Membro do Hezbollah considerado culpado pela morte de Rafik Hariri

Helene C. Stikkel / Wikimedia

Rafik Hariri, ex-primeiro-ministro do Líbano

O Tribunal Especial para o Líbano considerou, esta terça-feira, que Salim Ayyash, alegado membro do movimento xiita libanês Hezbollah, é culpado pelo assassínio do ex-primeiro-ministro, em 2005.

“A câmara de primeira instância declara Salim Ayyash culpado além de qualquer dúvida razoável como co-autor do homicídio intencional de Rafik Hariri”, declarou o juiz presidente deste tribunal independente criado para julgar este caso, David Re.

Ayyash foi considerado culpado por corresponsabilização de um “ataque terrorista com material explosivo”, bem como por “homicídio voluntário” de Hariri e das 21 pessoas que também morreram.

Os outros três suspeitos que estavam acusados no âmbito deste processo foram absolvidos. “A câmara de primeira instância declara Hassan Merhi, Hussein Oneissi e Assad Sabra inocentes de todas as acusações“, prosseguiu o juiz durante a leitura do veredicto, que representa o culminar de um julgamento que durou seis anos.

Os quatro acusados, todos presumíveis membros do Hezbollah, foram julgados à revelia. O movimento xiita, que rejeita qualquer envolvimento, recusou entregar os suspeitos, apesar dos vários mandados de captura emitidos por este Tribunal Especial.

O coletivo não pronunciou a sentença de Ayyash, deixando-a para mais tarde, mas o condenado arrisca pena de prisão perpétua se, um dia, comparecer na justiça.

O ex-primeiro-ministro libanês, Rafik Hariri, morreu, a 14 de fevereiro de 2005, em Beirute, na sequência da explosão de um veículo pesado armadilhado que, além das vítimas mortais, feriu outras 231 pessoas.

O Tribunal Especial para o Líbano é um tribunal independente que foi criado para julgar os responsáveis por este assassínio, no âmbito do Tribunal Penal Internacional, que tem sede em Haia (Países Baixos). A instância judicial apoiada pela ONU foi criada a pedido do Governo libanês, com um mandato conferido pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas.

No início da leitura do veredicto, Re afirmou que aquela instância não tinha recebido “qualquer prova da participação direta” do Governo sírio ou do Hezbollah no ataque que matou o ex-governante libanês.

“A Síria e o Hezbollah podiam ter tido motivações” políticas na morte do ex-primeiro-ministro, declarou o juiz, ressalvando, no entanto, que desde a criação daquele tribunal, em 2009, nenhuma prova conseguiu estabelecer uma ligação direta destes atores ao ataque que vitimou Hariri.

Tentando contextualizar o complexo cenário político em que ocorreu o assassínio do ex-governante libanês, o juiz presidente afirmou que, nos meses que antecederam o ataque, Rafik Hariri assumia-se como um defensor da redução da influência da Síria e do Hezbollah no Líbano.

Dalati Nohra / EPA

O ex-primeiro-ministro do Líbano e filho de Rafik Hariri, Saad Hariri

“O tribunal estatuiu e, em nome da família do antigo primeiro-ministro Rafik Hariri, e em nome das famílias dos mártires e das vítimas, aceitamos a decisão do tribunal“, disse Saad Hariri aos jornalistas.

“Hoje, descobrimos todos a verdade”, acrescentou o filho do político, que também foi primeiro-ministro do Líbano, entre 2009 e 2011 e entre 2016 e janeiro deste ano.

“Ao fim de seis anos de julgamento, esperamos sinceramente que o veredicto de hoje vos permita fazer o luto“, declarou David Re, dirigindo-se aos familiares das vítimas, lembrando terem sido ouvidas perto de 300 testemunhas e examinados mais de três mil indícios de prova.

O veredicto deste caso é conhecido duas semanas depois das duas explosões registadas no porto da capital libanesa, que fizeram pelo menos 180 mortos e feriram mais de seis mil pessoas. Como sinal de respeito pelas vítimas, o tribunal independente anunciou, a 6 de agosto, que a leitura do veredicto seria adiada para hoje.

Esta terça-feira, um tribunal libanês emitiu uma ordem de prisão contra o diretor-geral do porto de Beirute, Hassan Koraytem, após ter sido interrogado durante quatro horas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Os antigos compadres zangaram-se de vez. Trump puxa os cordelinhos nos bastidores para correr com McConnell

A relação de altos e baixos entre os dois azedou de vez depois de McConnell ter reconhecido a vitória de Joe Biden. Trump quer agora que um Republicano concorra contra McConnell pelo cargo da liderança …

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …

Companhia de aviação privada oferece voo de 20 mil dólares para reunir uma família separada pela pandemia

A empresa de aviação privada Tradewind Aviation está a comemorar o seu 20.º aniversário de uma forma original: vai dar um voo no valor de 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para reunir …

Mais de 60 pinguins morrem na África do Sul após ataque de abelhas

Dezenas de pinguins-africanos ameaçados de extinção foram mortos por um enxame de abelhas na África do Sul, na passada sexta-feira. Segundo a CNN, 63 pinguins-africanos, uma espécie ameaçada de extinção, foram encontrados mortos na sexta-feira numa …

Macron e Modi manifestam vontade de "agir em conjunto" após disputa submarina

O Presidente Emmanuel Macron discutiu a cooperação na região Indo-Pacífico com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, esta terça-feira. O Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, conversaram esta terça-feira, em plena crise dos …

Académica treme: salários, último lugar e treinador de saída

Clube de Coimbra, tal como o Boavista, terá de comprovar que tem cumprido no pagamento dos salários. Em campo, mais uma derrota complicou a situação de Rui Borges. Ainda não há muitos anos, a Académica apareceu …