Medina clarifica críticas em público: eram para chefias regionais (e não para Temido)

António Pedro Santos / Lusa

Fernando Medina

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Media, veio esta quarta-feira a público esclarecer as duras críticas que vez relativamente à atuação das autoridades de saúde no combate à pandemia de covid-19.

No seu habitual espaço de comentário na TVI 24, o autarca da Câmara Municipal de Lisboa clarificou que os reparos visaram “específica e circunscritamente” as chefias regionais e a equipa que está no terreno na Grande Lisboa.

Tal como frisa o semanário Expresso, Fernando Medina poupou assim a ministra da Saúde, Marta da Temido, das suas críticas.

A governante disse depois das declarações do presidente da CM de Lisboa que o Ministério que tutela não se pode deixar capturar pela “crítica fácil” e pela “má-língua”, sem nunca se referir diretamente a Fernando Medina.

Na segunda-feira, o autarca de Lisboa deixou duras críticas às autoridades de saúde.

Com maus chefes e pouco exército não é possível ganhar esta guerra”, disse Medina. “É uma nota direta a todos os responsáveis relativamente a esta matéria, que é preciso agir rápido. Ou há capacidade de conter isto rápido ou então têm de ser colocadas as pessoas certas nos sítios certos”, disse.

“Não é nenhum problema de alta tecnologia, é um problema da qualidade das chefias no terreno e de quantidade de exército disponível”, continuou.

O Presidente do PS, Carlos César, parece não ter gostado das declarações de Medina, mesmo após a clarificação pública. Em declarações ao programa da TSF Almoços Grátis, o socialista agradece a “clarificação” de Medina, lembrando que a CM de Lisboa “terá, certamente, as suas responsabilidades e que “as autarquias não são entes à parte” e muito menos “uma espécie de sindicato de opinião”.

Ainda assim, reconhece que Medina “tem alguma razão” nas críticas que fez, já que “na verdade foram retificados procedimentos e reforçadas equipas na área de Lisboa”.

Já o primeiro-ministro, António Costa, disse entender a “a frustração dos autarcas”, sem se referir diretamente a Medina. O chefe de Estado falava em em Elvas, onde esteve numa cerimónia de abertura das fronteiras com Espanha e colocou-se no meio dos dois lados da barricada: entre o lado de Marta Temido e o de Fernando Medina.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …

Trabalhadores da CP e IP iniciam hoje greve ao trabalho extraordinário e feriados

Os trabalhadores da CP - Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) entram este domingo em greve ao trabalho extraordinário e feriados, até 31 de agosto, por aumentos salariais. A greve, convocada pelo Sindicato …

Mesmo longe da Casa Branca, Trump foi o político republicano que mais arrecadou dinheiro em 2021

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump é o político do Partido Republicano que mais arrecadou dinheiro este ano, apesar de ter deixado o cargo a 20 de janeiro, segundo a imprensa local. Os comités políticos …

Marcelo satisfeito com reabertura “sensata”. Alívio das restrições arranca hoje

O levantamento gradual das restrições em função da vacinação contra a covid-19 arranca este domingo com regras aplicáveis em todo o território continental, inclusive o limite de horário de encerramento até às 2h00 para restauração …