Medina impede intervenção de munícipe em reunião da Câmara e expulsa-o da sala

Esta quinta-feira, Fernando Medina impediu um munícipe de falar numa reunião pública da Câmara Municipal de Lisboa. O indivíduo acabou por ser expulso pelo autarca.

Esta quinta-feira, numa reunião pública da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina impediu um munícipe de falar. A pedido do autarca, o indivíduo acabou por ser expulso da sala pela Polícia Municipal, saindo a gritar que iria pôr termo à vida.

Segundo o Observador, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa tinha acabado de anunciar o ponto 3 da ordem de trabalhos quando um cidadão se levantou e pediu a palavra. Medina recusou, por estar a interromper a sessão.

“O senhor não tem direito à palavra neste momento. Está a interromper uma reunião de câmara”, disse, pedindo para o munícipe abandonar a sala de reuniões.

O autarca tentou prosseguir a reunião, mas o munícipe não desistiu e continuou a interromper, insistindo que tinha o direito de falar. A Polícia Municipal tentava convencer o indivíduo a sair, mas este ia ficando cada vez mais exaltado com a situação. Acabou por ser retirado da sala.

Todos os munícipes inscritos no período do público tinham sido chamados e Medina frisou que o cidadão em questão não se tinha manifestado nesse momento. Além disso, o munícipe tinha uma reunião marcada com a Unidade de Coordenação Territorial (UCT) e uma inscrição para a Assembleia Municipal, pelo que o motivo que o levava a pedir a palavra já estaria a ser resolvido.

João Gonçalves Pereira, vereador do CDS-PP, e João Ferreira, vereador do PCP, defenderam o munícipe, afirmando que este tem o direito de intervir tantas vezes quantas desejo no espaço público e no tempo que é reservado para o efeito.

Por sua vez, Fernando Medina defendeu que não se pode ouvir sempre as mesmas pessoas quando não há qualquer desenvolvimento sobre o caso, especialmente quando há agendamentos com os serviços municipais.

Além disso, segundo as explicações do autarca, o indivíduo não estava inscrito para falar, não pediu a palavra no tempo que era destinado ao público e interrompeu uma reunião de Câmara. E reforça: a interrupção “de forma intempestiva não é aceitável”.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Pois, dei-me ao trabalho de ver o vídeo (para quem não se quiser dar ao trabalho de procurar, ver no ponto 2:20:32).
    O senhor quis intervir anteriormente, numa outra reunião aberta ao público. Apesar de estar inscrito, foi-lhe dito para voltar na seguinte reunião. Assim fez e compareceu à reunião onde acabaria por se verificar este triste episódio. Tentou inscrever-se para falar (apesar de já ter indicações para falar, prestadas na última reunião). Nem ele, nem uma senhora, foram aceites para falar, embora depois a senhora tenha constado da lista de pessoas que foram chamadas para intervir. Isto aconteceu mesmo havendo disponibilidade temporal de ouvir mais pessoas.
    Quando o senhor interviu, foi mandado calar e foi chamada a polícia para colocar o senhor na rua, o que aconteceu recorrendo à força.
    O protagonista do episódio (aquele a quem chamam presidente) é um rapaz que chegou à presidência sem voto dos cidadãos, mais ou menos como acontecia na monarquia, que iniciou a sua vida ativa nas associações e federações de estudantes (quem conhece a realidade sabe do que estou a falar), que teceu duríssimas críticas a um presidente de junta por estar ao lado do povo e não querer parquímetros que iriam atrapalhar muito as pessoas dessa junta de freguesia. É também um rapaz com jeito para o negócio, principalmente no imobiliário e a gastar o que é nosso, em negócios de milhões, com proveito para…

  2. Este Presidente era um autêntico lambe-botas de Costa. Já aparenta similitude com tiques de ditadura ! Para onde caminhamos?

  3. Isso não se passa só em Lisboa, isso é o pão nosso de cada dia em todos e repito em todos os municípios deste Portugal e ainda querem dar mais poder a esses senhores. viva a democracia!

    • Verdade….. Ainda não chegaram ao cumulo de me expulsarem mas não respondem às perguntas, provávelmente incómodas…. Mas também é verdade que somos muitos poucos os que se preocupam com a fiscalização pública dos autarquas e que utilizam os periodos de intervenção pública para esse efeito…. Ainda são heranças do fascismo, talvez impregnadas nos genes… Somos um povo de bananas que pagam sempre sempre e não bufam nada…… Já desisti porque ELES levam sempre a melhor e não quero ver os meus filhos perseguidos pelo meu discurso NÃO politicamente correcto.

  4. Já e mesmo já…Fora esse medina,pois o feito é repugnavel….
    Qual o mal de ouvir o municipe???
    Se não gostasse é problema do medina…
    Mas o municipe representa os liboetas…Todos.
    Já fora com esse medina.
    Deve ter o rabo preso….

  5. querem conhecer uma pessoa deem-lhe poder!
    é caricato um trabalhador (presidente da camara) agir desta forma perante o seu patrão (municipe)

  6. Este artista democrata à xuxalista vai-nos habituando ao que há-de estar para vir… sobe ao poder sem ser eleito (tal como aquele a quem lembeu e lambe as botas), sobe ao Pico sem ignorando as regras instituidas (terá pago a tal multa ou foi/sera condecorado?)… Enfim um esbirro que os conterraneos Portuenses devem desejar por muito tempo lá para os lados da Mouraria!

RESPONDER

Greve na limpeza vai parar Hospital de São João no Porto

Os trabalhadores da limpeza do Hospital de São João, no Porto, entraram em greve este sábado. As desinfeções em ambulatório ou a limpeza de consultórios e da urgência não estão a ser feitas. Na …

Há um enorme buraco na atmosfera de Marte (e a água está a escapar)

Uma vez a cada dois anos, um gigantesco buraco abres-e na atmosfera marciana, deixando escapar para o Espaço uma parte das escassas reservas de água do Planeta Vermelho. O estranho mecanismo meteorológico, nunca visto na Terra, …

Musk vai construir um túnel de alta velocidade em Las Vegas

A Boring Company conseguiu um contrato de 48,7 milhões de dólares para construir um sistema subterrâneo, chamado LVCC Loop, em Las Vegas. A empresa Boring Company, de Elon Musk, foi a escolhida para construir um túnel …

Cientistas podem ter descoberto a verdadeira origem da canábis

A origem da canábis é um mistério, mas a análise de pólen antigo sugere que a planta evoluiu cerca de três quilómetros acima do nível do mar no planalto tibetano. Documentos que datam da Idade Média …

Sporting vs FC Porto | Um ano depois, a Taça para os leões

O Sporting venceu o FC Porto, mais uma vez nas grandes penalidades, e arrecadou a 17ª Taça de Portugal. Num jogo muito disputado no Estádio do Jamor, que terminou empatado 1-1 no tempo regulamentar, o Porto …

Marcelo pede aos portugueses para votarem. "Ficar em casa é um erro enorme"

O Presidente da República pediu hoje aos portugueses que façam o "pequeno sacrifício" de votar nas eleições para o Parlamento Europeu e não deixem "nas mãos de 20% ou de 25% a decisão que é …

Uma cidade inteira dos EUA está refém de cibercriminosos

A cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, está sob ataque. Mas a ameaça não vem de pessoas armadas com pistolas e bombas. Há duas semanas, cibercriminosos usaram ransomware - um tipo de software nocivo que restringe …

Abandonado em bebé no aeroporto de Gatwick, Steve encontrou a família 33 anos depois

Um bebé foi abandonado no chão de uma casa de banho do aeroporto de Gatwick a 10 de abril de 1986. Foi quando Beryl Wright encontrou o recém-nascido que começou o mistério que só se …

Monges encontram receita perdida e voltam a fabricar cerveja medieval belga após 224 anos

Os monges da abadia de Grimbergen, na província de Brabante Flamengo, na Bélgica, encontraram a receita original de uma cerveja que era produzida artesanalmente no local há 224 anos e voltarão a fabricá-la. Monges da Abadia …

Nova app permite transmitir consentimento ao par num encontro

Vem aí uma nova app para encontros que nos permite sinalizar quando é que o nosso par tem o nosso consentimento para avançar para o próximo passo. A aplicação permite também ganhar pontos conforme se …