Messi ganhou a Bola de Ouro por sete pontos. Ronaldo ficou a 210 do argentino

Alejandro Garcia / EPA

O futebolista argentino Lionel Messi conquistou a sexta Bola de Ouro com apenas sete pontos de vantagem sobre o holandês Virgil van Dijk, com o português Cristiano Ronaldo a terminar no terceiro lugar, a 210 votos do rival.

De acordo com as votações esta terça-feira publicadas pela revista France Football, que atribui o prémio, Messi, avançado do FC Barcelona, que se tornou no futebolista com mais galardões, somou 686 pontos, contra 679 do defesa do Liverpool.

Van Dijk, campeão europeu ao serviço do Liverpool e finalista da Liga das Nações, foi escolhido mais vezes na primeira posição do que Messi (69 contra 61), ‘reinando’ na Europa e na Ásia, enquanto o argentino foi o mais escolhido na América do Sul e em África.

Cristiano Ronaldo, que tem cinco Bolas de Ouro, ficou na terceira posição, com 476 pontos, ficando no pódio pela 12.ª vez, a nona consecutiva.

Apenas mais dois futebolistas ultrapassaram a barreira dos 100 pontos, o senegalês Sadio Mané (347) e o egípcio Mohamed Salah (178), ambos avançados do Liverpool.

Bernardo Silva, avançado Manchester City, que se tornou o 11.º português a integrar o ‘top-10’, ficou na nona posição, com 41 pontos. Terceiro no prémio Kopa, para melhor jogador sub-21, João Félix, que trocou o Benfica pelo Atlético de Madrid, foi um dos três jogadores nomeados que não receberam qualquer voto, juntamente com o brasileiro Marquinhos (Paris Saint-Germain) e o holandês Donny van de Beek (Ajax).

O jornalista Joaquim Rita, representante português no painel de votantes, colocou Ronaldo no primeiro lugar, seguido de Mané, Messi, Van Dijk e Bernardo Silva.

“Tenho consciência da idade que tenho”

Depois de vencer o galardão, a sexta Bola de Ouro da sua carreira, Messi disse que nunca de “sonhar” desde que recebeu a primeira Bola de Ouro, em 2009, e que espera continuar a “desfrutar”, apesar de o final de carreira estar a aproximar-se.

Depois dos triunfos em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2015, Messi voltou a vencer o prémio da France Football, repetindo a eleição da FIFA – que de 2010 a 2015 entregou o prémio em parceria com a revista francesa – como o melhor da época 2018/19.

Com esta conquista, Messi isolou-se na liderança do ‘ranking’, com mais um troféu do que o português Cristiano Ronaldo, que terminou na terceira posição.

Messi, de 32 anos, recordou a conquista do primeiro troféu, em 2009, assegurando que, desde então, procurou “melhorar dia após dia”.

“Tenho consciência da idade que tenho e que o final de carreira começa a aproximar-se, mas ainda tenho vários anos pela frente, apesar de estar a passar tudo muito rápido. Quero continuar a desfrutar do futebol, juntamente com a minha família, os meus adversários e os meus companheiros de equipa”, observou o internacional argentino.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …