#MeToo: a hashtag que está a mostrar a magnitude do assédio sexual

Mais de 200 mil pessoas já partilharam a hashtag “Me too” (“eu também” em inglês) para mostrar a magnitude do assédio sexual, um problema que tem feito correr muita tinta nos últimos dias devido às denúncias contra Harvey Weinstein.

Desde o último sábado que apenas duas palavras estão a tomar conta das redes sociais e a ser partilhadas vezes sem conta, tanto por mulheres como homens: “Me too” (“eu também” em inglês), uma hashtag para mostrar o número de pessoas a nível mundial que já sofreu algum tipo de agressão sexual.

A iniciativa começou depois das denúncias contra um dos produtores mais conhecidos e influentes de Hollywood, Harvey Weinstein, que já foi despedido da sua própria empresa e entretanto expulso da Academia de Cinema.

O produtor, a quem Meryl Streep chegou a chamar “Deus”, foi acusado de violação e assédio sexual por mais de duas dezenas de mulheres, incluindo as famosas atrizes Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow e Rose McGowan.

Desde que estas acusações vieram a público, várias personalidades usaram as redes sociais para falar sobre o assunto, algumas acabando por detalhar o assédio que sofreram.

A hashtag já foi usada mais de 200 mil vezes. O termo ganhou ainda mais força depois de a atriz norte-americana Alyssa Milano ter pedido às vítimas de assédio sexual que se pronunciassem, numa demonstração de solidariedade.

Várias celebridades responderam ao apelo, desde personalidades do cinema à música, entre as quais Debra Messing, Anna Paquin, Lady Gaga e Monica Lewinsky. Milhares de outros utilizadores não conhecidos partilharam as suas histórias.

No Twitter, uma mulher, que decidiu manter o anonimato, escreveu: “Tinha 19 anos. Ele encheu-me de álcool, forçou um beijo com língua e tocou nos meus seios. Na altura, culpei-me por estar bêbada. #MeToo”, pode ler-se.

Mas nem só de mulheres se faz esta onda para mostrar a magnitude mundial do problema. Homens e transexuais também já expressaram o seu apoio como, por exemplo, o ator e cantor Javier Munoz.

A utilizadora Cortney Anne Budney chegou mesmo a destacar isso: “O ‘Me Too’ também serve para os homens. Não nos podemos esquecer dos homens e dos rapazes. O ‘Me Too’ deles é igualmente importante e frequentemente encoberto“.

Para o escritor Charles Clymer, que foi vítima de violação, embora os dois géneros sofram abuso, “há um componente misógino específico na cultura da violação”. “Faz sentido perder tempo para destacar especificamente a misoginia e amplificar a voz das mulheres”.

ZAP ZAP // BBC

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Concordo.
    O problema é que depois aparece um maluco que ataca as mulheres por esta atitudes parvas e idiotas de meia dúzia de anormais, levando a que as “verdadeiras” mulheres, que não se identificam com estas palermices, acabam também por sofrer.

  2. Alves, lamento porque provavelmente estava a responder a um comentário que eu postei aqui por engano mas que se reportava a outra notícia da estudante que tirou selfies na Holanda para expor os assediantes.

    Claro que tudo o seja abusivo, como apalpar uma mulher ou assédio físico em geral, insultar, chamar nomes obscenos, perseguir, agredir, enfim… Tudo o que a lei já consagra como ilegal e que no fundo exprime desrespeito pela integridade física e moral de alguém (e aqui ressalvo que isto se aplica a qualquer sexo), claro que isso não deve ser admitido.

    Agora, estaríamos mal se bastasse uma mulher escrever “me too” para isso contar como estatística comprovada e factual de alguma forma de assédio. Foi como aquela história há quase um ano de um casalinho bêbedo que se andou a “comer” numa festa académica à frente de toda a gente… E depois queriam as feministas todas que o gajo fosse acusado de abuso sexual. Epá, eu também gosto imenso que me dêem dinheiro mas assim também já é fácil demais!

    Tudo o que for abusive realmente, é punível por lei… MAs não basta agora vir prá praça pública dizer que se é vítima. Se isso não basta nos outros crimes, com as mulheres também não tem nada que ser diferente… Porque sendo oser humano oportunista como é (é a mulher não é em nada menos manipuladora do que o homem) as falsas acusações passariam num instante a ser a norma.

RESPONDER

ROUGHIE. Planador subaquático observa silenciosamente os mares (sem perturbar a vida selvagem)

Os veículos subaquáticos autónomos tornaram-se ferramentas versáteis para explorar os mares. Porém, estas ferramentas podem ser prejudiciais para o meio ambiente ou ter problemas em movimentar-se em espaços confinados. Uma equipa de investigadores da Purdue University, …

Igreja cipriota pede que a música "demoníaca" da Eurovisão seja cancelada. Governo rejeita

El Diablo foi a canção escolhida para representar o Chipre no festival da Eurovisão, que terá lugar em Roterdão, em maio. A música cipriota da Eurovisão está a causar polémica. A Igreja Ortodoxa do Chipre pediu, …

Cientistas propõem que indústria da moda pague "royalties" pelo padrão leopardo

Cientistas de Oxford, no Reino Unido, propõem que a indústria da moda comece a pagar royalties pelo uso do padrão que imita a pele de leopardo, para tentar ajudar a reverter o declínio deste felino. "O …

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …

Com as fronteiras fechadas, companhia aérea australiana lança "voos mistério"

A companhia aérea australiana Qantas anunciou “voos mistério”, nos quais os passageiros não fazem ideia para onde vão, numa tentativa de atrair mais clientes. As fronteiras internacionais da Austrália estão atualmente fechadas e parece improvável que …