Metade da matéria que estava “perdida” no Universo acabou de ser encontrada

Andrey Kratsov, da universidade de Chicago) e Anatoly Klypin, da New Mexico State University

A matéria perdida do Universo acabou de ser encontrada

Duas equipas de pesquisa encontraram a matéria “perdida” do Universo – matéria feita de partículas chamadas bariões, que ligam as galáxias através de filamentos de gás quente e difuso.

Metade dessa matéria parecia estar em falta. Ou seja, a matéria devia estar ali, mas não é possível vê-la. “O problema dos bariões desaparecidos foi resolvido”, disse Hideki Tanimura, do Instituto de Astrofísica Espacial em Orsay, em França, principal investigador de uma das equipas. A outra foi liderada por Anna de Graaff da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido.

Como essa matéria forma um gás ténue e não suficientemente quente para os telescópios de raios-X o detetarem, ninguém tinha conseguido provar que realmente existia. Para tentar resolver a questão, os dois grupos de pesquisa tiveram que procurar uma maneira de mostrar definitivamente que os fios de gás estavam realmente lá.

As equipas aproveitaram-se de um fenómeno chamado Efeito Sunyaev-Zel’dovich, que ocorre quando a luz que sobrou do Big Bang passa por gás quente. À medida que a luz viaja, espalha eletrões neste gás, deixando uma “marca” na radiação de fundo de micro-ondas cósmica.

Em 2015, o satélite Planck criou um mapa desse efeito ao longo do universo observável. Como os filamentos de gás entre as galáxias são muito difusos, as marcas que causam são demasiado fracas para serem vistas diretamente.

Os cientistas selecionaram pares de galáxias que deveriam ser conectadas pelos filamentos de bariões, e sobrepuseram os sinais de Planck sobre os dados dessas áreas, tornando os filamentos individuais fracos detetáveis em massa.

A equipa de Tanimura analisou 260 mil pares de galáxias, e a de Graaff mais de um milhão de pares. Ambas as equipas encontraram provas definitivas de filamentos de gás entre as galáxias.

O grupo de Tanimura descobriu que o gás era quase três vezes mais denso do que a média da matéria normal no universo, e o de Graaf que era seis vezes mais denso – confirmação de que o gás nessas áreas é suficientemente denso para formar filamentos.

“Esperamos algumas diferenças porque estamos a observar filamentos a diferentes distâncias. Se este fator for incluído, as nossas descobertas são muito consistentes com as do outro grupo”, explicou Tanimura.

Encontrar os bariões “sumidos” que foram previstos por décadas de simulações valida alguns dos nossos pressupostos sobre o universo.

“Toda a gente sabe que deveria estar lá, mas esta é a primeira vez que alguém – dois grupos diferentes, inclusive – faz uma deteção definitiva. Isso mostra que muitas das nossas ideias de como as galáxias e as estruturas do universo se formam são bastante corretas”, comemorou Ralph Kraft, do Centro Harvard-Smithsonian de Astrofísica, nos EUA.

PARTILHAR

RESPONDER

Fatura da eletricidade e do gás terá redução inferior a 2 euros

A redução do IVA na eletricidade e no gás natural prevista na proposta de Orçamento do Estado para 2019 deverá resultar numa diminuição da fatura mensal para as famílias inferior a dois euros, avançou hoje …

Cidade chinesa planeia criar uma lua artificial

As autoridades municipais de Chengdu, capital da província chinesa de Sichuan, anunciaram planos para a construção de uma lua artificial em 2020. Com um "brilho crepuscular", a nova lua iria iluminar a cidade num diâmetro …

Mineral ultra-raro descoberto em antiga cratera de meteorito na Austrália

Um mineral ultra-raro que apenas se forma quando rochas espaciais atingem a crosta terrestre com uma enorme pressão foi encontrado na Austrália. Até ao momento, só foram encontrados seis exemplares deste mineral, conhecido como reidite, …

Assange processa Equador por "violação de direitos fundamentais"

O co-fundador do WikiLeaks, Julian Assange, exilado na embaixada do Equador em Londres desde 2012, lançou esta sexta-feira uma ação legal contra o governo de Quito, alegando violação dos respetivos direitos fundamentais. Assange “acusa o governo …

O fóssil humano mais antigo da América foi encontrado nos escombros do Museu Nacional do Brasil

O crânio de Luzia, o fóssil humano mais antigo das Américas, foi encontrado por investigadores nos escombros do Museu Nacional do Brasil, que foi assolado por um enorme incêndio no passado mês de setembro. O fóssil …

Nascer no código postal certo (e ter uma boa mercearia) aumenta a esperança de vida

Segundo um estudo sobre a esperança de vida nos EUA, o local de nascimento importa. Se uma pessoa nascer no Mississipi, provavelmente não chegará aos 75 anos. Por outro lado, um natural de Nova Iorque …

Arqueólogos revelam segredos da única múmia tatuada do Egito

Um grupo de arqueólogos acaba de concluir as análises realizadas na única múmia tatuada já encontrada no Egito. Os testes revelaram muitos dos segredos desta múmia milenar, principalmente sobre as suas misteriosas tatuagens. A múmia, com …

A Via Láctea pode estar a enviar vida de estrela para estrela

Um novo estudo sugere que toda a Via Láctea pode estar a emitir os componentes necessários para a vida por todo o Universo através de meteoróides, asteróides, planetóides e outros objetos. Conhecida como a teoria Panspermia …

ALPHA-g. Criado o primeiro detetor de antigravidade

O ALPHA-g está pronto para fazer a sua estreia: esta máquina de 200 quilos foi criada para medir os efeitos de uma suposta "antigravidade". Numa luta contra o tempo, os cientistas estão a apressar-se a ligar …

Vila Real vs FC Porto | Goleada com poker de Adrián

O FC Porto garantiu hoje a passagem à quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol, ao golear por 6-0 o Vila Real, num encontro marcado pelos quatro golos de Adrián López, que abriu e …