Metade da matéria que estava “perdida” no Universo acabou de ser encontrada

Andrey Kratsov, da universidade de Chicago) e Anatoly Klypin, da New Mexico State University

A matéria perdida do Universo acabou de ser encontrada

Duas equipas de pesquisa encontraram a matéria “perdida” do Universo – matéria feita de partículas chamadas bariões, que ligam as galáxias através de filamentos de gás quente e difuso.

Metade dessa matéria parecia estar em falta. Ou seja, a matéria devia estar ali, mas não é possível vê-la. “O problema dos bariões desaparecidos foi resolvido”, disse Hideki Tanimura, do Instituto de Astrofísica Espacial em Orsay, em França, principal investigador de uma das equipas. A outra foi liderada por Anna de Graaff da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido.

Como essa matéria forma um gás ténue e não suficientemente quente para os telescópios de raios-X o detetarem, ninguém tinha conseguido provar que realmente existia. Para tentar resolver a questão, os dois grupos de pesquisa tiveram que procurar uma maneira de mostrar definitivamente que os fios de gás estavam realmente lá.

As equipas aproveitaram-se de um fenómeno chamado Efeito Sunyaev-Zel’dovich, que ocorre quando a luz que sobrou do Big Bang passa por gás quente. À medida que a luz viaja, espalha eletrões neste gás, deixando uma “marca” na radiação de fundo de micro-ondas cósmica.

Em 2015, o satélite Planck criou um mapa desse efeito ao longo do universo observável. Como os filamentos de gás entre as galáxias são muito difusos, as marcas que causam são demasiado fracas para serem vistas diretamente.

Os cientistas selecionaram pares de galáxias que deveriam ser conectadas pelos filamentos de bariões, e sobrepuseram os sinais de Planck sobre os dados dessas áreas, tornando os filamentos individuais fracos detetáveis em massa.

A equipa de Tanimura analisou 260 mil pares de galáxias, e a de Graaff mais de um milhão de pares. Ambas as equipas encontraram provas definitivas de filamentos de gás entre as galáxias.

O grupo de Tanimura descobriu que o gás era quase três vezes mais denso do que a média da matéria normal no universo, e o de Graaf que era seis vezes mais denso – confirmação de que o gás nessas áreas é suficientemente denso para formar filamentos.

“Esperamos algumas diferenças porque estamos a observar filamentos a diferentes distâncias. Se este fator for incluído, as nossas descobertas são muito consistentes com as do outro grupo”, explicou Tanimura.

Encontrar os bariões “sumidos” que foram previstos por décadas de simulações valida alguns dos nossos pressupostos sobre o universo.

“Toda a gente sabe que deveria estar lá, mas esta é a primeira vez que alguém – dois grupos diferentes, inclusive – faz uma deteção definitiva. Isso mostra que muitas das nossas ideias de como as galáxias e as estruturas do universo se formam são bastante corretas”, comemorou Ralph Kraft, do Centro Harvard-Smithsonian de Astrofísica, nos EUA.

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu a primeira mulher portuguesa a integrar um Governo

Maria Teresa Cárcomo Lobo foi nomeada subsecretária de Estado da Saúde em agosto de 1970 por Marcelo Caetano. Morreu este mês no Rio de Janeiro, no Brasil, aos 89 anos. A notícia da morte de Maria …

Putin, o espião soviético, tinha cartão de identificação da secreta alemã

Quando era membro do KGB, o Presidente russo estava colocado em Dresden, na Alemanha. Agora, descobriu-se nos arquivos que tinha também identidade da Stasi. Foi encontrado nos arquivos da polícia secreta, em Dresden, um cartão de …

Ataque em Estrasburgo. Número de vítimas mortais sobe para quatro

Um dos feridos do atentado de terça-feira em Estrasburgo morreu esta sexta-feira, elevando para quatro o número total de vítimas mortais, anunciou a Procuradoria de Paris. Duas pessoas morreram no próprio dia do ataque, depois de …

Preço do pão pode aumentar no próximo ano

O preço do pão poderá subir em 2019, acompanhando o aumento do salário mínimo e do valor da matéria-prima, disse à agência Lusa o presidente da Associação dos Industriais da Panificação, Pastelaria e Similares do …

Auditorias sobre fogos de 2017 ainda não estão prontas

Quase um ano e meio depois dos incêndios que assolaram o país em 2017, as inspeções e processos disciplinares destinados a apurar responsabilidades que correm na Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI) não estão ainda …

PJ detém suspeito de 160 crimes informáticos por tentar clonar cartões multibanco

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem suspeito de 160 crimes de burla informática e associação criminosa por ter instalado dispositivos em máquinas multibanco para capturar dados das bandas magnéticas e códigos de acesso para …

Falhas do piloto na origem da queda de avioneta na praia da Caparica

Falhas na gestão da emergência e quebra de procedimentos pelo piloto instrutor levaram à aterragem do Cessna 152 numa praia da Costa de Caparica, Almada, em agosto de 2017, causando a morte a duas pessoas, …

Greve do Metro do Porto desconvocada após acordo

A greve na Metro do Porto, marcada para os dias 17 e 31 de dezembro, foi desconvocada depois de a empresa ter chegado a acordo com o Sindicato dos Maquinistas de Caminho-de-Ferro. A greve dos profissionais …

Parlamento aprova benefícios fiscais para arrendamento de longa duração

O parlamento aprovou esta quinta-feira, na generalidade, quatro dos dez projetos de lei do PSD sobre arrendamento, destacando-se a atribuição de benefícios fiscais a contratos a partir de dois anos e o aperfeiçoamento do Balcão …

Moção de censura contra governo francês foi rejeitada

A Assembleia Nacional francesa rejeitou a moção de censura das esquerdas contra o governo de Édouard Philippe, pela gestão da crise dos "coletes amarelos", votada apenas por 70 deputados. Com esta moção, os três grupos de …