “peluda”

Uma equipa de cientistas da Universidade de Dalhousie, no Canadá, fez uma enorme descoberta ao detetar duas espécies de micróbios até agora não classificadas numa amostra de lixo canadiano. Os espécimes encontrados são tão incomuns que podem obrigar os cientistas a reorganizar a Árvore da Vida.

Em comunicado, os especialistas explicaram que estes organismos minúsculos de aparência “incomum”, apelidados de hemimastigotas, não se encaixam em nenhum reino até agora classificado, seja este relativo a plantas, animais ou até mesmo ao “super-grupo” que abrange animais e fungos simultaneamente.

De acordo com o novo estudo, publicado na semana passada na revista Nature, estes estranhos organismos são “protistas eucariotas com duas fileiras de flagelos”.

Tal como nota a publicação, a classificação de eucarionte representa todas as espécies que possuem células complexas, como é o caso dos humanos. Já a classificação de protista, inclui a maioria dos organismos que não se encaixam em nenhum dos outros três reinos eucarióticos, Animalia (animais), Plantae (plantas) ou Fungi (fungos).

Os hemimastigotas são organismos unicelulares e usam os flagelos para mover e capturar outros micróbios que consomem como presas.

Durante a investigação, os cientistas encontraram duas espécies distintas de hemimastigotas. Uma das espécies foi chamada de Spironema, tendo já sido observada microscopicamente algumas vezes desde de o século XIX no entanto, a sua classificação sempre foi um mistério para a Ciência.

Já a segunda espécie, é totalmente nova e não foi ainda “batizada”. A equipa propõe chamar a este segundo organismo Hemimastix kukwesjijk, em homenagem aos Micmac, grupo indígena que viveu na Nova Escócia. Kukwes é um “ogre esfomeado e peludo” que, segundo os cientistas, parece realmente comportar-se como um “ogre em miniatura”.

Importante descoberta para a evolução celular

“A partir das nossas análises, ficou claro que os hemimastigotas não pertencem a nenhum grupo conhecido ao nível do reino”, disse Alastair Simpson, um dos investigadores.

“Esta pequena coleção de organismos é um grupo completamente novo a esse nível”, acrescentou, afirmando que “é um ramo da Árvore da Vida que foi separado por um longo período de tempo, talvez há mais mais de 1.000 milhões de anos, e não tínhamos informações sobre este ramo em absoluto”.

O comunicado frisa ainda a importância da descoberta para compreender a evolução das células complexas nos últimos 1.000 a 2.000 milhões de anos. Para os especialista, a descoberta “abre uma nova porta para a compreensão da evolução de células complexas e as suas origens antigas, muito antes dos animais e das plantas surgirem na Terra”.

Por tudo isto, concluiu a equipa, os hemimastigotas podem representar todo um novo super-reino, podendo esboçar-se assim um novo ramo na Árvore da Vida.

ZAP // RT / Science Alert

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Bebés alimentados por biberões ingerem milhões de micro plásticos por dia, sugere estudo

Um novo estudo vem agora alertar para os perigos da puericultura moderna. De acordo com a pesquisa, os bebés que são alimentados com biberões engolem milhões de partículas de micro plástico por dia. Normalmente os biberões …

Cortaram a água nas instalações da Tesla na Alemanha. Havia contas por pagar

A empresa pública alemã WSE cortou (e já restabeleceu) o fornecimento de água nas instalações da Tesla em Grünheide, onde nascerá a primeira gigafactory europeia da empresa, devido à falta de pagamento das contas. Na semana …

Trabalhadores remotos estão a encher pequenas cidades (que agora têm os problemas das grandes)

A pandemia de covid-19 está a levar a um novo fenómeno: a migração para "comunidades de passagem" - pequenas cidades próximas a grandes terras e estações de esqui - à medida que mais pessoas começam …

EUA vão retirar Sudão da "lista negra" de países apoiantes do terrorismo

O Sudão vai ser retirado da lista de países apoiantes do terrorismo, anunciou na segunda-feira o Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, numa medida que permitirá ao país africano voltar a ter acesso a …

Trump testou positivo à covid-19 e Fauci não ficou nada surpreendido

Anthony Fauci, o principal especialista norte-americano em doenças infeciosas, revelou esta semana que não ficou nada surpreendido com o facto de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter testado positivo à covid-19.  Em entrevista ao …

Benfica castigado com um jogo de interdição da Luz

O Benfica foi punido com um jogo de interdição do Estádio da Luz e uma multa de 10.200 euros pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), por apoio a claques não …

Homem muda a matrícula do carro para ficar "invisível", mas acaba com multas pendentes de 12 mil dólares

Um especialista em segurança cibernética norte-americano, conhecido como Droogie, trocou a matrícula do seu carro e pôs em prática um plano para tentar tornar o veículo indetetável nos leitores de matrículas e sistemas de bilhetes. …

Fenprof diz que já são mais de 330 as escolas com casos positivos

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou que já são mais de 330 as escolas em que confirmou existirem casos de covid-19 e acusou o Ministério da Educação de “esconder informação” solicitada a este propósito. Os …

Boeing 737 Max novamente seguro para voar, diz regulador europeu

O 737 Max da Boeing, avião suspenso desde março de 2019 devido a dois acidentes que resultaram na morte de 346 pessoas, é novamente seguro para voar, afirmou o diretor executivo da Agência Europeia para …

Nenhum deputado quis fazer o parecer sobre lei da Stayaway Covid

A comissão de Assuntos Constitucionais viveu esta terça-feira momentos de boa disposição quando nenhum deputado se voluntariou para fazer um parecer sobre a proposta de lei do Governo para tornar obrigatória a aplicação Stayaway Covid. Apesar …